ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

IEA: cai número de empregos no setor leiteiro em SP

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 14/06/2007

1 MIN DE LEITURA

0
0
Os pesquisadores do IEA, Rosana de Oliveira Pithan e Silva e Carlos Eduardo Fredo, apresentaram na reunião da Câmara Setorial o estudo "Relação da queda da produção leiteira paulista com o número de empregos formais da cadeia produtiva".

A produção de leite paulista diminuiu 12,1% no período de 1996 a 2005, de 1,98 bilhão de litros para 1,74 bilhão de litros. A queda foi conseqüência da expansão da pecuária leiteira em outras fronteiras, como o cerrado, entre outros motivos pelos benefícios fiscais e financiamentos que serviram como incentivo para a criação de novas bacias leiteiras, segundo os pesquisadores.

Além disso, a grande expansão do consumo do leite longa vida, a baixa organização dos produtores, a decadência do sistema cooperativo paulista, a venda do plantel devido aos altos custos de produção e a baixa remuneração do produto refletiram diretamente sobre o número de empregos da cadeia produtiva. Segundo os técnicos do IEA, os dados do emprego formal possibilitaram avaliar o impacto da queda de produção na mão-de-obra da pecuária, da indústria e do comércio atacadista.

A queda da produção paulista teve uma repercussão extremamente negativa nos empregos formais do segmento lácteo, um pouco mais acentuada no mercado atacadista. "Em 1995, havia 202 estabelecimentos para a preparação do leite, com 4.553 postos de trabalho, enquanto em 2005 o número de estabelecimentos caiu para 106, um recuo de 47,5%, e os postos de trabalho foram reduzidos para 2.407 (-47%). No caso dos estabelecimentos do comércio atacadista, a redução de estabelecimentos foi de 74,5%, passando de 1.270, em 1995, para 319, em 2005. O número de postos de trabalho também encolheu de 17.876 para 3.838, um recuo de 78,5%."

Com esses dados compilados, os pesquisadores defendem políticas que possam atenuar ou reverter esta tendência, como o fomento da organização dos pequenos produtores em associações, a educação dos pequenos produtores para a melhora da produção e qualidade do produto e a recuperação do sistema cooperativo.

As informações são da assessoria de comunicação da Secretaria de Agricultura e Abastecimento de SP.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint