FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Inovação e tecnologia: qual o impacto no agronegócio?

POR CAMILA CORRÊA

DECOY - CONTROLE SEGURO, COM O PODER DA NATUREZA

EM 02/10/2020

3 MIN DE LEITURA

0
1

Atualizado em 02/10/2020

O Brasil possui mais de 1.100 empresas de tecnologia (startups) com foco no agronegócio. Estas empresas se destacam por unir tecnologia com aumento da produtividade e cuidados ambientais.

Com tecnologias inovadoras, pesquisadores estão saindo das universidades e levando as pesquisas que estavam no papel para o campo. Ao mesmo tempo, profissionais ligados à tecnologia de informação, internet das coisas, computação em nuvem e inteligência artificial trazem uma nova forma de fazer agricultura.

Neste cenário, surgem termos como polos de inovação, aceleradoras, Hubs e Agro 4.0. E não se engane! A revolução tecnológica do agro é para todos os produtores. Antes de encarar esse mundo de inovação, que veio para ficar, é importante entender universo que envolvem essas tecnologias. Compreender como estas inovações se relacionam com o universo agro é essencial para uma escolha assertiva do produtor.

Inovar para crescer

O agronegócio é o setor mais produtivo da economia brasileira. Por isso, nunca estagna e está em constante evolução. Trazer inovação para o setor, em todas as suas áreas é essencial para continuarmos desenvolvendo uma agropecuária forte. A inovação no agro chegou através da inserção de tecnologia nas propriedades. Trouxe grandes novidades para o setor e tem auxiliado produtores a entender melhor as demandas do mercado. Outro ponto importante é o aumento da produção e qualidade dos produtos. Quando o produtor tem em mãos informações da sua produção, pode escolher mais pontualmente onde precisa melhorar.

Um dos maiores processos de inovação no agro veio através da agricultura digital. Com uso de aplicativos, novos sistemas e sensores nas lavouras e gestão de dados, os produtores têm em mãos e em tempo real, os detalhes de sua produção. Um exemplo de como a inovação trouxe benefícios para o agro são os sistemas que auxiliam na gestão financeira. Muitas vezes a burocracia atrapalha a rotina de produção que já é muito exaustiva. Com os dados financeiros atualizados, os produtores conseguem melhorar os processos de pagamentos, compra e venda. Com os dados atualizados em um software, por exemplo, o produtor consegue mensurar seu custo de produção e precificar seus produtos de uma forma mais eficiente.

Biotecnologia também é inovação

Quando falamos em inovação no agro, um pilar fundamental é a biotecnologia - que tem como característica fundamental unir a ciência ao campo. Esta área tem passado por diversas evoluções, como sequenciamento genético, microbiologia, entomologia e biologia molecular.

Um exemplo foi a identificação, seleção e edição de genes que permitiu desenvolver cultivares mais resistentes.  O uso da expressão fenotípica, permitiu o desenvolvimento de plantas transgênicas. Além disso, o melhoramento genético possibilitou o desenvolvimento de pastagens mais produtivas. Assim, como plantas tolerantes a moléculas químicas, resistente a insetos, pragas e doenças.

A biotecnologia trouxe também as vacinas , que visam manter o rebanho sadio e evitar a transmissão de doenças. Um exemplo de inovação na área foi o desenvolvimento de produtos com DNA recombinante, que podem substituir as vacinas tradicionais em breve. A tecnologia aumenta a eficácia do imunizante, assegura a qualidade e reduz custos com biossegurança.

Outro ponto, foi o desenvolvimento de bioinsumos através de processos biotecnológicos. Os produtos que visam controle biológico, como os desenvolvidos pela Decoy, são inovações do agronegócio. Com o desenvolvimento de soluções mais sustentáveis para o controle de pragas na pecuária, o produtor teve ganhos na produtividade. Além disso, soluções mais naturais trazem benefícios diretos na qualidade de vida do pecuarista.

Onde tudo acontece

A inovação e o desenvolvimento de novas tecnologias não acontecem sozinhas. Cada vez mais empresas públicas e privadas se unem para construir um ecossistema de inovação mais robusto. Atualmente existe um ambiente de inovação no agro que impulsiona o desenvolvimento de novas tecnologias. As incubadoras, por exemplo, são ambientes onde empresas nascentes encontram um local seguro, para desenvolver seus produtores inovadores. Geralmente ligados a universidades ou centros de pesquisa, comportam empresas que atuam em diferentes áreas do agronegócio.

Já as aceleradoras investem capital e auxiliam as empresas na inserção da tecnologia no mercado. Os Hubs de inovação unem empresas com diferentes soluções para que troquem experiências. Um exemplo é a AgTech Garage, a Decoy contou um pouco da sua história para esse hub.

Você pode assistir a entrevista completa aqui:   Gente Que Inova O Agro | DECOY

Como vimos, as inovações no agronegócio vieram para ficar. Mas mais importantes que saber qual tecnologia implantar, é preciso saber qual a necessidade da sua propriedade. Assim a probabilidade de erro e perdas é reduzida, e o produtor ganha com a inovação.

 

Tem dúvidas sobre como a Decoy pode te ajudar? Entre em contato com a gente pelo Box abaixo! 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint