Top 100 – MilkPoint

Os 100 maiores produtores de leite do

Brasil em 2001

Clique aqui para fazer o download do TOP 100 em formato PDF. Importante: é necessário o software Acrobat Reader para poder visualizar o arquivo. Se você não tem o Acrobat Reader instalado em seu computador, clique no link no final desta página para fazer, gratuitamente, o download.

INICIATIVA

O Levamento Top 100 foi uma iniciativa do site MilkPoint, visando conhecer quais são e aonde estão os maiores produtores de leite do Brasil, suprindo uma lacuna de informação existente no setor e permitindo que se acompanhe, no âmbito dos grandes produtores, as alterações da chamada "geografia do leite no país".

O levantamento, inédito, foi realizado nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro por nossa equipe, contando com a colaboração de centenas de leitores e diversas empresas, tornando possível a publicação da listagem dos 100 maiores produtores de leite, de acordo com a metodologia descrita abaixo.

Esta iniciativa contou com o apoio das empresas Boehringer Ingelheim, DeLaval e Elanco Saúde Animal, às quais agradecemos pela aposta certeira no sucesso da iniciativa.


METODOLOGIA ADOTADA

O levantamento contou com duas fases distintas:

- Levantamento preliminar
- Checagem e autorização para publicação

No Levantamento Preliminar, divulgamos no site MilkPoint a iniciativa, visando receber contribuições por parte dos leitores do site. Nesta etapa, recebemos cerca de 280 sugestões de fazendas que poderiam estar ranqueadas entre as 100 maiores, tendo como base uma produção mínima diária estimada de 3000 litros, que seria um valor aproximado que consideramos próximo do valor produzido pela centésima classificada.

Paralelamente, contactamos os principais laticínios do país, visando coletar as informações dos maiores produtores de leite que comercializam sua produção para estes laticínios, bem como procuramos em revistas e jornais do setor, nos últimos 4 anos, referências sobre produtores de grande porte, não relacionados pelos leitores ou pelos laticínios.

Nesta fase, nosso objetivo era ter uma produção aproximada, para então passar à fase de checagem, visando obter os dados consolidados de 2001.

Na Fase de Checagem, contactamos individualmente os produtores selecionados, visando confirmar a produção e os dados básicos (nome da fazenda, município, tipo de leite, laticínio que entrega) e pedir autorização para publicação dos dados.

Como critério, adotamos a produção comercializada em 2001, e não a produção bruta, embora reconhecendo que esta arbitrariedade reduzirá, em maior ou menor grau, o volume produzido de leite em cada unidade produtora. A razão deste critério é que, durante o levantamento, notamos que muitas fazendas não tinham com precisão o leite consumido internamente ou descartado, de forma que teríamos um dado distorcido. Com o critério da produção comercializada, trabalhou-se em cima de um dado mais objetivo.

ABRANGÊNCIA

Em função da necessidade de contato individualizado e autorização para publicação, temos ciência de que determinado número de produtores que estariam na lista dos 100 maiores acabaram por não ser incluídos. Pelos nossos cálculos, ficaram de fora:

Sendo assim, é possível que cerca de 35 produtores poderiam fazer parte da lista dos 100 maiores, mas não foram incluidos.

Além disto, é possível que outros nomes ainda tenham ficado de fora da lista, uma vez que podem não ter sido indicados por nenhuma fonte. Caso venhamos a ter contato com algum produtor nesta situação, a lista poderá ser atualizada mediante autorização do produtor.

Por fim, levantamos a produção de outros 20 produtores que autorizaram a divulgação, mas que não tiveram produção suficiente para fazer parte da lista dos 100 maiores.

OBSERVAÇÕES FINAIS

Levando-se em conta o pioneirismo da iniciativa, a qual pretendemos reeditar em 2002, consideramos o levantamento um grande sucesso e, para que isso tenha sido possível, foi fundamental o empenho de nossa equipe e a colaboração dos nossos leitores e empresas de laticínios.

TOP 100 - MILKPOINT - 2001

CONTINUAÇÃO

DESTAQUES INDIVIDUAIS

A Fazenda Bela Vista, de Olavo S. Barbosa, manteve-se no topo, seguida pela Agrindus e pela Fazenda Colorado, de Lair Antônio de Souza, os três de São Paulo e produzindo leite tipo A. Na quarta posição aparece uma novidade, a Agropecuária Palma, de Luziânia (Goiás), também produtora de leite A. Aliás, esta foi uma característica interessante do levantamento: 14 das 100 maiores fazendas produzem leite tipo A, embalado na própria fazenda, e outras 4 fazem outros derivados, como queijos finos e doces, sugerindo que a verticalização da produção tem uma boa relação com o módulo de produção.

Há pelo menos 3 grandes projetos em implantação neste momento: a Fazenda True Type, em Minas Gerais, que planeja produzir mais de 30.000 litros/dia, mas que não foi incluída pelo fato de não estar ainda produzindo; a Fazenda Vitória, em Santa Catarina, que iniciou atividades em abril de 2001 e que deve subir significamente no ranking para o próximo ano e um projeto de grande porte em Campo Grande (MS), mas que está ainda em início de desenvolvimento, embora pretenda ter algo em torno de 10.000 vacas em lactação, a pasto, em seu final, o que significaria a maior fazenda do país.

SUDESTE LIDERA

A tabela abaixo traz os dados compilados por região e estado. Sul e Sudeste reúnem nada menos do que 94 das 100 maiores fazendas do país, sugerindo que, apesar da movimentação do leite para outras regiões, especialmente Centro-Oeste, as grandes fazendas ainda estão localizadas majoritariamente nas bacias tradicionais.

Entre os estados, Minas Gerais continua líder, com 39% das maiores fazendas, seguido de São Paulo, com 29% e Paraná, com 17%. Goiás, o segundo maior produtor de leite, emplacou apenas 3 fazendas de leite entre as 100 maiores do país.

A região Nordeste teve 3 fazendas entre as 100 maiores e a região norte, nenhuma.

FAZENDAS POR ESTADO/REGIÃO

NÚMERO DE FAZENDAS RANQUEADAS POR LATICÍNIO

PRODUTORES POR TIPO DE LEITE PRODUZIDO

 

EQUIPE RESPONSÁVEL PELO LEVANTAMENTO

Marcelo Pereira de Carvalho (coordenação geral)

Gabriela Fazio

Miguel Cavalcanti

Helen Gropo

Ana Carolina Schirner

CONTATO

Fone 19 3422-3539

top100@milkpoint.com.br

www.milkpoint.com.br

AGRADECIMENTOS

Agradecemos as seguintes pessoas e empresas (em ordem alfabética), que contribuiram com o projeto, além dos produtores que nos enviaram suas produções:

APOIO

Para fazer o download do Acrobat Reader, clique aqui.