ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

RS: MP cumpre mandados no Interior e deflagra nova etapa da Operação Leite Compen$ado

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 14/03/2014

1 MIN DE LEITURA

1
0
Foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (14), a Operação Leite Compen$ado 4, nova etapa do trabalho conjunto das Promotorias de Justiças Especializada Criminal e Especializada de Defesa do Consumidor, ambas de Porto Alegre, que vêm combatendo fraudes e adulterações na cadeia produtiva do leite em conjunto com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e outras instituições.

Neste momento, técnicos e servidores do Ministério Público, com apoio do Mapa, Polícia Civil e Brigada Militar, cumprem mandados de busca e apreensão em oito municípios do Estado, distribuídos em diferentes regiões. Daqui a pouco, a partir das 10h30min, no auditório da Promotoria de Justiça de Ijuí, os Promotores de Justiça Mauro Rockenbach e Alcindo Luz Bastos da Silva Filho irão conceder entrevista coletiva à Imprensa para dar detalhes desta etapa da Operação. 


AMOSTRAS COM FORMOL 



Esta fase da Leite Compen$ado iniciou no mês de fevereiro quando o MP recebeu documentação do Ministério da Agricultura noticiando que 12 amostras de leite cru, coletadas no posto de resfriamento do Laticínios O Rei do Sul, localizado em Condor, na Região Noroeste do Estado, apresentaram a presença de formaldeídos (formol). Conforme o órgão federal, parte deste leite impróprio foi entregue a uma empresa de laticínios, que colocou o produto à venda no mercado.

O leite adulterado foi identificado. Ele estava sendo comercializado em Guaratinguetá (SP) e Lobato (PR). 

As 12 amostras inconformes incluíram leites de rotas de produtores, do silo de resfriamento e de rotas de expedição da referida empresa de laticínios. A investigação levada a cabo pelo Ministério Público rastreou e identificou os responsáveis por esses produtos, os quais foram objeto dos mandados de busca e apreensão cumpridos hoje. 




As informações são da coletiva de imprensa do Ministério Público do RS. 


 

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

JANDIR FAUSTO BOMBARDELLI

TOLEDO - PARANÁ - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 17/03/2014

O mínimo que poderia ser feito para estes fraudadores é colocá-los em prisão perpétua e sem comunicação nenhuma, só assim teríamos certeza que não iriam mais fraudar leite.
MilkPoint AgriPoint