ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

EUA: Programa de retirada de rebanhos remove mais de 410 milhões de quilos de leite do mercado

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 01/02/2005

1 MIN DE LEITURA

0
0
A iniciativa Cooperativas Trabalhando Juntas (Cooperatives Working Together - CWT), formada pelos produtores de leite dos Estados Unidos com o objetivo de aumentar o preço do leite, terminou o processo de auditoria de propriedades leiteiras que durou dois meses e selecionou os estabelecimentos para o segundo ciclo do programa de retirada de rebanhos.

Depois de completar todas as auditorias nas fazendas, a CWT finalmente aceitou pedidos de 363 propriedades que ofereceram liquidar seus rebanhos leiteiros. As auditorias confirmaram que serão retiradas 50.478 vacas leiteiras destas fazendas, sendo que todas serão vendidas imediatamente pelas fazendas participantes para conversão em carne bovina. As vacas que serão retiradas produzem aproximadamente 412 milhões de quilos de leite por ano, o que representa um pouco mais de 0,5% da produção total estimada de 77 bilhões de quilos de leite produzidos pelos EUA em 2004.

"Nossos auditores de campo visitaram cada uma das 378 fazendas que tentávamos aceitar", disse o presidente e diretor executivo da Federação Nacional de Produtores de Leite (National Milk Producers Federation - NMPF), Jerry Kozak. "Estou satisfeito em informar que tivemos uma excelente cooperação de todos os produtores que nos permitiram completar nosso processo de auditoria antes do programado. Esse processo retirou um pequeno número de fazendas que não se adequavam aos critérios do programa".

As 363 ofertas aceitas foram selecionadas a partir de um total de 736 enviadas. Os 412 milhões de quilos retirados são 4% maiores do que a meta inicial da CWT, de 395 milhões de quilos. No primeiro programa de retirada do rebanho feito em 2003, a CWT aceitou 299 ofertas que retiraram 33.000 vacas, representando 276 milhões de quilos de leite.

Pelo programa da CWT, a oferta dos produtores é paga pelo volume de leite que seus rebanhos produzem e também há a recuperação do preço de mercado para seus rebanhos quando eles são vendidos como carne bovina.

Fonte: WisconsinAgConnection.com, adaptado por Equipe MilkPoint

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint