ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Boostin: uma excelente ferramenta de lucratividade para o produtor de leite

Boostin é uma Somatotropina Bovina que é uma excelente ferramenta de lucratividade para o produtor de leite, atuando:

- no aumento da produção de leite de vacas sadias através da inibição da morte celular dos alvéolos produtores de leite.

- no melhor aproveitamento da alimentação fornecida ao animal gerando um menor custo de produção por litro de leite.

- impacto ambiental positivo - Diminuição de Fezes, da emissão de metano, Nitrogênio e Fósforo, por exemplo.

O produto vem sendo estudado há mais de 25 anos e sempre foi considerado completamente seguro para animais e para o ser humano.

Acesse o experimento sobre a "Avaliação de dois diferentes rBST na produção de leite e nos parâmetros reprodutivos de vaca de leite no Brasil." pelo box ao lado e confira o resultado!

 


Download arquivo

Para saber mais entre em contato pelo box abaixo:

9

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

GENÉCIO FEUSER

EM 09/10/2018

É comum em muitas propriedades rurais faltar energia elétrica, as vezes retornando só apos 12 horas ou mais, eventualmente 24, 36 horas. O acontece com o produto BST? Pode ser usado ou fica prejudicado o seu uso?
GENÉCIO FEUSER

EM 09/10/2018

Qual é o posicionamento da Embrapa a respeito da aplicação de hormônios?
ESTÉFANI GANDOLFI

EM 27/09/2018

Olá, gostaria de adquirir o produto!
LAERTE FREITAS

EM 21/09/2018

Quero saber como fica a fertilidade das vacas q recebem o tratamento melhora ou piora ?
VANESSA MASSON

CAMPINAS - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 21/09/2018

Bom dia Sr Laerte!
O rBST é um promotor de produção que transfere a partição dos nutrientes que são mais utilizados na síntese do leite. Seus efeitos estão ligados ao direcionamento do uso de nutrientes absorvidos, o que envolve coordenação do metabolismo de vários órgãos e tecidos do corpo. A somatotropina tem um efeito único no estímulo de desenvolvimento da glândula mamária e da lactação. Uma vez que os elementos do leite são provenientes do sangue, a taxa de síntese do mesmo é intimamente dependente do fluxo sanguíneo que chega à glândula mamária, propiciando uma melhor absorção de nutrientes. Desta forma o aumento da produção de leite é, em parte, devido ao aumento do metabolismo de glicose. Como resultado, a produção de leite aumenta, sem que haja alterações na composição do leite e não ocorra nenhum problema com os animais.
Em relação à reprodução, as vacas estando com escore corporal ideal, e com uma dieta balanceada, a somatotropina, que será transformada pelo fígado em IgF 1, assim como age na glândula mamária, atua também nos ovários melhorando a qualidade dos oócitos e diminuindo a morte embrionária, por melhorar o crescimento do embrião (hormônio de crescimento). Diversos trabalhos científicos estão publicados, com resultados bastante consistentes.
Fico a disposição para esclarecer qualquer dúvida a mais. Vanessa
ALBERONE JOSÉ DE OLIVEIRA CARRIJO

MINEIROS - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 23/07/2018

Pode ocorrer de o animal ficar dependente do medicamento para sempre produzir leite?
VANESSA MASSON

CAMPINAS - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 24/07/2018

Olá Sr Alberone,
Não se preocupe! Não há o menor risco de haver qualquer tipo de dependência com o uso do Boostin. A somatoropina bovina recombinante (rbST) é biologicamente idêntica ao hormônio natural produzido pelo próprio animal. A queda natural de leite, que acontece nas vacas durante a lactação, continuará, porém de uma maneira mais lenta, pois o rbST prolonga a vida útil das células produtoras de leite.
Em momento algum a vaca deixa de produzir somatotropina, inclusive, caso o senhor comece aplicar e interrompa no meio da lactação, as vacas continuam sua produção nos mesmos parâmetros que estariam se não estivessem recebendo rbST.
Caso tenha mais alguma dúvida, estamos a disposição! Forte abraço, Vanessa
EM RESPOSTA A VANESSA MASSON
MURIEL ISRAEL CARNEIRO DOS ANJOS

SALVADOR - BAHIA - PRODUÇÃO DE OVINOS

EM 24/08/2018

Bom dia, são necessárias quantas aplicações por vaca? Pelo artigo da a entender que são 4 aplicações por animal/ciclo produtivo. Procede?
EM RESPOSTA A MURIEL ISRAEL CARNEIRO DOS ANJOS
VANESSA MASSON

CAMPINAS - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 24/08/2018

Olá Muriel!
A indicação do uso de Boostin (rbST) é de se inciar a partir de 60 dias em lactação (em vacas sadias e se alimentando normalmente), sendo reaplicado a cada 14 dias até o final da lactação. Normalmente os produtores aplicam até 15 dias antes da previsão de secagem das vacas, para auxiliar na diminuição da produção do leite, o que facilita o manejo de secagem.
O artigo que você citou é sobre um experimento realizado onde 4 aplicações foram acompanhadas para comparar a produção de leite entre as duas formulações disponíveis no mercado. A fazenda onde o experimento ofi realizado, iniciou e continuou suas aplicações normalmente, conforme explicado acima.
Fico a disposição para qualquer esclarecimento a mais, um forte abraço, Vanessa