ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Balança comercial: Venezuela aumenta volume de compras de leite em pó brasileiro

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 07/08/2015

2 MIN DE LEITURA

0
0
A balança comercial de produtos lácteos teve um déficit de 1.400 toneladas em julho, redução de 82% no déficit em relação a junho. No entanto, em valor houve um superávit de cerca de 9 milhões de dólares em julho, uma reversão do déficit apresentado em junho, que havia sido de 17 milhões de dólares.

As importações sofreram uma queda de 9,2%, em valor (de US$ 39,4 milhões para US$ 35,7 milhões), enquanto as exportações tiveram aumento expressivo (104,8%, totalizando US$44,9 milhões), impulsionadas por uma maior demanda da Venezuela por leite em pó brasileiro.

Tabela 1 – Balança comercial de lácteos – julho de 2015.

Fonte: MDIC – Elaboração: MilkPoint Inteligência.

A evolução nas exportações em relação ao mês passado foi puxada pelo aumento do volume exportado de leite em pó integral, que subiu de cerca de 3.000 toneladas em junho (US$17,1 milhões) para cerca de 6.500 toneladas em junho (US$38,1 milhões, a um preço médio de US$5.828/ton), com praticamente todo o volume destinado ao mercado venezuelano.

Os principais produtos importados foram o leite em pó integral (US$14,6 milhões, baixa de 25,7% sobre junho, a um preço médio de US$2.933/ton), queijos (US$ 8,9 milhões, -2,1%) e leite em pó desnatado (US$ 4,7 milhões, -25,2%, a um preço médio de US$2.685/ton).

As importações de leite em pó, tanto integral quanto desnatado, tiveram origem majoritariamente do Uruguai (59,0%), seguido por Argentina (41,0%). Neste mês, as importações provenientes da Argentina voltaram a crescer, após um mês de expressiva queda, enquanto as do Uruguai apresentaram queda.

Gráfico 1 – Origem das importações de leite em pó brasileiras

Fonte: MDIC; Elaboração MilkPoint Inteligência.

Analisando as quantidades em equivalente-leite (a quantidade de leite utilizada para a fabricação de cada produto), a quantidade importada foi de 83 milhões de litros em julho, queda de 14,4% em relação a junho. Já as exportações em equivalente-leite tiveram alta de 107,2%, totalizando 70 milhões de litros.

De janeiro a julho deste ano, o déficit acumulado da balança comercial de lácteos em equivalente-leite é de cerca de 358,5 milhões de litros, é maior que o dobro do apresentado no total de 2014, que foi de 159 milhões de litros. No entanto, com o crescimento das compras da leite em pó brasileiro pela Venezuela fizeram com que julho fosse o melhor mês para a balança comercial brasileira de lácteos, em equivalente-leite, desde abril de 2014.

O gráfico 2 a seguir apresenta este cenário, mostrando o histórico do saldo da balança de lácteos 2014 x 2015.

Gráfico 2 - Saldo mensal da balança comercial de lácteos em equivalente leite (milhões de litros/mês).

Fonte: MDIC – Elaboração: MilkPoint Inteligência.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint