ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Jefferson Vieira: "planejamento e preocupação com as gerações futuras são uma constante"

POR RAQUEL MARIA CURY RODRIGUES

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 11/08/2017

4
0
Situada no município de Palmeira, no Estado do Paraná, a Colônia Witmarsum foi formada por menonitas que reemigraram da cidade de Witmarsum do Estado de Santa Catarina. Os menonitas da Colônia Witmarsum pertencem ao grupo dos menonitas alemães-russos, que tem sua origem na Frísia, no norte da atual Holanda e Alemanha. Através da Prússia eles imigraram para Rússia no século XVIII, de onde fugiram em 1929, do regime comunista.

Em 1930 eles vieram ao Brasil e a necessidade fez com que as famílias fundassem uma empresa chamada Witmarsum S.A em 1951, com a finalidade de ter uma entidade oficial para a compra de uma área que pudesse acomodar todas as famílias e seus descendentes por muitos anos. Para isso, eles adquiriram a Fazenda Cancela, uma propriedade tradicional e que, na época, possuía cerca de 7.500 hectares, bem como, concentrava os caminhos das tropas que rumavam até São Paulo. A colônia foi dividida em lotes rurais e aproximadamente 50 hectares foram destinados para cada um dos colonos.

Os menonitas são um grupo de denominação cristã que descende diretamente do movimento anabatista que surgiu na Europa no século XVI, na mesma época da Reforma Protestante. Tem o seu nome derivado do teólogo frísio Menno Simons (1496-1561), que por meio dos seus escritos, articulou e formalizou os ensinos dos anabatistas suíços.

jefferson vieira - colônia witmarsum“As origens ajudam nos negócios da cooperativa até hoje, já que o planejamento e a preocupação com as próximas gerações são uma constante”, comentou Jefferson Ferst Vieira, Diretor Gerente da Cooperativa Witmarsum, em entrevista exclusiva realizada pela Equipe MilkPoint.

A empresa possui um amplo portfólio de negócios: supermercado, farmácia veterinária, insumos agrícolas, combustíveis, rações especialmente formuladas para bovinos de leite, e, laticínios – elaborados com leites pasteurizado e UHT, além dos queijos finos Witmarsum.

“Produzimos hoje nove tipos de queijos finos, com variações em algumas linhas. A busca por inovações e lançamentos já é uma característica da cooperativa. Porém, antes de novos produtos, buscamos garantir todo o processo produtivo, focados na qualidade total do produto final”, pondera. “A produção de leite requer muita dedicação e é uma fonte de renda interessante, porém requer muita disciplina”.

A linha de queijos inclui: minas frescal, ricota fresca, asiago, colonial, brie, camembert, appenzeller, emmental, raclete e fondue.

Colônia Witmarsum
Fonte: Luiz Costa/La Imagem

Colônia Witmarsum
Fonte: Luiz Costa/La Imagem

Os produtores de leite que fornecem para a Cooperativa Witmarsum estão muito próximos da unidade fabril, o que permite uma coleta rápida e a garantia de qualidade da matéria-prima.

Cada produtor da Cooperativa Witmarsum tem buscado resolver os desafios de produzir em áreas menores aumentando a eficiência produtiva de cada metro quadrado de área útil, tanto que a média de produção de leite gira em torno dos 11.500 litros/hectare/ano.

Hoje são 336 associados (sendo que desses, 115 são produtores de leite) e todos têm os mesmos direitos e oportunidades na Cooperativa Witmarsum. Atualmente, 50% do leite captado é fornecido a outros canais.

Colônia Witmarsum
Fonte: Rodolfo Buhrer/La Imagem
 
Colônia Witmarsum
Fonte: Rodolfo Buhrer/La Imagem

Assistência técnica aos cooperados

O departamento técnico é formado por médicos veterinários e agrônomos. Os médicos veterinários prestam serviços nas mais diversas áreas da pecuária leiteira: clínica, cirurgia, reprodução, nutrição, sanidade, gerenciamento, etc. Os agrônomos, além do apoio na área de formação de pastagens e escolha dos híbridos para o plantio de milho silagem, auxiliam os produtores que possuem áreas agrícolas. Além dos profissionais técnicos, existe toda uma estrutura de apoio para as diversas necessidades dos produtores.

A Colônia Witmarsum, está situada nos Campos Gerais, uma das regiões mais importantes na produção de leite do Brasil, isso em função da cultura e produção de volumosos de qualidade”. Segundo Jefferson, a cooperativa se preocupa com a qualidade do leite desde 1984 e não abre mão de mantê-la sempre entre as prioridades.

Comercialização dos produtos da Cooperativa Witmarsum

O foco do trabalho de venda dos queijos é o próprio Estado do Paraná, porém, os produtos podem ser encontrados em todo o Brasil. “Este mercado não é focado em volume, mas sim, nas pessoas que querem comemorar um momento especial consumindo algo gostoso”.

Para Vieira, o mercado lácteo neste ano está tão imprevisível quanto o ano passado. “A meu ver, o desregramento na política nacional está afetando o mercado brasileiro, como a falta de cuidado com os tratados de importações. Foram permitidas ações de mercado com reconstituição de leite em pó, por exemplo, que não deveriam ter ocorrido. Estamos reféns da falta de organização do Estado brasileiro”, finaliza.

Além de ser referência na produção de leite e queijos, o local também oferece aos seus visitantes diversas atrações de turismo rural, além das várias opções gastronômicas, como confeitarias típicas, restaurantes, pousadas e feira gastronômica. Esta última, ocorre todos os sábados em frente ao mercado de Witmarsum. Os visitantes encontram diversas opções de pães, geleias, queijos, requeijão, bolachas caseiras, broas, conservas, entre outros, tudo produzido pelos agricultores e pecuaristas da colônia.

Colônia Witmarsum

Colônia Witmarsum

RAQUEL MARIA CURY RODRIGUES

Zootecnista pela FMVZ/Unesp de Botucatu e Coordenadora de Conteúdo dos Portais MilkPoint e MilkPoint Indústria

4

COMENTÁRIOS SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Seu comentário será exibido, assim que aprovado, para todos os usuários que acessarem este material.

Seu comentário não será publicado e apenas os moderadores do portal poderão visualizá-lo.

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

CARLOS ALBERTO T. ZAMBONI

MOCOCA - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 14/08/2017

Parabéns ao Jefferson e toda a Diretoria da Cooperativa Witmarsum

Bom trabalho. Acreditar é possível



abs.



Zamboni
JOSEF F. LOTSCHER

PALMEIRA - PARANÁ

EM 14/08/2017

Parabens para á equipe de Witmarsum para a continuação da atividade queijeira. Parabens em especial aos inciantes dessa atividade no ano 2002, os Senhores  Artur e Diethard.Era sem dúvida um risco, um investimento para o futuro. Hoje os queijos da marca WTMARSUM  traz benefício não só par a Cooperativa  mas também para a colonia inteira.
WAGNER BESKOW

CRUZ ALTA - RIO GRANDE DO SUL - PESQUISA/ENSINO

EM 12/08/2017

Excelente reportagem. Parabéns, Raquel !!!
RAIMUNDO SAUER

UNAÍ - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 11/08/2017

Boa tarde. Parabéns aos colonos desta colônia, parabéns para a autora. Depois de tantas noticias sobre o Brasil que não deu certo mostra que o Brasil verdadeiro e diferente.

Mais uma vez parabéns a estes colonos. MEUS CONTERRANEOS.