ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Índia acha que pode competir em mercado global

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 31/05/2007

2 MIN DE LEITURA

0
0
Reportagem de Ashok B. Sharma para o financialexpress.com informou que os ganhos obtidos pela indústria de lácteos da Índia poderão ser perdidos se os produtos lácteos do país não conseguirem ter acesso aos mercados globais, que permanecem distorcidos devido ao regime de subsídios dos países desenvolvidos. A Índia tem mantido sua liderança como o maior produtor de leite do mundo produzindo cerca de 100 milhões de toneladas em 2006.

Especialistas dizem que os produtos lácteos indianos podem competir no mercado mundial se os países ricos retirarem em fases seus subsídios, reduzirem substancialmente suas barreiras tarifárias e não aplicarem severas barreiras não tarifárias desnecessárias como algumas normas sanitárias e fitossanitárias e questões relacionadas ao bem-estar animal.

A Índia pode fornecer produtos de leite orgânico, que estão apresentando uma crescente demanda no mercado global. Também, a demanda por produtos lácteos étnicos está crescendo.

O compêndio chamado Dairy India-2007 estimou que o tamanho do mercado doméstico para produtos lácteos deverá crescer de Rs 227,34 mil crore (US$ 56,11 bilhões) (avaliado em preços ao consumidor) em 2005 para Rs 520,78 mil crore (US$ 128,55 bilhões) em 2011.

"Com a globalização do comércio e a entrada de grandes participantes no setor organizado, o desafio da indústria de lácteos da Índia é administrar o crescimento na produção, processamento e comercialização sem prejudicar o precursor deste crescimento - o pequeno produtor, que é o produtor de leite mais competitivo do mundo", disse o documento.

O chamado "pai da revolução branca" da Índia, Verghese Kurien, que projetou a Operation Flood - programa de desenvolvimento rural do National Dairy Development Board (NDDB) de 1980 que tinha o objetivo de criar uma rede de produção de leite no país -, sugeriu que o futuro da indústria de lácteos indiana teria que ser baseado somente em qualidade. A indústria de lácteos da Índia precisa ter a tecnologia mais moderna para processamento de leite e fabricação de produtos. "Precisamos definir os padrões necessários para alcançar e manter a qualidade de classe mundial".

Kurien, no entanto, destacou que o mérito da ideologia cooperativa na coordenação e equilíbrio dos princípios fundamentais de igualdade, controle democrático e práticas para maximizar o bem-estar social não deverão ser ignorados. A menos que a Índia se torne socialmente e economicamente livre, não haverá progresso real, disse ele.

O diretor-gerente da Devashree Foods Pvt Ltd., de Mumbai, Deepak Jain, disse que 70% do leite da Índia vem de pequenos produtores, marginais e sem terras. "Se vivêssemos em fazendas como as da Nova Zelândia, precisaríamos de somente 100 mil produtores para produzir todo o leite da Índia. Mas, então, o que seria do sustento dos 69,9 milhões de produtores restantes? Nossas políticas leiteiras, desta forma, terão que continuar focando na melhora dos rendimentos nas fazendas centrada nos pequenos produtores".

O presidente do Centro para Administração na Agricultura do Indian Institute of Management, Vijay Pal Sharma, disse que os acordos agrícolas da Organização Mundial do Comércio (OMC) ainda não levaram a fortes mudanças nas políticas leiteiras e que o setor de lácteos permanece como um setor muito protegido, o que pode ameaçar a indústria de lácteos indiana.

Em 29/05/07 - 1 Rúpia Indiana = US$ 0,02469
40,51000 Rúpia Indiana = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)

"Crore" equivale a 10 milhões.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint