ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

SE: Estado tem maior crescimento na industrialização de leite

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 19/09/2014

1 MIN DE LEITURA

0
0


Nesta quinta-feira, 18, o IBGE divulgou as informações estatísticas da Produção Pecuária Brasil, apresentando um aumento relativo na pesquisa sobre aquisição de leite pelos estabelecimentos investigados. Os números apontam ainda que Sergipe teve o maior crescimento na aquisição e industrialização de leite no Brasil. Estes resultados foram obtidos através de um comparativo entre o 2º trimestre de 2013 e o mesmo período de 2014 e identificados através de pesquisa realizada pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec).

O maior destaque no crescimento aquisição de leite, dentro do período de análise, foi na região Nordeste, com 20,9%. Em seguida tem o Centro-Oeste, 11,4%, o Sudeste, 8,6%, e o Sul com 7,1%. Na Região Nordeste, todos os estados apresentaram aumento da aquisição de leite, sendo as maiores variações de volume registradas na Bahia, Ceará e Sergipe. No Ceará houve a inclusão de novos informantes na pesquisa, enquanto que no Sergipe, o aumento foi justificado pelo período chuvoso que influenciou positivamente as pastagens.

De acordo com as informações do IBGE, a quantidade adquirida de leite cru, no comparativo com o 2º trimestre de 2013 e o 2º trimestre de 2014, a aquisição de leite feita pelos estabelecimentos investigados pela pesquisa teve aumento relativo no 2º trimestre de 2014. Os dados informam ainda que o estado de Sergipe obteve a maior variação no Brasil na quantidade adquirida de leite cru e também na industrialização de leite no país, com um crescimento de 45,8%, saltando de 26.665 mil litros para 38.884 mil litros - estas mesmas quantidades e variações ocorrem com o leite industrializado.

“Os resultados de Sergipe revelam o êxito dos esforços de desenvolvermos ações para estruturar e adequar os pequenos laticínios existentes na bacia leiteira sergipana, bem como o êxito do trabalho já desenvolvido pelas três maiores plantas agroindustriais de leite em Sergipe, que têm primado por uma eficiência produtiva de qualidade. Estes dados são motivadores para que os produtores locais de leite continuem expandindo suas atividades e ampliando a nossa oferta local para incremento e consolidação da produção agroindustrial do leite em Sergipe”, destacou o economista e secretário da Sedetec, Saumíneo Nascimento.

As informações são da Ascom Sedetec, resumidas e adaptadas pela Equipe MilkPoint Brasil.
 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint