ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Caso de sucesso: "Prevenção contra mastite, é um dos melhores investimentos que eu faço!"


Fazenda "GRANJA FLORINDA, CARLOS BARBOSA-RS", introdução descritiva:

Proprietários: Berbadete Baldasso (na foto) e Dirceu Baldasso.
130 vacas em lactação.
Produção diária: 3970 litros/dia. Produção média por animal: 30.6 L/dia.
Sistema Free Stall com cama de serragem.
CCS antes de começar a utilizar a vacina TOPVAC® contra a mastite bovina: 1.200.000.
CCS dps de utilizar a vacina TOPVAC®: 450.000.
Mastite clínica reduziu de 10% para 2%.
Protocolo utilizado: Massal.

Quais são na sua opinião, os principais problemas relacionados com a qualidade do leite e prejuízos econômicos que a mastite causa?

Perda de produção de leite pela elevada contagem de células somáticas. Precificação menor devido a baixa qualidade do leite.


Quando você começou a vacinação para prevenir a mastite? O que a levou a tomar esta decisão?

Começamos a vacinação com o objetivo de alcançar uma melhor precificação do leite, pois tínhamos um grande volume de produção, mas com CCS alta, isso impactava economicamente e além disso deixava as vacas mais sensíveis a qualquer bactéria, o que causava uma alta porcentagem de mastite clínica.



O que você pensou, quando te explicaram que existia uma vacina para a prevenção de mastite?

Meu pensamento foi simples, se existem vacinas para: clostridioses, aftosa, lepstospiroses, IBR/BVD, por que ainda não existe vacina contra mastite? Portanto com esta ferramenta, tenho vacas mais saudáveis: menos doenças = mais retorno econômico!


O que te chamou atenção no produto, e por que decidiu usar a vacina TOPVAC® contra a mastite bovina?

Como o maior problema que aparentava ser de mastite ambiental, o que chamou atenção foi como a vacina controlava as mastites clínicas por E. coli e por Coliformes também. Além disso, hoje as mastites que ocorrem, que são pouquíssimas, são bem mais leves. Após o tratamento as vacas retornam a produtividade normal muito mais rápido.


Quais foram os principais benefícios que obteve com a vacinação?

Redução da CCS e o atingimento da faixa de bonificação, proporcionando um melhor preço pelo litro de leite, menos animais descartados por mastites recorrentes e/ou alta CCS e aumento de produção, pois os animais ficaram mais sadios.


O que você diria a um produtor que não sabe se inicia a vacinação, para prevenir a mastite em sua propriedade?

Diria para utilizar mesmo que não tenha CCS alta e/ou elevadas taxas de mastite clínica, pois existem vários pontos do sistema de produção de leite que podem contaminar o úbere, acarretando em mastites clínicas ou sub-clínicas. Prevenção contra mastite, é um dos melhores investimentos que eu faço!



Para mais informações, entre em contato através do box abaixo!

0

COMENTÁRIOS SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Seu comentário será exibido, assim que aprovado, para todos os usuários que acessarem este material.

Seu comentário não será publicado e apenas os moderadores do portal poderão visualizá-lo.

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.