ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Conseleite/PR projeta recuo de R$ 0,02 para janeiro

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 20/01/2011

1 MIN DE LEITURA

9
0
Segundo dados do Conseleite do Paraná, o preço de referência do leite padrão projetado para janeiro (pago em fevereiro) mostra reajuste negativo de 3,2%, com valor de R$ 0,6416/litro para o produto Posto Propriedade*, uma baixa de R$ 0,0214 por litro em relação à média obtida no mês anterior (R$ 0,6630/litro). Trata-se de uma nova projeção baixista do Conseleite.

Os preços de referência do leite acima do padrão e abaixo do padrão projetados para janeiro apresentaram variação similar a do leite padrão, sendo valorados em R$ 0,7378/litro e R$ 0,5833/litro, respectivamente, para o produto Posto Propriedade*.

Tabela 1. Valores projetados de referência da matéria-prima (leite) para janeiro e valores finais de referência da matéria-prima (leite) de dezembro, em reais por litro.



*Os valores de referência da tabela são para a matéria-prima leite "posto propriedade", o que significa que o frete não deve ser descontado do produtor rural. Nos valores de referência está inclusa a CESSR (ex-Funrural) de 2,3% a ser descontada do produtor rural.

Segundo Ronei Volpi, presidente do Conseleite, "a tendência é de que teremos um bom ano em relação aos preços ao produtor. A projeção de queda para janeiro se deu exclusivamente pelo grande recuo nos preços dos queijos, mesmo com a produção na região sinalizando queda a partir da 1ª quinzena de janeiro".

As informações são do Conseleite, resumidas e adaptadas pela Equipe MilkPoint.

9

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

PAULO ROBERTO VIANA FRANCO

JUIZ DE FORA - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 25/01/2011

O CONSELEITE e site Milk Point deveria levantar a bandeira para que a Industria nao tem regra na hora de comprar leite. O produtor deveria ser o elo primeiro e mais importante da cadeia do leite, mas sua desuniao o leva a ser um elo fraco, por que age isolado e despreparado, sem forca para dialogar em igualdade com a Industria. Temos que trabalhar junto aos produtores procurando sua uniao.Paulo Viana
JOSÉ MAURÍCIO GOMES

CAMPINAS - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 25/01/2011

Conseleite PR dando baixa? Aqui no sul de Minas estamos falando em alta nos meses que se seguem, portanto, caminho inverso ao da noticia. .
MARCELLO DE MOURA CAMPOS FILHO

CAMPINAS - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 22/01/2011

Prezado Agenor Teixeira de Carvalho

Entendo a sua desconfiança com relação ao Conseleite PR anunciar a baixa de R$ 0,02 por litro para janeiro, num momentoque o panorama nacional e mundial é de alta nos preços ao produtor. Mas com certeza o Milkpoint não tem nada a ver com isso, apenas repassa a informação dada pelo Conseleite.

A explicação é devida aos recuos nos preços do queijos. Eu passei num supermercadoaqui em Campinas-SP e vi o queijo branco sendo vendido a R$ 13,00/kg, os queijo mussarela, prato e meia cura variando entre R$ 18,00/kg R$ 30,00 e os queijos mais elaborados nacionais variando entre R$ 30,00/kg a R$ 45/kg. Me parece que são preços bons, mas não sei como estavam os preços antes. Como estão o preços desses queijos no Paraná e no resto do mercado nacional? Houve recuo de preços? Por isso sugeri ao Milkpoint verificar se o Conseleite PR o pode explicar essa baixa no preço dos queijos, e mais, qual opercentual do leite captado destinado à produção de leite.

