ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Cresce consumo do leite longa vida

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 19/12/2001

1 MIN DE LEITURA

0
0
As vendas de leite longa vida no Brasil devem chegar a 3,8 bilhões de litros este ano, 100 milhões a mais que a projeção inicial de 3,7 bilhões e 300 milhões a mais que o resultado do último exercício, segundo estimativa da Associação Brasileira de Leite Longa Vida (ABLV). Se confirmado, este volume representará uma participação de 73,5% do longa vida no mercado total de 5,3 bilhões de litros de leite previsto para este ano no País - 1,8 pontos percentuais a mais que a previsão inicial e 4,7 pontos percentuais a mais que a proporção de 2000.

"O longa vida está gradativamente tomando espaço no mercado, mas a expansão em 2001 foi ainda maior do que se previa", afirma a gerente do Serviço de Informação ao Cliente da ABLV, Daniela Rodrigues Alves. Segundo ela, o aumento acima do esperado ocorreu certamente em virtude da mudança de comportamento do varejo, que precisou se adequar ao racionamento de energia elétrica. "Muitas padarias e pontos de venda decidiram trocar o leite pasteurizado, que precisa ser refrigerado, pelo longa vida, que pode ser armazenado fora da geladeira", declara.

Mas, mesmo sem a interferência de fatores externos, o produto vem ganhando uma fatia cada vez maior do mercado de leite. Em 1990, o longa vida representava apenas 4,4% do total, com uma produção de 187 milhões de litros num universo de 4,24 milhões de litros. No ano seguinte, iniciou uma expansão meteórica: 5,2% em 91; 9,6% em 92; 14,4% em 93; 20,2% em 94; 25% em 95; 37,5% em 96; 51,9% em 97; 61% em 98; 66,8% em 99; e 68,8% em 2000.

Segundo a entidade, uma série de razões explicam a evolução e indicam que o longa vida continuará com uma boa participação no mercado brasileiro de leite: facilidade de transporte e estocagem sem necessidade de refrigeração; oferece a absorção de grandes volumes; tem tecnologia que garante diversificação da oferta; e, com 100 diferentes marcas, possui capacidade instalada em praticamente todas as regiões. A associação estima que o faturamento do segmento deve alcançar R$ 2,5 bilhões este ano.

Fonte: Gazeta Mercantil (por Newton Chagas), adaptado por Equipe MilkPoint

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint