ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Royal Numico põe Mococa à venda

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 13/03/2003

1 MIN DE LEITURA

1
0
A holandesa Royal Numico decidiu sair do setor lácteo no Brasil, para focar suas atenções em cereais e nutrição clínica, principal atividade do grupo no mundo. A empresa colocou à venda o laticínio Mococa, que foi adquirido em 1999.

Fazem parte do pacote a marca e uma fábrica, localizada na cidade de Mococa, no interior de São Paulo. Conhecida pelo tradicional rótulo da vaquinha, a Mococa é a terceira marca de leite condensado do país. O laticínio, que também produz creme de leite, capta 300 mil litros de leite por dia junto a 600 produtores.

Várias empresas do setor já analisaram a companhia. Uma das interessadas, segundo fontes do mercado, é a goiana Kremon do Brasil. "Houve um contato inicial, mas ainda falta muita água para passar por debaixo da ponte", disse o diretor administrativo e financeiro da Kremon, Sérgio Luz. Atuando junto ao pequeno e o médio varejo, a empresa tem interesse em investir mais em leite condensado. "É um produto com forte demanda no mercado interno, que também pode ser exportado", afirmou.

Atuando em maionese, caldos e sopas, a empresa goiana adquiriu em meados de 2002 a marca Avaré e uma fábrica localizada em Cerqueira César, que pertenciam a Parmalat. Segundo o presidente da Royal Numico no Brasil, Carlos Eduardo Gouvêa, a decisão de venda da empresa partiu da matriz na Holanda, já que o grupo vendeu sua unidade de lácteos chamada de Nutricia Dairy and Drinks para a também holandesa Vriesland Coberco em 2000. "Praticamente, só sobrou o Brasil atuando nessa área", disse.

Mas a situação do mercado interno também não ajudou. Em 2002 os laticínios sofreram com a sustentação dos preços do leite in natura e, como faltou produto no campo, a disputa foi intensa. Para completar, a italiana Parmalat adquiriu a marca Glória, acirrando a competição em leite condensado, segmento no qual a Nestlé é líder com a marca Moça.

De acordo com o executivo, o objetivo agora é concentrar os esforços nas áreas de cereais e nutrição clínica. São segmentos lucrativos e que não estão consolidados", afirmou.

Gouvêa não revelou os possíveis compradores da Mococa, disse apenas que o negócio deve ser fechado em breve.

Fonte: Valor On Line (por Raquel Landim), adaptado por Equipe MilkPoint

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

LUCIENE ALVES

CERQUEIRA CÉSAR - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 12/11/2012

Gostaria que no futuro bem proximo os Laticinios enchergasem os Pequenos e Medios produtores valorizando  melhor o valor do leite,pois os custo para manter uma boa tirada esta muito alto quem tem fazendfa esta preferindo arrendar pra cana e acaba faltando o produto no mercado.Estamos inplantando projeto de Ordenha para começar tirar leite em cerqueira cesar só que tomamos um susto no valor do Resfriador sera que o laticinio não forneceria.......Assim quem sabe incentivaria o pequeno produtor quem sabe se torna um Grande produtor temos que ter algum incentivo daqui alguns anos não teremos terras para criação de gado de leite.....
MilkPoint AgriPoint