Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Radar Técnico > Reprodução

Comparação da eficiência do estradiol 17 ß, benzoato de estradiol e cipionato de estradiol em estimular atresia em folículos dominantes de novilhas de corte

Por José Luiz Moraes Vasconcelos
postado em 13/12/2002

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O objetivo deste experimento foi comparar a eficácia do estradiol 17 ß, benzoato de estradiol e cipionato de estradiol em induzir regressão do folículo dominante e estimular o recrutamento de nova onda de crescimento folicular em novilhas de corte (Comparison of the efficiency of estradiol 17 ß, estradiol benzoate, and estradiol cypionate in stimulating atresia of dominant follicles in beef heifers, J. Dairy Sci., vol. 85, suppl 1, no 538, p.135, 2002).

Foram utilizadas novilhas de corte (n=15) com peso vivo de 431 kg e idade de 14,3 meses, em diferentes fases do ciclo estral, que foram distribuídas aleatoriamente em três tratamentos.

As novilhas receberam injeção de 1mg, i.m. de estradiol 17 ß (E17), benzoato de estradiol (BE) ou cipionato de estradiol (ECP) no dia zero.

O diâmetro folicular foi avaliado por ultra-sonografia nos dias -3, -1, 3, 4 e 5.

A avaliação nos dias -3 e -1 foi utilizada para determinar a fase do folículo dominante no momento do início do tratamento. Os folículos dominantes foram classificados como em crescimento, estático ou em regressão.

Não foi observada diferença na proporção de novilhas que apresentaram regressão do folículo dominante no dia três, sendo de 80% para estradiol 17 ß, de 100% para benzoato de estradiol e de 60% para cipionato de estradiol.

O tamanho do folículo dominante no momento da aplicação (D0, P=0,11) tendeu a ser menor nos grupos que receberam estradiol 17 ß (10,2 +-0,82mm) e benzoato de estradiol (10,2 +-0,46mm) que no grupo que recebeu ECP (12 +-0,78mm), e a freqüência de folículos classificados como em regressão tendeu (P=0,14) a ser maior no grupo que recebeu ECP (3/5) que nos grupos que receberam estradiol 17 ß (1/5) ou benzoato de estradiol (1/5).

O número de dias para emergência de nova onda folicular (presença de vários folículos com 5mm) tendeu (P=0,13) a ser antecipado nas novilhas tratadas com estradiol 17 ß (3,2 +- 0,22 dias) e benzoato de estradiol (3,2 +- 0,2 dias) que nas novilhas tratadas com ECP (4,0 dias).

O tamanho do folículo dominante no dia 5 não foi diferente entre os tratamentos, sendo de 9,27 +- 1,7 mm, com variação de 3-18mm.

A conclusão dos autores é de que estradiol 17 ß, benzoato de estradiol e cipionato de estradiol são igualmente efetivos em estimular a atresia folicular, mas que o recrutamento de nova onda folicular após a regressão pode ser atrasado em novilhas que receberam ECP.

Estes dados sugerem que devido a diferentes tempos para início de nova onda, protocolos utilizando estradiol 17 ß, benzoato de estradiol e cipionato de estradiol devem apresentar diferentes tempos para início de protocolos de superovulação ou sincronização de ovulação.

Saiba mais sobre o autor desse conteúdo

Avalie esse conteúdo: (4 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2014 AgriPoint Consultoria Ltda. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade