ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Índice de preços dos alimentos da FAO recua 1,3% em agosto

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 11/09/2017

1 MIN DE LEITURA

0
0
O índice de preços dos alimentos medido pela Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) caiu 1,3% em agosto, na comparação com julho. Porém, o indicador subiu 6% ante agosto de 2016, ao alcançar 176,6 pontos. O declínio mensal foi provocado principalmente por uma retração nos preços dos cereais, açúcar e carnes. A FAO mede o valor dos produtos comercializados internacionalmente.

O índice para cereais caiu 5,4% na comparação mensal. “Após subir por três meses consecutivos, o valor do trigo refletiu a expectativa de safra abundante, principalmente na região do Mar Negro”, diz o texto de divulgação da FAO. As variações para milho e arroz foram menores. Os preços do açúcar caíram 1,7% em agosto ante julho, reflexo da expectativa de boa produção no Brasil, Índia e Tailândia. Também em queda, o indicador de carnes recuou 1,2%, com os preços da carne bovina fazendo pressão.

Em contrapartida, a FAO afirma que os preços dos leites e derivados continuam a subir. Em agosto ante julho, a alta foi de 1,4%. Na comparação com o mesmo mês de 2016, a variação é expressiva de 42%. A FAO alerta, porém, que o indicador ainda está 20 pontos percentuais longe do pico de fevereiro de 2014. A manteiga e o leite em pó foram apontados como os responsáveis pela elevação. Por fim, o indicador de óleos vegetais subiu 2,5% no mês. 

As informações são do jornal Valor Econômico.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint