ESQUECI MINHA SENHA CONTINUAR COM O FACEBOOK SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Sistema de Ordenha Robotizada e os desafios da mão de obra na propriedade

POR DELAVAL

DELAVAL - PRODUÇÃO DE LEITE EFICIENTE

EM 10/09/2015

5 MIN DE LEITURA

12
2
Por Sidnei Nakashima, Especialista em Novas Tecnologias na DeLaval Brasil

Em 2015, a DeLaval apresenta ao mercado o Programa Automação que visa atender o produtor com soluções integradas que vão ajudá-lo a otimizar a eficiência de produção e melhorar a rentabilidade da propriedade. O produtor que optar pelo Programa Automação irá contar com as maiores inovações da empresa, integradas através de softwares de gerenciamento. Uma das soluções oferecidas através desse novo programa é o VMS™ - Sistema de Ordenha Robotizada que contribui na Redução da Mão de Obra na propriedade, Controle e Precisão das informações do rebanho e Integração Total para otimizar a gestão na fazenda. Para mostrar como essa tecnologia funciona, a partir de hoje, vamos discutir através de publicações semanais cada um desses pontos.

Conheça como essa tecnologia contribui para vencer os desafios da mão de obra na propriedade



O custo de mão de obra está entre os três principais na composição de custo para a produção de leite. A tendência é este recurso ficar cada vez mais escasso, e consequentemente, mais caro. O grande desafio do produtor de leite hoje é encontrar e reter mão de obra qualificada.

Identificar bons perfis e capacitar novos funcionários exige tempo. É uma longa jornada até que o ordenhador esteja apto a realizar os procedimentos corretamente para atingir uma produtividade que, aliada à gestão das demais tarefas e custos dentro do processo produtivo, torne o negócio sustentável.

Este ordenhador, já capacitado e com experiência, continua sendo um ser humano cheio de sonhos e anseios que tem as suas necessidades pessoais, seja passar os finais de semana com sua família ou amigos, levar seus filhos para a escola ou até mesmo se divertir em seu período de férias. Por isso, é fundamental ter uma equipe na fazenda com pelo menos dois ou três funcionários capacitados e com experiência. O custo de manutenção de uma equipe como essa é alto. No entanto, é uma maneira de garantir que o trabalho seja bem executado e que o produtor esteja seguro caso um dos ordenhadores adoeça ou precise se ausentar.



Retenção de mão de obra na fazenda ainda é um dos maiores desafios. Se a propriedade está localizada em uma região com outras fazendas, sempre há a possibilidade de perder este ordenhador para o vizinho, ou até mesmo para um outro setor como o da construção civil ou indústria em troca de uma remuneração menor mas com a liberdade de ter um expediente com horários menos puxados. Ou seja, além de ter dois ou três ordenhadores capacitados e com experiência, é importante saber reter estas pessoas e o principal, mantê-los motivados e com energia suficiente para o bom andamento do negócio.



Não é uma tarefa fácil encontrar parceiros para a execução de todas as atividades em uma propriedade de leite. Além da ordenha, o produtor também precisa se preocupar com a produção de alimentos e manejo de alimentação dos animais, seleção genética e manejo reprodutivo, criação de boas bezerras e novilhas, saúde e bem estar do rebanho seco e lactante, realização da manutenção das instalações da propriedade, negociação com fornecedores de insumos, gerenciamento de todo o restante da equipe que trabalha na fazenda. Enfim, é preciso ser um super homem para poder realizar todas estas atividades.

Pensando em contribuir para resolver alguns desses desafios, a DeLaval desenvolveu soluções como o Sistema de Ordenha Robotizada, o VMS™ DeLaval, para otimizar a mão de obra na propriedade. Com o VMS™ DeLaval, os produtores podem reorganizar as horas de trabalho da sua equipe e investir mais tempo em outras atividades que podem tornar o negócio cada vez mais rentável, além de proporcionar mais conforto e bem estar aos animais e melhorar a qualidade de vida para a equipe que trabalha na fazenda.

Conheça histórias de produtores que transformaram a sua forma de produzir leite ao optar pelo Sistema de Ordenha Robotizada, o VMS™ DeLaval

O primeiro VMS™ DeLaval da América Latina foi instalado na propriedade do produtor Armando Rabbers, em 2013. Hoje ele conta com uma equipe satisfeita e motivada que já ordenhou mais de 5.300 litros de leite por dia com 138 animais em lactação.



O Laticínio Seberi, primeiro projeto de ordenha robotizada no estado do Rio Grande do Sul, em operação desde dezembro de 2014, está alavancando a produção de leite com qualidade na região e abrindo um novo horizonte para os produtores agrícolas que querem diversificar o negócio sem muitos desafios com escassez de mão de obra.



Já o produtor João Guilherme Brenner divide o seu tempo entre o mundo corporativo e a satisfação de poder tocar o seu projeto de produção de leite mesmo estando a quilômetros de distância da fazenda durante a semana. Entre uma reunião ou outra, ele pode acessar remotamente os seus três VMS™ e o computador da fazenda para monitorar os indicadores produtivos, programar ações em conjunto com o seu gerente e tomar decisões importantes através de um tablet ou smartphone.

O produtor Eurico Checco, de Brotas no interior de São Paulo, depois de implementar o VMS™ em sua propriedade, deixou de realizar as ordenhas matinais para poder tomar um belo café da manhã com sua família e até voltar a jogar tênis com os amigos e descer as cachoeiras de bóia. Até o iogurte produzido na fazenda está mais saboroso.



Outro exemplo fantástico é o do produtor Jan Erkel, que mesmo depois de multiplicar a paixão pela produção de leite para os seus dois filhos ao longo dos seus mais de 70 anos de idade, optou por abrir mão de sua aposentadoria para ordenhar vacas no VMS™ e dar continuidade a esta tradição que vem de família desde quando morava na Holanda.

E tem também as dezenas de famílias que irão desfrutar dos benefícios do VMS™ DeLaval através do projeto revolucionário de condomínios produtores de leite, idealizados pela Cooperativa Cosuel em conjunto com seus cooperados e equipe técnica, que irão viabilizar a produção de leite em larga escala por pequenos produtores rurais em regime cooperativista, possibilitando a sucessão familiar, otimização de recursos para a produção e gestão profissional da produção com o uso de tecnologias.



Tudo isso não seria possível sem um parceiro ideal como o VMS™ DeLaval. A rotina em uma propriedade leiteira não é fácil, exige muita dedicação, força de vontade, conhecimento e tempo para executar todas as atividades da melhor maneira com o menor custo.

O VMS™ DeLaval é o parceiro ideal para realizar todo o processo de ordenha do seu rebanho automaticamente. As ordenhas são feitas de maneira padronizada obedecendo às configurações feitas pelo produtor, que pode, inclusive, ordenhar as vacas mais vezes ao dia para atingir um pico de lactação ainda maior sempre que possível.

Conheça mais sobre o funcionamento desse sistema no vídeo abaixo:



Não perca as próximas publicações: saiba como o Sistema de Ordenha Robotizada VMS™ DeLaval contribui no Controle e Precisão das informações do rebanho e, também, como funciona a Integração Total para melhor gestão da fazenda.

Para mais informações, entre em contato pelo box abaixo:

12

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

JESIELE

FRAIBURGO - SANTA CATARINA - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 12/08/2019

Olá gostaria de saber como obter um orçamento de ordenha robotizada.
DELAVAL

JAGUARIÚNA - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 19/08/2019

Olá, Jesiele.

Obrigado por entrar em contato com a DeLaval!

