ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

FAO: produção de alimentos precisa crescer 70%

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 24/09/2009

1 MIN DE LEITURA

3
0
A produção de alimentos terá que crescer 70% até 2050 para suprir as crescentes necessidades da população mundial, alertou nesta quarta-feira, 23, a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

A entidade estima que haverá 2,3 bilhões de pessoas a mais para alimentar em 2050 e para que haja alimento suficiente os investimentos na agricultura primária terão que aumentar 60%. "A produção anual de cereais terá que crescer quase um bilhão de toneladas, de 2,1 bilhões de toneladas atuais; e a oferta de carne terá que ser elevada em 200 milhões de toneladas para 470 milhões de toneladas em 2050", disse a FAO, que estima que 72% da produção de carne do mundo serão consumidos pelos países em desenvolvimento, ante 58% nos dias atuais.

Boa parte do aumento da produção de alimentos terá que ocorrer por meio do aumento da produtividade, mas a FAO também prevê que mais 120 milhões de hectares de terra serão necessários para isso. A maior parte dessa área será cultivada na África subsaariana e na América Latina. "A maior parte da terra que pode ser cultivada servirá para o plantio de apenas alguns tipos de produtos, e não necessariamente aqueles de maior demanda. Essa terra também estará concentrada em poucos países", advertiu a FAO.

Os recursos hídricos, embora suficientes para ajudar a aumentar a produção, podem tornar-se particularmente escassos em partes da África e no sul da Ásia, afirmou a FAO.

A matéria é de Ana Conceição,da Agência Estado, resumida e adaptada pela Equipe AgriPoint.

3

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

FERNANDO JOSÉ CAZERTA AGUIAR

ARAÇATUBA - SÃO PAULO

EM 28/09/2009

Sabado proximo sera lançada no Parque do Ibirapuera em São Paulo, a campanha SEGUNDA SEM CARNE , e como consta na reportagem do jornal O ESTADO DE SAO PAULO, com alguns dados catastroficos sobre a atividade da pecuaria bovina em relaçao ao meio ambiente. Essa Campanha esta sendo encabeçada pela Secretaria de Meio Ambiente da cidade de Sao Paulo, entao acho que o Beefpoint como um site especializado na area poderia dar uma resposta tecnica à altura contra essa campanha difamante a esse setor tao importante da economia nacional.
DARLANI PORCARO

MURIAÉ - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 24/09/2009

Com uma política voltada para uma educação básica mais forte , e se diminuisse essas ajudas eleitoreiras em demasia , por parte do governo federal , talvez o crescimento populacional não fosse tanto e o país se tornaria de fato uma potencia . O que nós produtores seja ele de grãos , de leite, ou outros produtos do agronegocio queremos , é uma politica rural forte para o homen do campo , para que possamos produzir sabendo que vamos ganhar dinheiro em nosso trabalho.
DARLANI PORCARO

MURIAÉ - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 24/09/2009

Devido ao aumento da população, que poderia ser diminuida ,´se houvesse por parte do governo uma melhoria na educação, pelo menos básica , e cortando essas ajudas em demasia na parte social ás pessoas mais carentes talvez o país crescesse mais consciente e forte na parte economica. Então , para o produtor abastecer seja ele de grãos , de leite ou outros produtos do agronegocio o mercado nacional ou até mesmo o internacional, é preciso que haja o mais breve possível uma politica forte voltada para o homen do campo.
MilkPoint AgriPoint