ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Utilize suplementos concentrados com eficiência técnica e econômica

NOTÍCIAS AGRIPOINT

EM 31/07/2009

3 MIN DE LEITURA

0
0
De que forma se determina a porcentagem de proteína de uma ração? Por exemplo: Minhas vacas necessitam de uma ração com 19% de PB. Por que esse valor


"O teor de PB de uma ração é dado pela somatória dos teores de PB de cada ingrediente, considerando a participação percentual de cada um. A necessidade de PB de uma vaca é dada pelo seu estado fisiológico e nível de produção. Esse teor também pode variar em função das características dos alimentos. Por exemplo, vacas saudáveis, produzindo em torno de 20 kg de leite ao dia necessitam de rações com cerca de 15% PB."

 

 

Quando coloco os animais no pastejo, no início do verão, quando estão saindo do manejo de dieta a base de silagem e ou cana, ocorre que os animais não querem pastejar o tifton e ou mombaça. O que está acontecendo e o que fazer para que as vacas pastejem e minimizem a queda na produção?


"Toda mudança de dieta dos animais deve ser feita de forma gradativa. Conforme você diminui a quantidade de volumoso oferecida no cocho, inevitavelmente o animal busca uma fonte de alimento suplementar, no caso, o pasto.

Mas é muito importante que esse pasto seja oferecido a ele em boas condições, para que esse consumo seja maximizado. Pastagens de início de primavera muitas vezes estão passadas e com estrutura desfavorável para o pastejo dos animais. Por isso, preste atenção em como está o capim que as vacas estão observando na hora de comer."

 

 

 

****


Estas são algumas perguntas do fórum de debates do Curso Online Suplementação de Vacas Leiteiras a Pasto, realizado em 2008, e respondidas pelos instrutores do curso, Alexandre M. Pedroso e Marina de Arruda Camargo Danés.

Alexandre Mendonça Pedroso é engenheiro agrônomo, mestre e doutor em Ciência Animal e Pastagens pela ESALQ-USP, e consultor técnico em sistemas de produção de leite. Seu foco de trabalho é a nutrição e manejo de bovinos, com ênfase no manejo alimentar de vacas leiteiras em sistemas intensivos de produção (pasto e confinamento), suplementação estratégica de bovinos mantidos em pastagens, formulações de rações para bovinos leiteiros e de corte, interação nutrição x composição do leite.

Marina de Arruda Camargo Danés é engenheira agrônoma pela ESALQ-USP, com especialização em produção e nutrição de ruminantes e experiência em diversas fazendas. Foi coordenadora do Clube de Práticas Zootécnicas (CPZ), do Departamento de Zootecnia da ESALQ e realizou residência profissional na Nova Zelândia, em sistemas intensivos de produção de leite em pastagens. Atualmente cursa mestrado em Ciência Animal e Pastagens, na Esalq/USP, e participa do Grupo de Pesquisa em Nutrição de Bovinos, sob coordenação do Prof. Flavio A. Portela Santos.

Aprenda com estes experientes instrutores, na versão 2009 deste curso, que terá início no dia 24 de agosto, os principais conceitos sobre os temas: Sistemas de produção a pasto; Utilização do pasto; Utilização dos suplementos concentrados; Vale a pena suplementar?; Suplementando com eficiência.

Participe deste curso e esteja apto a:

 eficiência econômica: adquirir dicas para analisar quais suplementos proporcionam melhor retorno econômico;

 eficiência técnica: aprender as características das principais gramíneas tropicais, definindo quando e por que utilizá-las;

 identificar o potencial nutricional das pastagens e seu efeito para a produção de leite, adequando a composição nutricional com a exigência produtiva;

 conhecer os tipos de suplementos proteicos e energéticos que podem ser fornecidos aos animais, sabendo como utilizá-los na dieta;

 entender o coeficiente de substituição de pastagem por concentrado, mantendo as exigências nutricionais dos animais atendidas corretamente;

 responder a pergunta: "vale a pena suplementar?", utilizando adequadamente os recursos financeiros da fazenda.

Se você quer ter acesso aos seis módulos desse curso, e tirar suas dúvidas sobre os conceitos essenciais da suplementação de vacas leiteiras a pasto, inscreva-se agora mesmo!

Conheça a programação deste curso online e participe!

Para saber mais detalhes sobre este curso acesse a página Suplementação de Vacas Leiteiras a Pasto.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint