ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Os benefícios da pecuária sustentável

NOVIDADES DOS PARCEIROS

EM 01/08/2011

4 MIN DE LEITURA

0
0
Por Evandro Schilling, Gerente de Produtos da GEA Farm Technologies do Brasil, empresa especializada em soluções para a pecuária


Basta folhear qualquer jornal ou revista para obtermos informações sobre uma das principais preocupações do momento - a sustentabilidade. Mas como diversos líderes mundiais estão se mobilizando para procurar soluções para este problema, que atinge indiscriminadamente a todos os países, as ações individuais são desnecessárias, certo? Errado! As ações individuais, especialmente no campo, são mais do que necessárias, são fundamentais para conseguirmos mudar essa realidade e melhorar a qualidade de vida do nosso planeta.

Engana-se quem pensa que produzir leite de qualidade, buscar baixo custo na produção, garantir a excelência do produto e a saúde dos animais são as únicas atividades de uma propriedade leiteira. Na atual conjuntura que vivemos, as preocupações de um produtor de leite precisam ir além dos rígidos padrões de qualidade que devem ser seguidos. Hoje, o mercado está exigindo uma nova postura dos pecuaristas, onde o respeito ao meio ambiente e ao conforto dos animais são fatores preponderantes e que caminham lado a lado.

No que diz respeito aos cuidados ambientais, a água é o insumo mais importante em uma fazenda. Além de ser parte fundamental da dieta das vacas, a água é usada também na limpeza da propriedade, higiene dos animais e irrigação e, por sua grande importância para o dia a dia da propriedade, ela deve ser preservada e protegida de contaminações. Para isso, é preciso desenvolver projetos completos e inteligentes de manejo e transporte dos dejetos, de modo a garantir a qualidade das águas e também do solo.

O manejo sustentável dos dejetos, além de gerar benefícios para o meio ambiente - já que evita o contágio do solo e da água e reduz as emissões de metano na atmosfera, também proporciona economia financeira. Com um bom sistema de coleta e transporte destes dejetos e com a utilização de um separador de sólidos, (solução acessível aos produtores e com ótimo retorno do investimento), é possível a reutilização dos dejetos como fertilizante, seja por ferti-irrigação da parte líquida ou por aplicação do composto orgânico (sólidos). Neste caso, o produtor consegue uma importante diminuição da aplicação de fertilizantes químicos, garantindo economia e auxiliando na redução de outro grande problema enfrentado pelos produtores: o descarte das embalagens desses químicos.

Seguindo o exemplo de propriedades dos Estados Unidos, da França e da Holanda, que independente do tamanho e da produtividade, são bastante avançadas tecnologicamente nesses aspectos, projetos pioneiros já estão sendo implementados no Brasil. Mas, ainda assim, a preocupação com a sustentabilidade das fazendas ainda é recente, exigindo do governo ações, apoio e aporte econômico aos produtores para fomentar o investimento nesta área.
Além dos cuidados com o meio ambiente, outra tendência também está se configurando perante a pecuária moderna: o conforto dos animais. Este quesito vem aperfeiçoar as práticas de bem-estar animal - conceito tão difundido e valorizado nas propriedades e responsável por garantir a integridade do rebanho e a produtividade da fazenda.

O conforto dos animais merece atenção especial por parte dos pecuaristas. Alguns cuidados que, na maioria das vezes, não representam um investimento muito alto, podem proporcionar um grande aumento na produtividade. As vacas que possuem um ambiente bem preparado, com ventilação e higiene, se estressam menos, comem e bebem com mais freqüência e ficam mais dispostas e saudáveis. É este conjunto de fatores que induz uma maior produção e uma melhor qualidade do leite.

Mas, além de contribuir para um aumento significativo da produtividade, a preocupação com o conforto dos animais fomenta outra grande discussão dos nossos dias: o consumo consciente. Um bom exemplo são novamente os europeus, que buscam informações sobre as condições de produção dos alimentos antes de comprá-los e mais de 60% da população dá preferência aos produtos produzidos sob as normas de bem-estar animal.

No Brasil, os pecuaristas contam com a Instrução Normativa nº 56 do MAPA, que está em vigor desde novembro de 2008, e visa estabelecer os procedimentos gerais de Recomendações de Boas Práticas de Bem-Estar para Animais de Produção e de Interesse Econômico - REBEM, abrangendo os sistemas de produção e o transporte. As orientações, relacionadas a manejo, dieta, instalações e transporte de todos os animais de produção, tinham como objetivo evitar que o produto brasileiro sofresse restrições nos mercados de países importadores, mas hoje já norteiam as decisões de parte dos consumidores internos, que se preocupam com a questão ambiental.

Hoje, os produtores de leite, bem como aqueles que atuam na bovinocultura de corte e na suinocultura, podem contar com avançadas soluções em tratamento e transporte de dejetos e conforto animal. São sistemas de limpeza para Free Stalls e de bombeamento de dejetos, agitadores, separadores de sólidos e bombas para lagoas, elétricas, verticais e articuladas. Fora outras soluções que trouxemos no âmbito do bem-estar animal, como camas, colchões, ventiladores, contenções e canzil. Os sistemas de ventilação, por exemplo, proporcionam conforto térmico aos animais, estimulando a sua produtividade. Já os colchões, dispensam as convencionais camas de areia, que são contaminadas com muito mais facilidade e também demandam, além do alto custo de reposição, uma maior quantidade de água para a separação dos dejetos.

Portanto, os pecuaristas devem se atentar aos benefícios das novas tecnologias que aliam produtividade com sustentabilidade. Atualmente, atitudes sustentáveis e conscientes se tornaram diferenciais extremamente apreciados pelo mercado interno e externo. Bom para a natureza, bom para o produtor e bom para a humanidade.

Para saber mais entre em contato pelo box abaixo:

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint