FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Estafilococos coagulase-negativo – mastite ou contaminação?

POR MARCOS VEIGA SANTOS

MARCOS VEIGA DOS SANTOS

EM 23/02/2001

0
0
Marcos Veiga dos Santos

O grupo de bactérias conhecido como estafilococos coagulase-negativo (ECN) pode ser considerado como um dos principais grupos de microrganismos isolados de amostras de leite de animais com mastite. A grande maioria dos pesquisadores não classifica os ECN como agentes ambientais ou contagiosos, designando-os como "flora oportunista da pele do teto", uma vez que estes agentes são normalmente encontrados na pele do teto, e daí podem ter acesso ao interior da glândula mamária resultando em infecção intramamária.

Estima-se que os ECN sejam a causa de infecções intramamárias em cerca de 10-20% dos quartos infectados, sendo que esta taxa de infecção é geralmente mais alta em animais de primeira lactação. As vacas adultas e as novilhas apresentam alta prevalência mastite causada por este tipo de agente após o parto, com rápido declínio dos casos após a 2a semana de lactação. A transmissão dos ECN entre animais é bastante rara.

Os ECN são agente de baixa patogenicidade, uma vez que as infecções se manifestam na forma subclínica, resultando em aumento da CCS em cerca de 2 a 3 vezes acima dos valores normais dos quartos sadios. Desta forma, o impacto na CCS do tanque é geralmente baixo.

Um ponto que merece atenção é que o isolamento dos ECN em amostras de leite não significa necessariamente que haja infecção na glândula mamária, pois estes microrganismos podem ser encontrados normalmente na pele do teto e, assim, a sua identificação pode significar uma contaminação no momento da coleta do leite. No entanto, o isolamento repetido dos ECN em um quarto específico pode significar a existência de uma infecção intramamária causada por este agente. Alguns pesquisadores esclarecem ainda que os ECN podem também ser isolados em associação com outros patógenos primários causadores de mastite.

Portanto, para uma maior segurança e precisão na interpretação dos resultados de cultura microbiológica do leite de quartos de vacas com mastite é de fundamental importância garantir que as amostras não sofreram contaminação com os ECN durante os procedimentos de coleta. Como recomendação geral para uma coleta de amostra de leite bem feita, é necessário que se tenha atenção especial na desinfecção da ponta do teto com algodão embebido em álcool e evitar o contato ente o tudo da amostra e a pele do teto. O isolamento freqüente de ECN em amostras de leite pode indicar, em algumas situações, que os procedimentos de coleta precisam ser corrigidos.

********


fonte: NMC Newsletter “Udder Topics” Agosto, 2000.

MARCOS VEIGA SANTOS

Professor Associado da FMVZ-USP

Qualileite/FMVZ-USP
Laboratório de Pesquisa em Qualidade do Leite
Endereço: Rua Duque de Caxias Norte, 225
Departamento de Nutrição e Produção Animal-VNP
Pirassununga-SP 13635-900
19 3565 4260

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.