Abraço

Marcello de Moura Campos Filho



SAVIO

BARBACENA - MINAS GERAIS - INDÚSTRIA DE LATICÍNIOS

EM 21/01/2011

Amigo Angenor;

Você está confundindo Milkpoint com Conseleite/Paraná.
O site está apenas noticiando a projeção do Conseleite. Se está errada ou não o responsável é o Conseleite e não o Milkpoint.
Parcialidade seria deixar de noticiar um acontecimento para preservar A ou B.
Não vamos ser injustos.
WALTER JARK FLHO

SANTO ANTÔNIO DA PLATINA - PARANÁ - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 21/01/2011

Prezado Agenor ! Para entender o mecanismo do conseleite Pr basta verificar quem são os participantes do conselho .Quem puxa o preço é o leite UHT na mão de grandes empresas. Depois de 15 anos participando do sistema cooperatista saí e hoje entrego o leite para pequeno laticinio da região (fabrica queijo , iogurte,..). Com um contrato muito transparente. Pagam preço do conseleite acima do padrão , mais 10%. Alem disso os 2.3% referentes ao "funrural" são pagos pela empresa. A Confepar que é uma grande cooperativa (na verdade uma central) diz que só vai poder melhorar preço depois que se unir com a ITAMBÉ . Voces mineiros vão ajudar os paranaenses a receber um preço melhor .
Em tempo: Um assunto pouco comentado é a questão do desconto inconstitucional dos 2,3% do Funrural. Já ganhei ação na justiça e vou receber restituição do valor recolhido nos últimos 10 anos. Pode até demorar a receber ,mas pelo menos não estou mais pagando a partir da data da decisão. Pago apenas os 0.2% relativos ao SENAR . Devo lembrar que isto só é válido para empregadores rurais que tem funcionários registrados em carteira e que não podem se aposentar pela "aposentadoria especial".
Outra boa notícia . A ação é rápida . No meu caso levou 2 meses. Acho que a equipe do MILKPOINT deveria discutir melhor o assunto.
Walter
RODOLFO TRAMONTINA DE OLIVEIRA E CASTRO

PIRACICABA - SÃO PAULO - MÍDIA ESPECIALIZADA/IMPRENSA

EM 21/01/2011

Agenor,

A projeção do Conseleite do Paraná, explicada exclusivamente pela queda no preço do queijo, é pontual. Em nosso Panorama de Mercado apontamos que o preço do leite ao produtor para esse mês seguirá o movimento de alta. Vamos apurar melhor esse aumento no Triângulo, pois as informações que temos indicam alta, mas não dessa magnitude, o que pode ser devido a política particular de algum laticínio, estimulando o mercado.

Em relação ao mercado mundial, de fato os preços estão sob níveis historicamente altos. A tonelada do leite em pó está na faixa dos US$ 3.775/ton, mas com o câmbio a 1,70 R$/US$ nossos preços ainda estão acima de um patamar mundial. Tanto é que praticamente não exportamos. Com esse câmbio desfavorável, a elevação nos preços externos não repercutiu ainda aqui. Talvez o faça pela redução as importações, que foram recorde em dezembro, aumentando muito a oferta interna de leite. Porém, com a perspectiva de alta nos preços internos, essa possibilidade parece mais distante.
DARLANI PORCARO

MURIAÉ - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 21/01/2011

E o momento de ser feito um movimento por parte dos produtores, é uma vergonha, pois os custos para se produzir só estão aumentando.
AGENOR TEIXEIRA DE CARVALHO

ARAXÁ - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 21/01/2011

Marcelo,

Aquí em Araxá MG já temos oferta de ALTA de até 0,08 por litro no leite produzido em Janeiro que deverá ser pago em Fevereiro.
Porque vcs não anunciam?E olha que aquí tem leite mesmo!
Agora vcs vem pregando BAIXA de 0,02 no Paraná no momento em que o panorama não só nacional mas, MUNDIAL é de alta?
Sinceramente não estou entendendo mais nada.Me parece que o Milk-Point está mesmo deixando a imparcialidade de lado.
Me revolto, por ser um leitor assíduo desse Grande veiculo de informação.
Abraço.
Agenor.
MARCELLO DE MOURA CAMPOS FILHO

CAMPINAS - SÃO PAULO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 20/01/2011

Seia interessante que se mostrasse o comportamento do preço dos queijos, bem como qual o percentual do leite captado no Paraná que é destinado à produção de queijo. Seria possível o Conseleite do Paraná dar essas informações?

Marcello de Moura Campos Filho
MilkPoint AgriPoint