ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Preços do leite em pó preocupam

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 21/11/2008

2 MIN DE LEITURA

1
0
Os preços do leite em pó vêm apresentando queda no atacado nos últimos meses. Aumento da produção, queda no consumo doméstico, dificuldades para exportação e estoques altos nas indústrias são alguns dos motivos apontados pelo setor para explicar tal situação.

No varejo, porém, a redução dos preços não acompanhou as mesmas proporções do atacado, sendo que a relação entre os preços no varejo e preços no atacado mostra crescimento a partir de junho. Apesar de termos os dados do atacado somente até agosto, informações de agentes do setor indicam que essa relação se manteve nos últimos 2 meses. De acordo com dados do Cepea-Esalq/USP, o quilo do leite em pó integral, no atacado, ficou em R$ 10,53, queda de 1,5% em relação a julho e 8,3% em relação a junho. No varejo, segundo dados do IEA (Instituto de Economia Agrícola), o quilo do leite em pó no mercado paulista foi comercializado a R$ 17,83, mostrando alta de 3,1% em relação a julho e queda de 1,4% sobre o preço de junho. Todos os valores foram corrigidos pelo IGP-DI (Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna).

E na ponta desta cadeia está o produtor, que vem sentindo ao longo dos últimos 4 meses quedas contínuas no preço recebido pelo leite. Considerando a relação de equivalência de 8,2 litros de leite fluido para produção de 1 kg de leite em pó, nota-se que a relação entre preços no atacado e preços ao produtor vem decrescendo a partir de junho, o que pode mostrar que a margem das indústrias, para esse produto, ficaram mais reduzidas nesse período.

Gráfico 1. Preços do leite em pó integral no varejo (SP), no atacado, e recebido pelo produtor (equivalente a 8,2 litros de leite fluido por kg de leite em pó), corrigidos pelo IGP-DI.

Clique na imagem para ampliá-la.

No cenário internacional, os valores do produto estão em queda contínua, com preços médios abaixo US$ 2.700/tonelada na Europa e Oceania (leia matéria sobre preços internacionais). No último leilão da Fonterra (04/11), realizado através da plataforma de vendas online - GlobalDairyTrade - o preço médio alcançado para todos os produtos e períodos contratuais para o leite em pó (WMP) foi US$ 2.586 por tonelada, posto na Nova Zelândia.

Para amenizar um pouco a situação, as notícias mais otimistas são de que os preços internacionais tendem à estabilidade. O preço do produto brasileiro exportado nesse mês (US$ 4.730,00/t) refere-se a contratos feitos em períodos anteriores, daí o fato de ainda estarem em patamares bem superiores aos atualmente praticados no mercado. Considerando a exportação, apesar de ainda ruins, estes preços poderão ser parcialmente compensados pela valorização da moeda norte americana, favorecendo o envio de produtos brasileiros ao exterior.

No contexto interno, representantes do setor reivindicam aumento dos recursos disponíveis para Empréstimo do Governo Federal (EGF) para o setor e do limite de recursos por empresa, além de Contratos Privados de Opção e Venda (Prop) para a indústria leiteira. Ações de marketing institucional e privado também são citadas entre as medidas emergenciais, além da inclusão do leite em programas sociais do governo.

Marlizi Moruzzi, Equipe MilkPoint

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

OLAVO JUNIOR

UBERLÂNDIA - MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 21/11/2008

Vejam a margem de lucro que o varejista esta obtendo, cerca de 70% de margem. Não é o produtor que está perdendo, é o varejista que está lucrando horrores. Isto é enriquecimento ilícito.
MilkPoint AgriPoint