ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

China: importações agrícolas deverão aumentar

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 05/05/2008

1 MIN DE LEITURA

0
0
Com uma grande produção, safra de 501,5 milhões de toneladas de grãos em 2007, a China não é dos maiores importadores mundiais de alimentos. Entretanto, o aumento da renda e a valorização do yuan, moeda local, em relação ao dólar norte-americano estão levando à diversificação do consumo, com a entrada de produtos que até pouco tempo atrás estavam fora dos cardápios chineses.

Estudo do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) avalia que a alta na cotação da moeda chinesa poderá elevar as importações agrícolas do país, na medida em que torna os produtos norte-americanos mais baratos. Segundo o estudo, outro fator que pode impulsionar o comércio é a crescente inflação chinesa. Os preços ao consumidor estão em alta desde meados do ano passado, impulsionados basicamente pelos alimentos. No primeiro trimestre de 2008, a inflação foi de 8%. A carne de porco, item essencial na dieta local, teve reajuste de 63,4% em fevereiro.

Mas o brasileiro Cláudio Gouveia, vice-presidente da rede Carrefour na China, avisa que não é fácil concorrer com os produtores chineses. "Dos alimentos que o Carrefour vende, 95% são comprados na própria China. O país tem um tamanho continental e vários tipos de clima, o que propicia uma agricultura com enorme variedade", destacou.

Para o USDA os importados podem aumentar sua presença no nicho de produtos mais caros, à medida que a valorização da moeda reduza seus preços em moeda chinesa.

Assim, até a carne bovina poderia ganhar espaço no prato chinês. Segundo o diretor-executivo da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec), Antonio Camardelli, já existe um enorme mercado na indústria de turismo, com fornecimento para hotéis e os serviços de catering das companhias aéreas. Mas a entrada do produto brasileiro é barrada por um misto de protecionismo e burocracia.

As informações são de Cláudio Trevisan, do jornal O Estado de S.Paulo.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint