ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Fonterra estende novamente período de oferta de compra da National Foods

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 11/02/2005

2 MIN DE LEITURA

0
0
A cooperativa de lácteos neozelandesa Fonterra estendeu sua oferta de compra do grupo australiano National Foods até oito de março - apesar de a diretoria da National Foods estar aconselhando os acionistas a aceitarem a oferta rival feita pela companhia de alimentos e bebidas das Filipinas, San Miguel.

A cooperativa está envolvida em uma disputa pela oferta com a San Miguel desde outubro do ano passado, depois que sua oferta inicial de A$ 1,62 bilhão (US$ 1,24 bilhão) foi vencida pela oferta de San Miguel, de A$ 1,78 bilhão (US$ 1,37 bilhão).

A National Foods criticou a oferta da Fonterra de A$ 5,45 (US$ 4,20) por ação, dizendo que esta é muito baixa, e que o valor na região é de A$ 6,11 a A$ 6,65 (US$ 4,70a US$ 5,12).

Analistas do setor afirmam que para que a Fonterra consiga a aquisição, terá que oferecer pelo menos A$ 6,17 (US$ 4,75) por ação - apesar da cooperativa afirmar que pode pagar mais do que a San Miguel devido às economias esperadas de A$ 40 milhões (US$ 30,83 milhões) antecipadas pela fusão de suas operações de lácteos com a National Foods (ambas as companhias atualmente operam canais rivais de distribuição e estabelecimentos de produção, o que seria dividido pelo acordo de aquisição).

Apesar disso, a Fonterra tem mantido sua oferta inicial de compra e estendeu seu prazo final de 15 de fevereiro para oito de março - 10 dias antes de expirar o prazo da oferta da San Miguel. Pelas atuais leis de competição da Austrália, a cooperativa neozelandesa precisa planejar uma oferta renovada até terça-feira - oferta que representará uma das maiores decisões comerciais da Fonterra em seus 40 anos de história.

A Fonterra já tem cerca de 19% de participação na National Foods, e suas marcas Mainland de queijos e Anchor de manteiga ajudaram a ganhar participação no setor australiano de lácteos, hoje representando 14% do mercado. Essa nova aquisição da National Foods, entretanto, levaria a um aumento na participação no mercado para 23%, bem como daria à cooperativa o controle da maior processadora de lácteos da Austrália.

No final do ano passado, a companhia filipina San Miguel declarou que sua futura política de aquisição estaria centrada em companhias de fora dos mercados domésticos e dos vizinhos da Ásia, em um esforço para ampliar seu alcance geográfico. As vendas da San Miguel representaram cerca de 3,4% do PIB das Filipinas em 2003.

Nova aquisição

Dentro de sua estratégia de expansão, a San Miguel acaba de adquirir a maioria das ações da King's Creameries, produtora de sorvetes de Cingapura.

De acordo com analistas, a recente aquisição de 76,38% das ações da King's Creameries, Star Fortune e H&Q Asia Ventures II por 8,15 milhões de dólares de Cingapura (US$ 4,94 milhões) irá aumentar seus débitos, que já tiveram efeitos adversos na lucratividade da San Miguel em 2004.

Para financiar a aquisição da National Foods, a San Miguel financiará US$ 1,85 bilhão, dos quais US$ 1,4 bilhão será usado na aquisição, e os US$ 450 milhões restantes serão usados para equilibrar e re-financiar suas dívidas existentes.

Fonte: Dairy Reporter, adaptado por Equipe MilkPoint

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint