ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Curiosidades: bebês pré-históricos bebiam leite animal em mamadeiras de argila, aponta pesquisa

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 26/09/2019

1 MIN DE LEITURA

0
6

Um grupo de cientistas encontrou vasilhas de argila similares a mamadeiras em túmulos de bebês pré-históricos, o que demonstra, pela primeira vez, que eles eram alimentados com leite de ruminantes quando deixavam de ser amamentados. Pequenos recipientes de argila com bico e de um tamanho que permitia a um bebê segurá-los com a mão apareceram pela primeira vez na Europa durante o período Neolítico (por volta de 5.000 anos antes de Cristo) e se disseminaram na Idade do Bronze e na do Ferro.

Arqueólogos supunham que estes recipientes servissem para dar de beber a bebês, mas sem ter provas. Poderiam também ter sido usados para alimentar doentes, idosos ou portadores de deficiência.

Para ter certeza, uma equipe de pesquisadores analisou três itens encontrados em cemitérios na Baviera (Alemanha), dois dos quais datavam de 800 a 450 a.C., e o terceiro de um sítio de 1.200 a 800 a.C. Todos foram enterrados junto com crianças de 0 a 6 anos de idade.

Análises químicas dos resíduos de lipídios contidos nestes recipientes revelaram a presença de ácidos graxos de origem animal, confirmando que os bebês bebiam leite animal durante o desmame ou como complemento ao leite materno, detalhou o estudo publicado nesta quarta-feira (25/09) na revista científica Nature.

“É a primeira prova direta do que os bebês bebiam leite de outra espécie durante a pré-história na Europa durante o desmame, disse à AFP, Julie Dunne, pesquisadora de arqueologia biomolecular da Universidade de Bristol (Reino Unido).

O fato de se encontrar “mamadeiras” dentro dos túmulos de crianças, junto com a análise química, “confirma que estes recipientes eram utilizados para alimentá-los com leite animal”, prosseguiu a cientista, autora principal do estudo. “Algumas destas ‘mamadeiras’ são quase brinquedos, tinham que fazer as crianças rir”, acrescentou ela. “Esta descoberta nos dá uma visão mais refinada de como as famílias pré-históricas geriam a alimentação infantil no momento do desmame, um período de risco para a criança”, explica.

A pesquisa também aponta que o leite animal, não pasteurizado, tinha mais riscos de contaminação do que o leite materno, mas seu uso se tornou possível com o aparecimento da agricultura e a pecuária.

As informações são agência de notícias francesa AFP. 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint