ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Capim verde no cocho e suplementação na ordenha. Esse sistema é viável?

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 28/11/2016

MENOS DE 1 MIN DE LEITURA

18
0
O MilkPoint recebeu um contato via e-mail de um produtor chamado Eremildo Fonseca com relação a nutrição de vacas leiteiras:

Veja a dúvida na íntegra:

"Gostaria de saber se é viável um sistema de produção baseado exclusivamente na seguinte dieta:

- Capim verde cortado diariamente (coast cross no verão e azevém no inverno) servido no cocho;
- Suplementação na ordenha de um concentrado básico (milho + farelo de soja + mineral);

Qual seria uma média de produção potencial de um sistema simples como esse adicionando o concentrado o tanto que for preciso? Considere que NÃO HÁ LIMITAÇÃO de forragem verde em nenhum momento do ano. A minha pergunta é do ponto de vista NUTRICIONAL e não do ponto de vista AGRONÔMICO.

Em resumo, seria uma 'vaca a pasto' mas que não vai até o pasto, mas sim o pasto é cortado e trazido todo o dia para a mesma no cocho".

Você tem alguma experiência nesse assunto? Participe da discussão!
 

18

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

VALDEIR FERREIRA DA SILVA

PATROCÍNIO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 24/08/2020

Muito bom, também fiz isso e o resultado foi ótimo.
VALDEIR FERREIRA DA SILVA

PATROCÍNIO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 14/08/2020

Trabalho com gado de leite, minha dúvida é misturar ração junto com silo ou da ração na hora da ordenha?
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 17/08/2020

Valdeir , sobre sua duvida, misturar o concentrado a um volumoso como a silagem por exemplo, segundo alguns trabalhos, é melhor, pois o aproveitamento dos dois se torna melhor. Senso assim o animal ganha em produtividade. Mas tudo depende do manejo dentro da propriedade. Qualquer duvida estamos a disposição. Att. Marco Aurélio Factori - factori.com.br
EM RESPOSTA A MARCO AURÉLIO FACTORI
VALDEIR FERREIRA DA SILVA

PATROCÍNIO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 17/08/2020

Obrigado
VALDEIR FERREIRA DA SILVA

PATROCÍNIO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 14/08/2020

Qual melhor resultado ração na hora da ordenha? ou só no silo?
VALDEIR FERREIRA

PATROCÍNIO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 05/07/2019

Eu fazia isso também depois coloquei em torno de 2 kg no cocho da ordenha de manhã e 2kg ordem à tarde e misturei a ração 22% e hoje eu misturo a ração no silo como seria um quilo de ração para 3 l de leite hoje ela ficou melhor e me dá um resultado bem vantajoso no balde
CARLOS DESTRO

VOTUPORANGA - SÃO PAULO - ESTUDANTE

EM 12/12/2016

- Cada centavo na produção leiteira deve ser segurada com as duas mãos, mas não é o suficiente, visto que pode ganhar muito mais no manejo inteligente e sem stress.

- Falamos muito de alimentação, mas esquecemos de outros itens importantes no conjunto da obra para que aja maior produtividade na bacia leiteira.

- Acredito que na parceria da melhoria genética gradual adotando uma das empresa de embriões; e uma agricultura de precisão tem que estar de mãos dadas, coisa que os pecuaristas resistem.

- Além disto o bem estar animal deve entrar no projeto onde os bebedouros e áreas alimentação deve estar sempre limpos. Seria a mesma água que bebemos.

- Água residual de limpeza sempre canalizada por gravidade ou para produção de energia nos biodigestores  e armazenada em lagoas para reutilização do adubo orgânico.

- O fornecimento de água pode ser gratuito, visto que uma bomba de CC de 2.500 litros/hora, placas fotovoltaicas e baterias para acumular energia, se paga, visto que custa por volta de R$ 4.000,00 instalada. --  - Proteja as suas nascentes e use mini poços sem desperdícios.

- Armazenamento de água de chuva é outro ponto a ser investido a custo baixo, através de calhas e condutores baratos.  Acredito que por mais pequeno que for o plantel de gado de leite, o caminho é o COMPOST BARN, que pode aumentar 30% a quantidade do leite extraído, minimizando a mastite e o problema de casco.

- Antecipa o cio e da maior longevidade ao animal, isto sem falar que anualmente vc terá 1,20 de altura x 50 x 20 =  120 m³ de composto pronto para adubar a sua pastagem, na forma liquida ou a granel.

- De preferencia fazer a instalação do Compost Barn ou Celeiro de Compostagem no centro da propriedades para encurtar distancias.

- Tenho aqui alguns projetos prontos e ja usado na Irlanda do Norte com sucesso que posso te enviar por e-mail sem custo, junto com uma tradução em portugues do pai da criança e algumas fotos.

- Meu e-mail é jcarlosdestro@hotmail.com . (sem custo)

- Veja também a alegria dos animais qdo voltam para as camas em um dos filmes no youtube.

- Veja varios filmes embora muitos com dimensoes erradas, mas vejam este onde a alegria dos animais ja diz tudo - https://www.youtube.com/watch?v=7FUwRLXCSBU


ADRIANO ALVES DE OLIVEIRA

PINHEIROS - ESPÍRITO SANTO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 10/12/2016

Tenho um sistema de produção irrigado pivo central.é dificil o manejo com o animais em piguetes e muito longe da sala de ordenha.produs silagem de milho agora pretendo leva o capim no cocho ou fase silagem.também tenho dúvidas capim direto no cocho ou faselo silagem.assim o capim e mombaça .me ajudem ai
CLAUDIR JORGE KUHN

TOLEDO - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 09/12/2016

Se cortas o pasto, deves lembrar que a adubação deve ser dobrada. Pois quando vão ao pasto, as fezes viram adubo.Tenho o sistema de pasto com suplementação de concentrado e somente em torno de 10 kg de silagem por animal. Outra coisa, a maior oferta de pastagem é durante a noite,  horário mais fresco e quando defecam mais. Porém cada caso é um caso, não há receita de bolo pronto para vacas.
NIKOLAS GRANDER

TREZE TÍLIAS - SANTA CATARINA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 03/12/2016

Na propriedade de meus pais a gente corta a pastagem e fornece no cocho, agora temos os animais confinados, mas levamos vários fatores em consideração, na literatura tem vários artigos científicos dizem que animais de grande porte( por exemplo  raça holandesa, com grande potencial genético) a cada 300 metros que o animal caminha deixa de produzir 1,5 litros de leite pela energia mobilizada para a caminhada. Outro fator é que se cortar a pastagem consegue aproveitar melhor e mantém uniforme a forragem além de conseguir alimentar mais animais por hectare, a perda de pastagem é quase zero e a compactação é menor do trator em relação as vacas e o ultimo fator que a gente levo em consideração foi o tempo que é perdido para levar os animais e busca-los da pastagem se comparado ao tempo que gasta para buscar a forragem na lavoura e fornecer aos animais, só que pasto no cocho não pode possuir tamanho muito pequeno ai não estimulará a ruminação e ai pode causar distúrbios metabólicos ai caso seja muito cortado a pastagem no cocho deve ser fornecido por cima da pastagem e da silagem um tamponante( ex. bicarbonato de cálcio) para manter equilibrado o ph ruminal.  Quanto a fornecer ração balanceada durante a ordenha não muda nada depende da suas instalações e do sistema de ordenha que você usará. Uma dica ainda se possível fazer silagem de milho pois você terá época de transição entre as pastagens de verão e inverno, ai poderia fornecer silagem nessa época. Mas esses sistema deve ser considerado se você pretende investir alto e desejar possuir animais de grande potencial genético ai com silagem de milho pasto no cocho mais ração na proporção de 3 litros de leite para 1 de ração atingimos média anual em 32,7 litros no rebanho leiteiro. Mas se pretende baixo investimento e não deseja ter animais de grande potencial genético, sistema de animais a pasto é o melhor e pode se atingir médias acima de 15 litros, mas mesmo assim eu indico fazer silagem de milho para a época de transição para os animais ter alimento suficiente para esse período.
JUNIOR MACHADO

MARECHAL CÂNDIDO RONDON - PARANÁ - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 30/11/2016

O corte do capim e o deixando a vontade no cocho acarreta disperdicio de forragem.
VIRGINIO PAMPANELLI

SANTOS DUMONT - TOCANTINS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 29/11/2016

Prezado amigo.

Meu sistema é pasto rotacionado e 2 Kg de ração 24% na ordenha. Media por vaca de 10 a 12 Kg/dia. De olho na planilha de custos para não quebrar sorrindo. Abraço.
MICHEL KAZANOWSKI

QUEDAS DO IGUAÇU - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 29/11/2016

Em primeiro lugar é um sistema nada simples. Cortar capim e servir no cocho todo dia demanda maquinas, estrutura e mão de obra para alimentar e manejar os dejetos acumulados. Sem falar que nem todo dia é um dia lindo e ensolarado para se fazer isso.



Segundo ponto é que diz que não há falta de alimento para cortar. Pois é, isso é um problema também. Se plantas pouco ou passas por um período de seca ou excesso de chuvas, ou baixas temperaturas, a pastagem produz mais ou menos alterando a oferta podendo faltar alimento. Se plantas uma grande área para sobrar pasto a forragem pode rapidamente passar do ponto ideal de corte perdendo significativamente sua qualidade.



Em resumo, esse é um dos mais complicados sistemas de produzir de forma eficiente.
LEONARDO CLIMACO

GUARACI - PARANÁ - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 28/11/2016

Companheiro produtor de leite,

Sob meu ponto de vista para uma avaliação mais técnica como propõe, mais indicadores de sua propriedade seriam necessários, como o seu custo de produção por quilo de matéria seca, potencial produtivo do rebanho e entre outros. No entanto, é importante salientar que o sistema de produção ideal é aquele em que os custos se adéquam e mais lucros se têm no final do mês. Sob o ponto de vista econômico o corte de capim in natura, pode ser uma boa opção se considerar um maior aproveitamento do capim devido a perdas com pisoteio. A literatura cita que em algumas situações o incremento na produtividade pode ser de até 30%. A sugestão de inclusão de silagem no seu caso seria se o potencial nutritivo das gramíneas, mais o concentrado não estivessem atendendo a demanda de nutrientes do rebanho. A inclusão de uma proporção de silagem na dieta, pode trazer incrementos na produtividade sem elevar muito os custos de produção, contudo deve ser levado em consideração a logística da propriedade para isso.

Com isso, destaco que neste caso o indispensável seria colocar na ponta do lápis, ou melhor, da planilha e avaliar qual seria o menor custo por litro de leite produzido.

Att, Leonardo Rosa Climaco
RONEY JOSE DA VEIGA

HONÓRIO SERPA - PARANÁ - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 28/11/2016

Amigo Eremildo

Trabalho aqui na fazenda com uma dieta onde durante o dia as vacas vão até o pasto (corte barato) e durante a noite ficam comendo silagem de milho no cocho. Dou ração na hora da ordenha, feita na propriedade, 2 kg por vaca por ordenha.

É um sistema simples, e genérico, pois não há uma sistemática de arraçoar mais vacas de maior produção e /ou arraçoar menos vacas em terço final de lactação entre outras nuances de manejo, que poderiam ser feitas , com treinamento de pessoal e controle mais apurado do rebanho.

Consigo assim, de maneira simples e rústica , uma média que varia no verão de 13-15 litros/vaca/dia, ate 16- 19 litros/vaca/dia no inverno, quando as pastagens são melhores e o clima mais ameno.

Enfim, o custo desse sistema é  baixo, o que compensa a relativa baixa produtividade por animal, ressalto que os animais são criados e adaptados para esse sistema onde tem que andar atrás de comida.

Trabalho inclusive com monta natural, onde revezo no rebanho ora touro HPB, ora Red Angus, visando o confinamento no alto grão desses bezerros machos ( viável se tiver o  milho)

Acredito que em um sistema onde a comida venha até as vacas , tu consiga elevar essas médias de produção , que variam muito em função da época do ano , estado fisiológico das pastagens, clima, etc...

Iniciei uma experiência aqui agora com silagem de azevém, se os animais responderem bem ao trato com esse alimento pretendo seguir , pelo menos em alguns meses mais críticos de forragem (entrada e saída de inverno) , alimentando-os no cocho durante o dia também!

Espero ter sido útil, qualquer outra dúvida a respeito do que faço aqui estou a disposição para esclarecimentos.
LUIZ RODOLFO

BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 28/11/2016

Pastos bem manejados em piquetes chegam a aproveitamento de 90% da produção. Assim não é interessante cortar o capim pois irá agregar custos e perda de matéria seca e de valor nutricional da forragem.

Melhor é deixar as vacas pastejarem mais ajustando adubação, irrigação (quando possível) e manejando bem por meta de altura adequada a espécie da gramínea.
MARCO AURÉLIO FACTORI

PRESIDENTE PRUDENTE - SÃO PAULO - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 28/11/2016

Senhores



Considerando o potencial produtivo, segundo a literatura, de por volta de 12 litros de leite somente a pasto e suplementando com ração, poderíamos chegar ate uns 30 litros diários por animal por dia. Sendo assim, o animal, comendo forragem mais ração produz somente ate em média 30 litros, pois a forragem cortada (capim) mais nutrientes, não supre as necessidades diárias para uma maior produção. Se considerarmos mais concentrado poderemos matar a vaca com acidose, um ponto a ser pensado. com isso, animais que recebem a forragem (capim) no cocho mais o concentrado pode não ser viáveis em relação a custos. Resumindo, as contas não fecham. Recomendo neste caso, o pastejo e suplementação no cocho com concentrado apenas. MAis barato e mais eficiente em termos gerais. Se quiser pensar em cocho... pense em silagem e animais mais especializados em produção de leite. Att. Marco Aurélio Factori
DERLEI JOSÉ BRANDÃO

BOM REPOUSO - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 28/11/2016

Eu fornecia silagem de milho pura  e raçao 24% na hordenha 1k pra 3L de leite ,a media das vacas era de 18L a 21L,depois eu comecei a misturar a raçao no meio da cilagem e 2k na hord. de manha e 2k na hord. da tarde que é o maxino que pode ser dado pura as vacas, a media passou para 23L a 26L.
MilkPoint AgriPoint