Orçamentos são fornecidos pela revenda DeLaval da sua região. Para encontrar o revendedor DeLaval mais próximo da sua localidade, pedimos que acesse o link a seguir: http://www.delaval.com/pt-br/seu-distribuidor/

Todas as revendas DeLaval do Brasil estão listadas nesta página para sua comodidade. Se mesmo assim não conseguir encontrar a informação que procura, estamos à disposição para ajudá-lo.

Atenciosamente,

Equipe DeLaval Brasil
MARIO CELSO ROCHA GUIMARÃES

BARRA DO PIRAÍ - RIO DE JANEIRO - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 29/07/2017

Olá , gostaria de conhecer propriedades que tenham compost barns e ordenha robotizado ! Não
DELAVAL

JAGUARIÚNA - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 26/05/2017

Olá Francisco Carlos, obrigado pelo seu comentário.



O processo de ordenha voluntário a pasto parece um pouco complexo, porém é bem simples.



O sistema de ordenha é totalmente voluntário, onde um manejo correto das passagens é necessário para que as vacas acessem voluntariamente a ordenha (não ocorrer excesso ou deficiência na oferta de forragem). O fornecimento de uma pequena quantidade de concentrado durante a ordenha é um fator para atração dos animais à ordenha. Existe uma pequena porcentagem ( em média 15%) de animais que devem ser buscadas para ordenha, porém é uma manejo fácil e rápido, que pode ser integrado ao manejo de abertura e fechamento dos piquetes rotacionados.



Abaixo seguem alguns vídeos que explicam melhor:



https://www.facebook.com/flaviafontesviecurti/videos/1708489216117615/

https://www.youtube.com/watch?v=iCK3914I0YI&t=27s



Qualquer outra dúvida, entre em contato via comunicacao@delaval.com

Um abraço, Equipe DeLaval
FRANCISCO CARLOS |CAMARGO

PORTO ALEGRE - RIO GRANDE DO SUL - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 21/05/2017

Como fica a implantação do VMS em sistema de produção de leite a pasto? Como se dá a ordenha voluntaria e o pastejo?
DELAVAL

JAGUARIÚNA - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 19/04/2017

Olá Leonardo Silveira, obrigado por sua pergunta. Sim, é possível a adaptação de um compost barn já em funcionamento e também em um projeto do zero. Temos alguns projetos em Compost Barn em funcionamento, se quiser conhecer entre em contato conosco via comunicacao@delaval.com.br. Atenciosamente, Equipe DeLaval
LEONARDO SILVEIRA

CATALÃO - GOIÁS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 15/04/2017

Olá, é possível implementar a solução VMS em um sistema de criação em compost barn?
DELAVAL

JAGUARIÚNA - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 13/06/2016

Olá Ana Flavia, nos envie seus dados (cidade, estado e telefone) via email para entrarmos em contato com você. Escreva para comunicacao@delaval.com . Obrigado, Equipe DeLaval
ANA FLAVIA

BARRA MANSA - RIO DE JANEIRO

EM 10/06/2016

qual é o custo do aluguel dessa maquina ?
DELAVAL

JAGUARIÚNA - SÃO PAULO - INDÚSTRIA DE INSUMOS PARA A PRODUÇÃO

EM 30/09/2015

Olá Sr. Ronaldo, o investimento por robô gira em torno de R$500.000 com meta para se produzir 3 mil litros por equipamento, podendo ordenhar até 70 vacas. O investimento total deve ser calculado em função de outros itens que estão envolvidos na implementação de um projeto como esse que variam em cada propriedade como soluções para conforto animal, nutrição, gerenciamento de rebanho, construção civil, entre outros. Para qualquer outra informação, entre em contato conosco através do email: comunicacao@delaval.com. Att., Equipe DeLaval.
RONALDO KRAEMER

NÃO-ME-TOQUE - RIO GRANDE DO SUL - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 16/09/2015

Qual é o custo de implantação de um sistema robotizado?
LUIZ FLAVIO PEREIRA DE CASTRO

CARMO DE MINAS - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 11/09/2015

É o futuro, sem sombra de dúvida.
MilkPoint AgriPoint