ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Pesquisa aponta satisfação de laticínios com o programa SMQL

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 04/09/2012

1 MIN DE LEITURA

0
0
Com o objetivo de avaliar a eficácia do treinamento promovido pelo programa Sistema Mineiro de Qualidade do Leite (SMQL), o Polo de Excelência de Leite e Derivados realizou uma pesquisa de satisfação com alguns laticínios participantes da primeira fase da iniciativa.

Entre os itens avaliados estavam os principais pontos abordados pelo SMQL, tais como: a redução no número de Contagem Bacteriana Total (CBT) e Contagem de Células Somáticas (CCS) no leite produzido, a política do pagamento por qualidade do leite, a difusão dos ensinamentos para os produtores rurais e técnicos envolvidos na capacitação.

"Com os resultados, percebemos que o programa se mostrou eficiente nos pontos críticos onde gostaríamos que ele atuasse. Queríamos que houvesse uma mudança não apenas do produtor, mas da cadeia leiteira inteira. E os resultados mostram essa conscientização de todos os elos", declara o coordenador da iniciativa, Abel Leocádio Fernandes.

Principais resultados

A pesquisa mostra que os itens avaliados obtiveram uma média de 80% de satisfação dos entrevistados, sendo que em dois quesitos - qualidade do treinamento e qualificação dos profissionais envolvidos na capacitação - o índice chega a 90%.

Entre as surpresas citadas por Fernandes está a quantidade de técnicos e produtores rurais treinados pelo SMQL: foram 32 técnicos e 290 produtores rurais envolvidos. Outro ponto positivo revelado pela avaliação foi a melhoria na qualidade do leite produzido, com a implantação do SMQL. A maioria dos entrevistados respondeu que houve redução no número de Contagem Bacteriana Total (CBT) e Contagem de Células Somáticas (CCS) presentes no leite. Além de relatarem que o programa também ajudou na questão da limpeza, no rendimento e na durabilidade dos produtos nas prateleiras, no aprimoramento profissional e na qualificação dos técnicos.

Questionados sobre o interesse em repassar as técnicas empregadas pelo SMQL, todos os entrevistados responderam positivamente.

No quesito pagamento por qualidade do leite, a pesquisa revela que 80% dos entrevistados já adotam a política da bonificação. "O SMQL não precisa impor aos laticínios à adoção do sistema de pagamento por qualidade do leite. As próprias indústrias estão percebendo que isso é uma questão de mercado", explica Fernandes.

Para ter acesso ao relatório da pesquisa, basta acessar a página do Polo do Leite: www.polodoleite.com.br

A matéria é do Polo do Leite, resumida e adaptada pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint