ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Gestão de mão-de-obra é a solução para garantir segurança alimentar do leite

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 28/11/2002

1 MIN DE LEITURA

0
0
A segurança alimentar do leite foi o tema de encerramento do 2o Congresso Panamericano de Qualidade do Leite e Controle de Mastite, realizado entre 24 e 27 de novembro, no Hotel JP, em Ribeirão Preto (SP). O professor e pesquisador da Universidade da Califórnia (EUA), James S. Cullor, apresentou aos congressistas um programa de gestão de mão-de-obra que pode ser a grande solução para pequenos e grandes produtores de leite aumentarem a qualidade do produto e reduzirem a incidência de contaminações.

Chamado BTM, o programa está em fase experimental numa fazenda californiana há dois anos. Cullor acredita que entre junho e julho de 2003 o BTM comece a ser oferecido por uma empresa privada. Isso só não deve acontecer antes porque há necessidade de treinamento dos especialistas em BTM, que acompanham o processo nas propriedades.

Com base na dificuldade de erradicação das zoonoses e nos pontos críticos de gestão das fazendas, foi criado o BTM, que é um sistema inovador de gestão de mão-de-obra, onde a fazenda é dividida em módulos. Com a orientação do especialista, é feito o acompanhamento de todos os módulos, com posterior direcionamento de ações. "É uma maneira de identificar problemas antes de ocorrerem", destaca Cullor.

Os funcionários se comprometem com o BTM à medida que se responsabilizam pelos seus atos e ganham mais ao cumprirem bem o seu papel, seja na ordenha, no curral ou no pasto.

Para o pesquisador "não existem drogas milagrosas, vacinas milagrosas e nem nutrição milagrosa, por isso o BTM seria a solução no que diz respeito à segurança alimentar".

Cullor destaca que na fazenda da Califórnia, onde o BTM está implantado, houve muitos avanços. Os benefícios podem ser sentidos na melhoria da qualidade do leite, na diminuição da contagem de células somáticas, na queda dos casos de mastite, diminuição do uso de antibióticos e otimização do trabalho. "Novas tecnologias devem aparecer, como o laser para esterilizar o leite a frio, mas a grande diferença é a gestão de mão-de-obra", finaliza.

O PC 2002 reuniu mais de 500 pessoas de 19 países em quatro dias. Foram apresentadas mais de 40 palestras, inclusive de especialistas de renome internacional.

Fonte: MilkPoint (por Patricia Vieitez)

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint