ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Argentina: captação de leite aumentou em 12,9% em junho, sobre 2010

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 08/08/2011

MENOS DE 1 MIN DE LEITURA

1
0
A captação de leite da Argentina no mês de junho foi de 592,99 milhões de litros, apresentando alta de 12,9% com relação ao mesmo mês de 2010 (525,29 milhões de litros), de acordo com informações fornecidas pelo Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca (MAGyP). Em relação ao mês de maio, o volume captado foi 5,5% maior.

Nos primeiros seis meses do ano, a captação total acumulada foi de 3,34 bilhões de litros, 15,94% a mais do que no mesmo período de 2010, quando foram captados 2,88 bilhões de litros. Os dados são provenientes de uma pesquisa feita com mais de 20 indústrias de lácteos, que em 2007, representaram aproximadamente 64% do total da produção argentina de leite.



1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

GUILHERME ALVES DE MELLO FRANCO

JUIZ DE FORA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 09/08/2011

Prezados Senhores: Tudo nos leva a crer na presença de "dupping", já que as condições climáticas adversas para a época e a maciça presença de criação extensiva de gado de leite não permitiriam esta aumento. Temo que a conexão com leite advindo da Europa esteja, irremediavelmente, notória neste cenário. Pena que nossa Política Exterior, neste aspecto, seja tão fraca e opte, antes de proteger ao produtor nacional, pelas "buenas relaciones con nuestros hermanos sudamericanos". Quem sofre com todo este marasmo somos nós, que teimamos em produzir leite de qualidade no Brasil, órfãos de qualquer mecanismo que nos garanta, pelo menos, sobreviver condignamente.





GUILHERME ALVES DE MELLO FRANCO


FAZENDA SESMARIA - OLARIA - MG
MilkPoint AgriPoint