carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Confira em primeira mão a programação do Interleite Sul 2017

postado em 13/02/2017

4 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Interleite Sul 2017 Conhecer o que os produtores vêm fazendo para obter resultados técnicos e econômicos muito acima da média na produção leiteira do Sul do país. Esse é o objetivo do Interleite Sul 2017, que será realizado nos dias 17 e 18 de maio em Chapecó/SC. 

Chegando na sua 7ª edição, o evento da AgriPoint terá como realizadora parceira a Transpondo, empresa de pesquisa, treinamento e consultoria agropecuária, especializada na busca de soluções para os desafios da cadeia produtiva do leite como um todo. O tema central desta edição será "Pessoas e tecnologias intensificando a produção e colhendo resultados no Sul do país".

O Interleite Sul é um evento fundamentalmente voltado para produtores de leite e técnicos envolvidos com a atividade, tendo a capacidade de mobilizar e trazer uma mensagem que fará efetivamente a diferença no setor leiteiro.

Para Marcelo Pereira de Carvalho, CEO da AgriPoint, o evento colocará produtores e técnicos como protagonistas do processo de tecnificação com resultados que vem ocorrendo no Sul, trazendo casos de sucesso de produtores de leite de vários portes – não deixando de lado os produtores familiares, que perfazem a maioria da produção de leite no Sul, a região que mais cresce no leite. “Técnicos de destaque falarão sobre os temas nos quais os produtores vão compartilhar. No Interleite Sul ocorrerá uma mescla de experiências práticas com conceitos técnicos”.

De acordo com o Wagner Beskow, pesquisador, consultor e sócio-diretor da Transpondo, em todo o país buscamos a mesma coisa: lucro na atividade, qualidade, confiabilidade, escala e mais constância para todos. “Apesar das peculiaridades climáticas, o Sul tem os mesmos gargalos gerais das demais regiões, fazendo com que a grande maioria das soluções geradas numa região, tenham relevância noutra. Desejamos que, desta edição, seja possível extrair conclusões e orientações aplicáveis em outras propriedades com perfil e desafios semelhantes. Algumas pessoas necessitam errar várias vezes antes de acertar”.

Segundo ele, os mais inteligentes buscam aprender com a experiência dos outros e, quando conseguem, sofrem menos, gastam menos e saltam mais rápido à frente. “Buscaremos selecionar experiências que permitam esse tipo de extrapolação”.

Hoje (13/02) o MilkPoint está lançando o site do evento com informações sobre as inscrições, programação, palestrantes, horários, local, entre outros. Programe-se para aproveitar os primeiros lotes e participar deste evento que trará importantes discussões para a produção leiteira do Sul. Confira: http://www.interleite.com.br/sul/

Aproveite a oportunidade para interagir com profissionais do setor, ampliar a rede de contatos, fazer negócios e sair da rotina. Volte para casa com uma visão diferenciada, novas ideias e soluções reais para implementar em seu negócio. Vamos juntos fazer o futuro da pecuária leiteira da região Sul ainda mais produtiva!

Para quaisquer outras informações sobre patrocínio ou outras dúvidas, envie um e-mail para contato@agripoint.com.br ou ligue para (19) 3432-2199

Patrocínios Interleite Sul 2017 - Chapecó/SC
 

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

PAULO ROBERTO VIANA FRANCO

Juiz de Fora - Minas Gerais - Consultoria/extensão rural
postado em 13/02/2017

A VACA TEM QUE DAR LUCRO
O SISTEMA NÃO IMPORTA
O CUSTO DE PRODUÇÃO DO LITRO TEM SER MENOR QUE O DE VENDA
DEVE TER CONTRATO , ESCALA  E AÇÕES FORA DA PORTEIRA
TODAS AS  VACA TEM SER EFICIÊNTES:
       - UM PARTO/ANO
       - LACTAÇÃO DE 305 DIAS
       - PERSISTÊNCIA  + 90%
        - PRODUÇÃO POR LACTAÇÃO


Hamilton Lara

OUTRA - OUTRO - Produção de leite
postado em 14/02/2017

Bom dia, Paulo Roberto ! ! !

        Condordo com você em todos os sentidos e ressalto o grande gargalo no sistema produtivo leiteiro que é a mão de obra. A relação custo de mão de obra com a qualidade, dedicação e empenho dos funcionarios é extremamente desigual. Não há a conciencia de que quem paga o empregado é o seu resultado....que geralmente fica muito a desejar.
Grande abraço,
Hamilton Lara

Jair Da Silva Mello

Ijuí - Rio Grande do Sul - Indústria de laticínios
postado em 14/02/2017

Parabéns a Comissão Organizadora, excelente temática, vai ser um sucesso.
Abraço.

Edmir

OUTRA - OUTRO - Distribuição de alimentos (carnes, lácteos, café)
postado em 15/02/2017

Excelente matéria e tema

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade