ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

UE: Reivindicação por subsídios de exportação é rejeitada por Comissão

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 23/07/2012

1 MIN DE LEITURA

0
0
A Comissão Europeia rejeitou pedidos feitos por alguns Estados Membros para que seja feita uma retomada nos subsídios de exportação para ajudar a impulsionar o mercado de lácteos da União Europeia (UE).

Alguns Estados Membros liderados por Polônia e Estônia pediram a reintrodução do suporte de emergência em uma reunião ocorrida em Bruxelas na última segunda-feira. Eles foram apoiados por Bélgica, Hungria, Portugal e Eslovênia, à medida que os produtores da UE sentem os efeitos da queda nos preços globais do leite. Porém, uma série de outros países membros do bloco se oposurem à medida, incluindo Inglaterra, Alemanha e Luxemburgo.

O comissário da Agricultura da UE, Dacian Ciolos, disse: "Esse não é o momento para recomeçar os subsídios de exportação, porque os volumes de pó desnatado externalizados estão altos e as exportações de manteiga estão aumentando". Porém, ele disse que a Comissão "continuaria monitorando o mercado de perto".

O ministro da Agricultura do Reino Unido, Jim Paice, disse que vários países do bloco se opuseram à medida. "Não apoiamos, porque achamos que os problemas no mercado de leite são estruturais e isso seria algum tipo de conserto temporário", disse ele.

O preço médio do leite na UE para maio foi estimado em 31,6 centavos de euro (38,77 centavos de dólar) por quilo, que é 5% a menos do que o preço médio em maio de 2011, embora Ciolos tenha dito que esse ainda é 30% maior do que o preço em maio de 2009.

O relatório culpou as tendências sazonais e a expansão na produção em importantes regiões produtoras pela queda nos preços. A produção de leite na UE aumentou em 3% em 2012, enquanto a produção na Nova Zelândia aumentou em 9,9% e na Austrália em 5,5%.

Ciolos disse ainda que vários países da UE têm recebido preços bem abaixo da média do bloco devido a questões específicas, como: predominante participação no mercado com produtos de baixo valor agregado; forte pressão dos grandes varejistas; dependência de produtos em massa; mercado mundial mais volátil e estrutura ruim do setor de lácteos.

A reportagem é dowww.farmersguardian.com, traduzida e resumida pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint