ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

MAPA: primeira reunião para novo programa do leite foi realizada na terça (03)

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 03/03/2015

1 MIN DE LEITURA

1
0
Aumentar a produtividade e ampliar as exportações brasileiras de leite. Essas são algumas das propostas que os representantes do setor e o secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo, Caio Rocha, discutiram na terça-feira (03). Nesse primeiro encontro, que deu início às definições dos principais eixos do programa, estiveram presentes representantes da Organização das Cooperativas do Brasileiras (OCB), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), da Embrapa Gado de Leite e da Associação Viva Lácteos. Foram apresentados os principais gargalos do setor e propostas de solução para melhorar a produção e alavancar as exportações do produto.

A ideia é beneficiar pequenos e grandes produtores do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás, Minas Gerais e Paraná, os cinco principais estados que garantem o abastecimento de leite no Brasil. Esses estados, juntos, são responsáveis por 73% de toda a produção de leite brasileira.

Para isso, os principais investimentos deverão ser nas áreas de assistência técnica e extensão rural, além de financiamentos para novas tecnologias, a fim de modernizar a produção de leite e ainda o combate a doenças como a tuberculose e a brucelose no gado leiteiro. “Queremos fazer com que o setor cresça. Para isso vamos investir na produtividade, aumentar a renda do produtor e a qualidade do produto para viabilizar o aumento tanto do consumo interno quanto das exportações”, afirmou o secretário Caio Rocha.

O projeto do programa deve ser entregue à Ministra da Agricultura, Kátia Abreu, até o final de março deste ano. Enquanto isso, o setor e o Mapa continuarão com reuniões semanais para definir todos os parâmetros do novo programa.

As informações são da Assessoria de Comunicação do MAPA.

Veja outra notícia relacionada ao tema: MAPA: novo programa vai ajudar produtores e consumidores de leite

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

GUILHERME ALFREDO MAGALHÃES GONÇALVES

LAGOA DOS PATOS - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 04/03/2015

Assistência técnica de qualidade em em alta quantidade, com muitas visitas á propriedade é  o que o produtor de leite mineiro mais necessita, aliado claro ao acesso ao crédito e na medida do nosso BOM DEUS, chuva em boa oferta. Acontece que tais programas de transferências de tecnologias ficam engavetados e levam anos para se fixarem ou até mesmo não se desenvolve, ficando mais uma vez o produtor rural penalizado.

A ANATER, por exemplo é um caso, ha anos eu vejo falar dela e nada de se chegar aos rincões do estado mineiro.



1 @ de abraços
MilkPoint AgriPoint