ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

EUA: Relatório mostra diferenças entre raças leiteiras da Califórnia

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 04/06/2013

3 MIN DE LEITURA

0
0
O Departamento de Alimentos e Agricultura da Califórnia (CDFA), nos Estados Unidos, divulgou seu relatório anual de custos de produção de 2012 recentemente, que traz informações sobre os custos de produção leiteira no Estado por local, tamanho da fazenda e tipo de operação. Além disso, o relatório traz uma revisão sobre os tipos de rebanhos e as diferenças de preços e de custos entre eles.

A raça Holandesa é a mais prevalente no rebanho leiteiro da Califórnia. O alto volume de leite é a principal característica desta raça. O maior aumento no custo, comparado com 2011, nesse tipo de rebanho foi o custo dos alimentos animais, aumentando em 12,7%, ou US$ 2,77/100 kg. Os custos de reposição aumentaram em 2,8%. Os custos operacionais mostraram uma redução de 1,3% e os custos com mão de obra caíram em 0,9%. Houve um aumento nos custos totais de comercialização, com os de transporte aumentando em 5%. No geral, os custos totais para produzir leite com vacas holandesas aumentou, em 2012, em 8%, ou US$ 2,75/100 quilos comparado com 2011. O preço do leite recebido pelos produtores com rebanhos convencionais de vacas holandesas caiu, em 2012, em 9,9%, ou US$ 3,92/100 quilos comparado com 2011, enquanto a produção por vaca por mês aumentou em 1,7%. As vacas holandesas produziram, em média, 33,81 quilos de leite por dia e 91 quilos de sólidos (menos a gordura) por mês. Em comparação, as vacas Jersey produziram, em média, 27,13 quilos de leite diariamente e 77,42 quilos de sólidos (menos a gordura) por mês.

As vacas Jersey produzem leite que contém um alto componente de sólidos, o que é buscado por processadores de queijos. Em 2012, os rebanhos de vacas Jersey mostraram que a produção média diária de leite ficou em 27,13 quilos por vaca por dia, 1,1% a mais que em 2011. O custo total para produzir 100 quilos de leite em 2012 aumentou em 9,7%, embora a produção média de leite por vaca por dia tenha aumentado. O maior aumento nos custos, comparado com 2011 foi na alimentação animal, que aumentou em 15,8%. Os custos totais dos alimentos dos animais, em 2011, representaram 59,8% dos custos totais, enquanto em 2012 esses representaram 63,1%. O aumento nestes custos para rebanhos Jersey é proporcional a todos os rebanhos em uma base estadual. O preço do leite das vacas Jersey em 2012 caiu em 7,5% comparado com o ano anterior. O menor preço contribuiu para uma redução no rendimento com relação aos custos dos alimentos animais em 31%. Outros itens que apresentaram aumento de custos em 2012 foram: custos de comercialização, que aumentaram em 7,9%; custos de mão de obra, que aumentaram em 3,2%; e custos de reposição do rebanho, que aumentaram em 2,6%. Os custos operacionais mostraram redução de 2,2%, ou US$ 0,17 por 100 quilos.

A maioria dos rebanhos híbridos são resultado do cruzamento de vacas holandesas e suas crias com as raças Montbeliarde, Swedish Red ou Red Dane. ProCross é o termo usado por aqueles que vendem sêmen de raças alternativas de touros para esse tipo de programa de cria. Os rebanhos cruzados estão geralmente buscando a heterose em suas vacas. Alguns pontos positivos listados no site de ProCross para vacas cruzadas comparando com vacas holandesas são maior produção de sólidos, maior fertilidade e facilidade no parto. A tabela abaixo mostra que em comparação com rebanhos holandeses, os rebanhos cruzados produzem 0,78 quilos a menos de leite por vaca por dia, mas têm maiores teores de gordura e sólidos (sem contar a gordura). Além disso, para 2012, o “rendimento sobre o custo da ração” para rebanhos cruzados foi de US$ 1,21 por 100 quilos, maior do que nos rebanhos holandeses.



As informações são da CDFA, traduzidas e adaptadas pela Equipe MilkPoint. 
 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint