ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Carrapatos, menos é mais!

POR BAYER SAÚDE ANIMAL

BAYER - SAÚDE PORTEIRA ADENTRO

EM 23/02/2018

0
1

A base para um bom controle estratégico consiste na associação de duas ou mais técnicas de controle, sendo elas químicas/medicamentosas (produtos para pulverização / banhos / pour-on / injetáveis), de manejo (rotação de pastagens, p.ex.) ou biológicas. O objetivo é reduzir ao máximo a população e a indução de resistência nos carrapatos dos animais e do ambiente.

Em animais não lactantes, além de contarmos com vários métodos para controle, podemos utilizar alguns medicamentos de maior período de atividade no organismo do animal, o que aumenta a chance de sucesso no controle do parasito, além de nos permitir realizar também o controle de verminoses gastro-intestinais e outros ectoparasitas como bernes e miíases (bicheiras). Neste caso, Trucid, um endectocida à base de doramectina, é uma excelente opção para utilização dentro de um protocolo, pois além de ser auxiliar no controle de carrapatos, também terá efetividade contra os outros parasitos citados.

Tão importante quanto à redução dos carrapatos adultos nos animais e no ambiente, devemos sempre nos importar também em reduzir a oviposição das fêmeas no ambiente para reduzir a contaminação, com isto, Bayticol, uma solução pour-on a base de flumetrina, é uma excelente ferramenta para elaboração do protocolo, pois além de combater parasitos adultos no animal atua reduzindo a oviposição no ambiente.

No entanto, alguns detalhes dentro de um protocolo devem ser sempre lembrados e respeitados para se obter sucesso como: todos os animais do lote devem ser tratados de forma uniforme, as dosagens de diluição e de aplicação dos produtos devem ser seguidas criteriosamente e, principalmente, ser rigoroso no intervalo/frequência de aplicação/manejo entre cada tratamento.

Para ter acesso a um protocolo de controle estratégico de carrapatos customizado em sua propriedade, entre em contato com a equipe técnica da Bayer de sua região.

Imagem 1. Fonte: Globo Rural

Autor:

Caio Borges, Médico veterinário formado pela UNOPAR / PR. Atua como Promotor Técnico Veterinário da Bayer Saúde Animal no Paraná.

Para saber mais entre em contato conosco pelo box abaixo.

Referências:

BRITO, L. G.; NETTO, F. G. DA S.; OLIVEIRA, M. C. DE S.; BARBIERI, F. DA S., BIO-ECOLOGIA, IMPORTÂNCIA MÉDICOVETERINÁRIA E CONTROLE DE CARRAPATOS, COM ÊNFASE NO CARRAPATO DOS BOVINOS, RHIPICEPHALUS (BOOPHILUS) MICROPLUS, EMBRAPA, DOCUMENTO 104, 2006, disponível em https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/CPAF-RO-2010/14316/1/doc104-carrapatos.pdf, com acesso em 05/09/17.

CHIEBAO, D.P.; NOGUEIRA, A. H. DE C.; GABRIEL, F. H. DE L., CONTROLE DO CARRAPATO DOS BOVINOS, PESQUISA & TECNOLOGIA, VOL. 3, N.2, JUL-DEZ 2006, DISPONÍVEL EM HTTP://WWW.APTAREGIONAL.SP.GOV.BR/ACESSE-OS-ARTIGOS-PESQUISA-E-TECNOLOGIA/EDICAO-2006/2006-JULHO-DEZEMBRO/392-CONTROLE-DO-CARRAPATO-DOS-BOVINOS/FILE.HTML, COM ACESSO EM 05/09/17.

GRAF, J.F.; GOGOLEWSKI, R.; LEACH-BING, N.; SABATINI, G.A., MOLENTO, M.B.; BORDIN, E.L.; ARANTES, G.J. TICK CONTROL: AN INDUSTRY POINT OF VIEW. PARASITOLOGY, V. 129, SUPPL., P. 427–442. 2004. CITADO POR HEIMERDINGER, A.; OLIVO, C. J..; MOLENTO, M. B.; AGNOLIN, C. A.; ZIECH, MAGNOS F.; SCARAVELLI, L. F. B.; SKONIESKI,F. R.; BOTH, J. F.; CHARÃO, P. S. EXTRATO ALCOÓLICO DE CAPIM-CIDREIRA (CYMBOPOGON CITRATUS) NO CONTROLE DO BOOPHILUS MICROPLUS EM BOVINOS REVISTA BRASILEIRA DE PARASITOLOGIA VETERINÁRIA, VOL. 15, NÚM. 1, JANEIRO-MARÇO, 2006, PP. 37-39, DISPONÍVEL EM HTTP://WWW.REDALYC.ORG/PDF/3978/397841457008.PDF, COM ACESSO EM 04/09/17.

GRISI, L.; MASSARD, C.L.; BORJA, G.E.M.; PEREIRA, J.B. IMPACTO ECONÔMICO DAS PRINCIPAIS ECTOPARASITOSES EM BOVINOS NO BRASIL. HORA VETERINÁRIA, V. 21, N. 125, P. 8-10, 2002. CITADO POR HEIMERDINGER, A.; OLIVO, C. J..; MOLENTO, M. B.; AGNOLIN, C. A.; ZIECH, MAGNOS F.; SCARAVELLI, L. F. B.; SKONIESKI,F. R.; BOTH, J. F.; CHARÃO, P. S. EXTRATO ALCOÓLICO DE CAPIM-CIDREIRA (CYMBOPOGON CITRATUS) NO CONTROLE DO BOOPHILUS MICROPLUS EM BOVINOS REVISTA BRASILEIRA DE PARASITOLOGIA VETERINÁRIA, VOL. 15, NÚM. 1, JANEIRO-MARÇO, 2006, PP. 37-39, DISPONÍVEL EM HTTP://WWW.REDALYC.ORG/PDF/3978/397841457008.PDF, COM ACESSO EM 04/09/17.

WWW.REVISTAGLOBORURAL.GLOBO.COM/REVISTA/COMMON/0,,EMI239043-18289,00-ATAQUE+DE+CARRAPATOS.HTML

ARTIGO EXCLUSIVO | Este artigo é de uso exclusivo do MilkPoint, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem prévia autorização do portal e do(s) autor(es) do artigo.

BAYER SAÚDE ANIMAL

O objetivo desse espaço é esclarecer as dúvidas sobre doenças metabólicas em bovinos leiteiros

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.