FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Afecções podais: problema em todos os sistemas de criação

POR LUIZ GUSTAVO PARANHOS

OUROFINO SAÚDE ANIMAL

EM 10/04/2019

0
1

As afecções podais ou problemas de cascos consistem em uma enfermidade frequente tanto para bovinos de leite, como para bovinos de corte. Os prejuízos decorrentes deste problema vão além do econômico, causando também, redução da saúde e do bem-estar dos animais.

Independente do sistema de criação, extensivo ou confinado, as afecções podais irão surgir em algum momento da vida do animal. Isto porque, os animais passam por diversos desafios durante sua vida produtiva e manter os membros sempre saudáveis passa a ser uma tarefa difícil. Muito embora possamos ter problemas em animais jovens, as doenças de cascos são mais comuns em animais com idade avançada.

Diversos fatores podem ser responsáveis pelo aparecimento dos problemas de cascos em bovinos. Dentre eles estão o excesso de umidade, higiene deficiente, ausência de uso do pedilúvio, pisos abrasivos, traumas, falta de conforto nas instalações, problemas nutricionais, ocorrência de doenças sistêmicas e a predisposição genética (defeitos de aprumos). Ainda, é importante destacar que o manejo dos animais pode ser associado às afecções dos cascos, principalmente quando os animais permanecem por longos períodos em estação.

As consequências de tal enfermidade são muito variadas, pois dependendo do grau das lesões os impactos também variam, desde uma leve alteração no caminhar até mesmo uma redução na ingestão de alimentos, levando a emagrecimento e à redução na produtividade. Além disso, a vida produtiva do animal pode ser prejudicada, podendo esse ser descartado do rebanho. Se as lesões chegarem a um ponto muito severo o retorno à produtividade é incerto. Portanto o diagnóstico deve ser precoce reduzindo os possíveis impactos para os animais.

Diante da severidade de alguns tipos de lesões é importante estabelecer um protocolo de tratamento eficiente para evitar o agravamento do quadro. Estudos recentes avaliaram a eficácia da associação de Lactofur Maxicam 2% para tratamento de lesões graves de cascos. A associação de Lactofur e Maxicam 2% acelerou a epitelização total das lesões podais (úlceras de sola e parede) nas vacas tratadas. Nas imagens a seguir, podem-se observar casos graves de lesões de cascos que foram solucionadas com a utilização desses medicamentos:

Lesões de linha branca

Lesões de sola

Esse estudo mostrou que o tratamento com Lactofur e Maxicam 2% reduz o processo inflamatório e acelera a resolução de lesões podais graves, minimizando os prejuízos a elas associados.

Autor:

Marcelo Arne Feckinghaus E Janielen Da Silva - especialistas técnicos em saúde animal na Ourofino Saúde Animal

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.