ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

PL do leite na merenda escolar tem apoio do setor

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 03/12/2003

2 MIN DE LEITURA

0
0
Inclusão do leite na merenda pode proporcionar uma demanda de dois bilhões de litros por período letivo

"O produto leite, fluido e pasteurizado, deve ser incluído nos cardápios do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) do Ministério da Educação". A depender do setor lácteo, não demorará muito para isso acontecer.

O Projeto de Lei do Senado No 41, de 2003, do senador Hélio Costa (PMDB-MG), acatando substitutivo do senador Reginaldo Duarte (PSDB-CE), será defendido hoje na reunião da CNPL/CNA (Comissão Nacional de Pecuária de Leite/Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil).

A alteração do PL - antes, constava "leite de vaca" ao invés de "leite fluido e pasteurizado" -, de acordo com o senador Hélio Costa, foi necessária para contemplar todos os tipos de leite existentes no País. "Enquanto Minas Gerais é grande produtor de leite de vaca, Pernambuco se destaca na produção de leite de cabra. Já Mato Grosso e Mato Grosso do Sul têm como perfil econômico a produção do leite de búfala. Assim, todos os estados poderão utilizar no cardápio escolar o tipo de leite produzidos por suas respectivas regiões", justificou.

Ele acrescentou que o substitutivo incorpora a justificativa apresentada em seu projeto quando prevê que "a inclusão do leite fluido e pasteurizado no Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) garantirá a utilização de um alimento produzido em todo o território nacional, de baixo custo, versátil, que pode ser utilizado combinado com diversos outros produtos".

Outro trecho do substitutivo que o senador destacou diz que "Ao privilegiar a produção leiteira local, pela necessidade do leite ser fluido e pasteurizado, a economia regional ganhará com a criação de novos empregos, aumento da renda e crescimento na arrecadação de impostos".

Helio Costa afirmou que o PL não teve recurso, e já seguiu para apreciação pela Câmara dos Deputados. Se for aprovado sem alterações pela Câmara, vai direto para sanção do presidente da República.

Apoio

O apoio do setor, conforme Marcelo Costa Martins, da CNPL, justifica-se pela importância não apenas social do PL, mas econômica. "É uma proposta geradora de emprego e renda, de fortalecimento da fonte de trabalho e da manutenção do produtor no campo", comentou, destacando que se buscou mostrar aos técnicos responsáveis pelo PNAE (Programa Nacional de Alimentação Escolar) do MEC (Ministério da Educação) a importância do Projeto.

"No Senado, em setembro, o PL foi aprovado por unanimidade", comemorou Martins, afirmando que o objetivo da CNPL/CNA é conseguir mostrar para todos os deputados que é extremamente importante para o País a implantação desse programa.

De acordo com suas informações, o PNAE, conhecido como "merenda escolar", atende cerca de 37 milhões de alunos matriculados no ensino pré-escolar e fundamental de escolas públicas e filantrópicas em todo o País. "Se cada aluno consumir 0,25 litro de leite por dia durante o período letivo, a demanda anual será superior a dois bilhões de litros de leite no País, ou seja, 10% da produção nacional", calculou.

Fonte: Mirna Tonus, da Equipe MilkPoint

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint