ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Conheça a Fazenda São Pedro - "Projeto leite a pasto"

NOVIDADES DOS PARCEIROS

EM 14/03/2007

7 MIN DE LEITURA

0
0

1. Histórico

A fazenda São Pedro, situada no município de Fernandópolis-SP, tem sua escritura datada do ano de 1914, sendo sua área total de 1.452 ha. Tem como foco duas atividades: a cana de açúcar e a pecuária leiteira.

A pecuária leiteira há muitas décadas faz parte das atividades da propriedade. Inicialmente, a produção de leite era manual e realizada em 10 retiros, transportando o leite em charretes. Hoje, conta com uma sala de ordenha onde são ordenhadas 1.000 vacas, produzindo 13.500 litros de leite por dia.

Atualmente a área da Fazenda está distribuída da seguinte forma:

 

 

  • Produção de cana: 753 ha.



  •  
  • Pecuária Leiteira:

  • - Pastagem Vacas de leite: 160 ha
    - Pastagem Vacas Secas e novilhas prenhes: 106 ha
    - Pastagem Cria e Recria: 111 ha
    - Área de Produção de Silagem (reforma de canavial ou arrendamento): 200 ha
     



    2. Sala de ordenha

    Um moderno centro de ordenha foi construído em 2002, em substituição ao anterior que esteve em operação por trinta anos. Para maior eficiência, adotamos o modelo espinha de peixe 50 graus com 24 postos em cada lado e rendimento de 180 vacas/hora. O projeto da ordenha, totalmente voltado a exploração de leite a pasto, está adequado ao clima tropical brasileiro e ao nível de investimento compatível com a atividade.

    Os animais são encaminhados dos pastos (verão) e do confinamento (inverno) para a sala de ordenha em lotes de acordo com a produção, sendo que as melhores vacas são ordenhadas nas horas mais frescas do dia.

    A equipe que trabalha na sala de ordenha é composta por 14 pessoas, divididas em dois grupos, que trabalham em turnos alternados, sendo 4 ordenhadores, 1 tratador, 1 condutor do gado à ordenha e 1 folguista; após a ordenha, 3 mulheres fazem a limpeza do local e equipamentos em regime de meio expediente.

    Dentro da sala ocorrem os seguintes procedimentos:

  • Pré Dipping

  • Teste da Caneca Telada

  • Ordenha

  • Pós Dipping



  •  
  • Os animais recebem concentrado a base de milho e/ou polpa cítrica, farelo de soja e/ou farelo de algodão, núcleo mineral e uréia na sala de ordenha, obedecendo o seguinte critério:



  •  
  • Verão: Todo concentrado é fornecido na sala, sendo 1 kg para cada 3 litros de leite produzidos, acima de 7 litros/dia.



  •  
  • Inverno: Parte do concentrado na sala (0,5 kg/ordenha) e a outra parte na dieta total.



  •  
  • Na saída da sala, na época do verão, os animais retornam aos pastos e, no inverno, são encaminhados ao confinamento, salvo no período noturno, quando podem ir para as pastagens, dependendo do estado geral dessas.

    3. Produção de forragens

    Pastagem

    A área de pastagem destinada às vacas em lactação está formada com Capim Colonião e Mombaça, com idade média de 15 anos.

    Anualmente é realizada no mês de março a coleta de amostras de solo em toda a área de pastagem, na profundidade de 0-20 cm.

    Após o resultado, é realizada a calagem superficial quando necessária nos meses de abril e maio, aproveitando as últimas chuvas. Em geral são aplicados anualmente de 1 a 2 ton./ha de calcário.

    No mês de setembro é realizada a fosfatagem, baseada nos resultados das análises de solo, onde ainda for necessário.

    Logo após o primeiro pastejo (dependendo do início das chuvas), são aplicados em média 150 a 200 kg/ha da fórmula 20-00-20, também baseado nos resultados das análises de solo.

    Anualmente são realizadas as análises bromatológicas das forragens. Os resultados expressos em Matéria seca são: Capim Colonião tem apresentado 14% de PB e o Capim Mombaça, 17% de PB.

    Toda a pastagem é manejada respeitando a altura de entrada e saída preconizada para a variedade.

    Existe uma preocupação quanto ao sombreamento das áreas de pastagem e anualmente são plantadas árvores.

    Silagem e cana crua

    A área destinada para a produção de silagem é em torno de 200 ha/ano, plantada em área de reforma de canavial, sendo utilizada geralmente a silagem de milho ou sorgo e corte de cana crua diária.

    A produtividade média no milho é de 35 ton./ha/MV.

    Para balizar a formulação do concentrado que fará parte da dieta total são realizadas periodicamente análises bromatológicas das silagens.

    4. Melhoramento genético

    O projeto da Fazenda é alcançar a média diária de produção de 15 litros/dia com 1.200 vacas em lactação. A Inseminação Artificial é utilizada na Fazenda há mais de 30 anos.

    Há 16 anos o rebanho era composto por 15% de animais de sangue Girolando e 85% de animais Pitangueiras. Após esse período todos os animais foram inseminados com sêmen de touros Holandeses provados.

    O "Pacote Genético" da Fazenda está em constante aprimoramento. Cruzamentos entre as raças Holandesa, Jersey e Gir Leiteiro formam atualmente um tripé importante para obtenção de animais adaptados a exploração de leite em manejo de pastagem em regiões de clima tropical. Também, a partir de 2001, introduzimos o Jersey inseminando alguns animais 15/16 Holandês.

    O objetivo é avaliar o desempenho produtivo, reprodutivo e econômico dos animais frutos de todos acasalamentos.

    A pressão de seleção é intensa e ocorrem descartes, seja para abate (80 animais/ano) ou para vendas em pé. Anualmente são colocadas para venda 180 vacas de leite com produção em torno de 4.000 litros/lactação, desde que não apresentem nenhum problema físico/sanitário, alem de 150 novilhas com prenhês positiva.

    5. Cria e recria

    Quando ocorre o parto, o bezerro permanece 24 horas com a mãe, após o que é transportado até o bezerreiro. Em média, ao nascimento, as fêmeas pesam 32 kg.

    No primeiro mês a bezerra recebe 4 litros de leite/dia, divididos em 2 refeições, e de 30 a 50 dias somente recebem 4 litros, um vez ao dia, no período da tarde. O desaleitamento ocorre ao 50º dia de forma abrupta, nesta fase já estão consumindo em torno de 1 kg/dia de concentrado. A silagem entra na dieta após os 60 dias de vida, apenas no período seco.

    O bezerreiro é composto por diversos piquetes a céu aberto, formados por gramíneas do gênero "Cynodon", dispostos de uma forma que os animais mais jovens (0-50 dias) ficam mais próximos do local em que recebem o leite.

    Após os 8 meses de idade as novilhas são agrupadas em lotes maiores (100 a 150 animais). O objetivo é que aos 16-20 meses estejam pesando 350 kg para que sejam inseminadas.

    6. Vacas em lactação

    Passadas 24 horas após o parto, o animal é levado calmamente até o Retiro 09, local da sala de ordenha.

    Os animais são divididos em 09 lotes de produção, devido principalmente à disposição das pastagens na Fazenda. Os lotes são compostos por animais que produzem até 7 litros de leite/dia até o lote de animais acima de 26 litros/dia.

    A cada 30 dias é realizado o controle leiteiro de todos os animais e os resultados são utilizados para balizar a formação dos lotes de produção (uma vez ao mês) e secagem da vacada em lactação (duas vezes ao mês).

    Após a secagem, todos os animais recebem antibióticos específicos para o período seco (terapia da vaca seca).

    7. Vacas secas

    As vacas e novilhas prenhes ficam estabelecidas até o parto no retiro 04.

    Durante o período de outubro a abril (safra), os animais permanecem nas pastagens de colonião e recebem no cocho 2 kg/dia de concentrado. Já no período da entressafra, os animais recebem uma dieta total (silagem e concentrado).

    Uma pessoa é responsável pelas observações diárias dos animais e pelos 90 partos mensais que ocorrem em média durante o ano na Fazenda.

    8. Controles

    Todas as informações como: partos, cios, produção de leite, mortalidade, problemas metabólicos e reprodutivos etc., alimentam o programa de computador INTERHERD, o qual fornece subsídios para as tomadas de decisões, através da emissão de relatórios.

    9. Sanidade

    São adotados os seguintes procedimentos sanitários:



  •  
  • Vacinações: Aftosa, brucelose, leptospirose, IBR;

  • Controle de endo e ecto - parasitas.



  •  
  • 10. Índices e metas
     


    Nossa meta é atingir 1200 vacas em lactação/dia, produzindo 6,5 milhões de litros de leite/ano e aumentar significativamente a venda de vacas e novilhas leiteiras.

    A Fazenda São Pedro realizará leilão nesse sábado, 17/03. Clique aqui para maiores informações.

 

 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint