ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Altos e baixos do leite não impedem crescimento

GIRO DE NOTÍCIAS

EM 27/07/2011

1 MIN DE LEITURA

0
0
Cheia de altos e baixos, a atividade leiteira no país continua progredindo ano a ano. Nichos de alta tecnologia convivem ainda com uma pecuária rudimentar. Mesmo assim o mercado brasileiro de leite e produtos lácteos faturou, em 2010, R$ 44,5 bilhões, segundo estudo realizado pela Leite Brasil. Esse número representa um crescimento de 17,1% em relação a 2009, quando foram registrados R$ 38 bilhões. A Leite Brasil é presidida por Jorge Rubez, um pecuarista de muita estrada e cuja fazenda fica em Cruzeiro (SP).

Segundo a Leite Brasil, o segmento da cadeia do leite e derivados que mais cresceu em 2010 foi dos produtos informais (+35,1%), em função da ampliação dos preços médios, seguido pelo de queijos e requeijão (+24,1%) e pelo leite em pó (+22,7%). Já o crescimento do leite longa vida (+5,1%) acompanhou a inflação, mas seu faturamento ficou em primeiro lugar entre os produtos sob inspeção. O leite pasteurizado foi o único segmento que apresentou queda de faturamento (-3,3%).

O levantamento da Leite Brasil indica ainda que, considerado apenas o volume de leite e produtos lácteos inspecionados, o setor contabilizou em 2010 um faturamento de R$ 33,9 bilhões. Assim, o segmento leiteiro ficou atrás apenas dos setores de carne e açúcar, que faturaram no mesmo ano R$ 66,4 bilhões e R$ 37 bilhões, respectivamente, segundo dados da Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia).

O principal diferencial entre esses setores, de acordo com a Leite Brasil, é que os segmentos de carnes e açúcar são fortes no mercado externo, enquanto o de leite e derivados é predominantemente abastecedor do mercado interno, com 99% de suas receitas originadas no Brasil. Ou seja, praticamente os 30 bilhões de litros de leite produzidos anualmente no país são consumidos aqui mesmo.

As informações são do Globo Rural, resumidas e adaptadas pela Equipe MilkPoint.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint