ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Nestlé deve impulsionar cadeia leiteira no RS

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 14/08/2006

1 MIN DE LEITURA

1
0
Com a instalação da fábrica da Nestlé em Palmeira das Missões (RS), parte das lavouras deverá ser destinada à bovinocultura leiteira, visto que a fábrica terá capacidade para processar um milhão de litros por dia. A inauguração da unidade está prevista para setembro de 2007.

O presidente do Sindicato Rural de Palmeira das Missões, Hamilton Jardim, acredita que a produção de leite vai funcionar como complemento de renda. "O fornecimento de leite para a fábrica vai garantir uma renda mensal".

Ele também projeta que muitos produtores devem trocar o plantio do grão pela produção de leite, que traz menos riscos. "Mas apenas manter os animais não é suficiente, será preciso muito profissionalismo, com a aplicação de conceitos de gestão e das técnicas adequadas de manejo dos rebanhos", lembrou em reportagem de João Guedes para o Jornal do Comércio/RS.

Para que a troca dê certo, o processo será acompanhado por programas de capacitação conduzidos pelos sindicatos rurais da região e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-RS) e Federação da Agricultura do Estado (Farsul).

Ao todo, 12 mil produtores devem fornecer leite para a nova unidade. Atualmente, a produção de leite inspecionado no estado é de pouco mais de 5,5 milhões de litros por dia, mas terá que chegar aos 12 milhões/dia nos próximos três anos para abastecer as novas fábricas de Embaré e CCGL, assim como as ampliações nas unidades de Cosulati, Coorlac e Elegê.

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

LUÍS FERNANDO PRZYCZYNSKI

GUARANI DAS MISSÕES - RIO GRANDE DO SUL - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 14/08/2006

A região Sul do Brasil, mais especificamente o noroeste do Rio Grande do Sul, caracteriza-se como uma zona de forte influência européia em sua colonização, tendo assim uma vocação leiteira, o que habilita a implantação de três novas indústrias lácteas.

Os incentivos para o aumento desta oferta deverão vir por meio de conhecimentos técnicos, financiamentos para aquisição e melhoria de plantéis, aquisição de resfriadores, e, principalmente, uma política que não surpreenda o produtor a cada nota de leite.

Atualmente, passamos por frustrações com três safras seguidas, principalmente nas culturas de verão. O leite, por sua vez, entra como possível solução, optando o produtor em produzir seu estoque de comida neste espaço, de abril à outubro.

Na maioria das propriedades o leite foi delegado para segundo plano, mas sempre presente. Agora, com a Nestlé e a CCGL em Cruz Alta, esta segunda alicerçada pelas cooperativas da região, temos esperança de revitalizar esta tão importante fonte de renda ao produtor rural.
MilkPoint AgriPoint