ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Crescimento da classe média no mundo gera demanda por alimentos perecíveis e geladeiras

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 28/01/2016

1 MIN DE LEITURA

1
0
O crescimento do número de refrigeradores domésticos é um dos fatores que estimula o consumo de produtos perecíveis no mundo, o que sinaliza importante oportunidade para países produtores de alimentos como o Brasil. A análise é feita pela Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio do Mapa e publicada no estudo Estratégia de Abertura de Mercados: Perspectivas 2016.

O documento relaciona a quantidade de geladeiras e o padrão de consumo em países onde a classe média está em expansão. Com renda maior, o cidadão tem condições de comprar o refrigerador e, consequentemente, armazenar mais alimentos perecíveis, como carnes e lácteos.

Na Índia, onde apenas 24% dos lares têm geladeira, é baixo o consumo anual de proteína animal: 2 kg/habitante de carne bovina e 3 kg/habitante de carne de frango. Já no Brasil, 98% das residências têm o eletrodoméstico, o que favorece o alto consumo. Por ano, são 39 kg/habitante de carne bovina, 44 kg/habitante de frango e 14 kg/habitante de carne suína.

Aumento da demanda

O ingresso de milhares de pessoas à classe média vai gerar forte pressão por alimentos, principalmente pelos asiáticos. O continente é apontado como o mercado de maior crescimento no globo, com potencial para liderar o consumo nas próximas décadas. Em 2030, 66% da classe média mundial se concentrará ali.

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) estima que, até 2024, o consumo mundial de carnes (bovina, suína e frango) crescerá 15%; de lácteos (leite em pó, queijo e manteiga) 23%; de oleaginosas e grãos, 15,3% e de açúcar, 21%.

O Brasil, por sua vez, tem potencial para aumentar a produção de todos esses alimentos, assumindo papel protagonista na garantia da segurança alimentar mundial. O país já responde por 7,7% do comércio agropecuário mundial e chegará a 10% em 2018. 

As informações são do Mapa.

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

HERMENEGILDO DE ASSIS VILLAÇA

JUIZ DE FORA - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 02/02/2016







  Òtimo,porém para exportamos  precisamos



  de honestidade,sanidade e qualidade.
MilkPoint AgriPoint