ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

EUA: exportações caminham para recorde, mas logística preocupa

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 16/11/2021

1 MIN DE LEITURA

0
0

Enquanto as exportações de produtos lácteos dos Estados Unidos (EUA) estão rumando para um ano recorde, a crise da cadeia de abastecimento pode causar danos irreparáveis no futuro, segundo representantes da indústria de laticínios do país.

De acordo com dados mensais divulgados pelo Departamento de Comércio dos EUA em 5 de novembro, o valor das exportações de laticínios do país para o ano fiscal (FY) 2021 (outubro de 2020 a setembro de 2021) atingiu US$ 7,394 bilhões, um aumento de 13% em relação ao ano fiscal de 2020 e quase o mesmo do recorde anterior de US$ 7,4 bilhões de 2014.

Apesar desses números, os atuais problemas logísticos representam uma ameaça aos exportadores de laticínios dos EUA, disse Mike Durkin, presidente e CEO da Leprino Foods, durante uma audiência do Comitê de Agricultura da Câmara dos EUA em 3 de novembro.

“Os desafios da cadeia de suprimentos impactaram significativamente nossos negócios e não esperamos que eles diminuam tão cedo”, disse Durkin. “Esta crise de exportação pode resultar em danos irreparáveis à agricultura americana, já que clientes em todo o mundo estão questionando a confiabilidade da indústria de laticínios dos EUA como fornecedora.”

Durkin pediu ao Congresso que atue na legislação de transporte marítimo, resolva a escassez crítica de mão de obra da indústria de transporte, aumente o horário de operação do porto e tome outras medidas para permitir que os produtores agrícolas dos EUA alcancem os mercados estrangeiros de forma eficaz. Suas preocupações foram ecoadas pelo U.S. Dairy Export Council (USDEC) e pela National Milk Producers Federation (NMPF).

“A pressão causada pelos desafios do transporte marítimo está afetando muito os exportadores de laticínios”, disse Krysta Harden, presidente e CEO da USDEC. “Os exportadores estão trabalhando duro para fornecer produtos feitos nos Estados Unidos para clientes estrangeiros de forma confiável e acessível, mas a situação atual não pode ser sustentada por longo prazo.”

“O setor depende das exportações, parte vital da demanda por leite produzido todos os dias pelos produtores de leite da América”, disse Jim Mulhern, presidente e CEO da NMPF. “Corremos o risco de prejudicar as relações com o mercado estrangeiro e os clientes de longo prazo se não pudermos garantir fluxos de exportação eficientes.”

As informações são do Progressive Dairy, traduzidas pela Equipe MilkPoint.

Leia também: 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint