FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO
Buscar

Estímulo e pulsação controlada inteligente: como as soluções de ordenha se desenvolveram ao longo do tempo

POR ALLFLEX BRASIL

ALLFLEX - VIVA A SENSAÇÃO DE MONITORAR SEU REBANHO

EM 07/08/2020

5 MIN DE LEITURA

0
0

Tempo de ordenha reduzido, ordenha mais confiável, bem-estar e conforto para as vacas e mais facilidade ao operador são apenas alguns dos benefícios derivados de soluções avançadas de ordenha com estimulação automática e pulsação dinâmica.

À medida que as fazendas leiteiras crescem e a demanda por leite aumenta a automatização da ordenha para melhorar o fluxo de leite individual se torna crucial para o conforto e a saúde das vacas, bem como para a eficiência geral da atividade. Uma maneira de otimizar o processo e torná-lo mais tranquilo é adotar soluções de ordenha com estímulo e pulsação controlada inteligente, que auxiliam para que o leite não somente flua, mas flua de forma correta.

O estímulo e a pulsação controlada inteligente implementados juntos em uma solução de ordenha automatizada ajudam a:

•          Reduzir o tempo de ordenha

•          Eliminar a sobre ordenha e a irritação dos tetos

•          Melhorar o bem-estar do ordenhador e da vaca

Mas como isso funciona? O que é estímulo e por que é necessário?

Cerca de 20% do leite produzido pelas vacas leiteiras é armazenado em dutos de leite e cisternas do teto. Esse leite retido é o que precisa ser liberado nos tetos para que o restante do leite armazenado flua. Mas, nem sempre é fácil conseguir que uma vaca libere o leite naturalmente e é por isso que o estímulo, muitas vezes, se faz necessário.

Você pode estimular a ocitocina, hormônio natural da vaca que controla o fluxo de leite, para que o leite desça. Isso pode ser feito limpando ou massageando o teto por pelo menos 15 segundos. Porém, com as soluções de ordenha tradicionais, nem sempre fica claro quando se deve começar o estímulo.

É por isso que uma solução automatizada de medição de leite, na qual o sistema avalia com precisão a vazão nos primeiros segundos, pode ajudar. Dessa forma, se o sistema perceber que o leite não começou a fluir ou não atingiu o mínimo desejado, por exemplo, em 30 segundos, ele pode ativar o estímulo automático para que a vaca libere o leite mais rápido.

Mesmo se foi feito o estímulo controlado e o leite não começar a fluir dentro de 30 segundos (ou seja, menos de 1 kg de leite por minuto), o estímulo automático começará com pulsações de alta frequência (300 PPM) por 30 segundos ou até que o leite flua de forma correta.

Onde a pulsação automatizada inteligente se encaixa?

O estímulo, de certa forma, é realmente o resultado de um tipo de pulsação. Afinal, um pulsador representa essencialmente a maneira como um bezerro suga naturalmente o teto, ou seja, um movimento de puxar e soltar. E um estimulador entra em vigor quando esse movimento não está auxiliando para a descida do leite ou não é rápido o suficiente. Esse loop de simulação da pulsação é um componente essencial em todas as soluções avançadas de ordenha, mas com o controlador de ordenha da Allflex MC200, a utilidade do pulsador está um passo à frente.

Com a exclusiva tecnologia de medição em tempo real, o sistema não apenas sabe quando e como estimular a vaca, como também adapta sua taxa de pulsação em cada estágio da ordenha, por vaca, de forma individual.

Algumas empresas têm um botão de disparo para criar uma pulsação mais alta. O sistema Allflex, entretanto, é automático, e isso faz uma grande diferença. O sistema “conhece” cada vaca na fazenda e aplica a pulsação correta a cada uma no momento da ordenha. Cada vaca vai receber uma pulsação individualizada, especialmente adaptada às suas necessidades, tornando as sessões de ordenha cada vez mais eficientes ao longo do tempo.

Além disso, o medidor de fluxo junto com o controlador pode ajustar automaticamente a pulsação durante qualquer sessão de ordenha, de acordo com o fluxo de leite em tempo real.

Por exemplo, se o fluxo de leite aumentar, a pulsação, por sua vez, diminuirá de 60/40 a 60 ppm (pulsação por minuto) a 70/40 com 55 ppm de trabalho/descanso para extrair mais leite a cada sucção. Isso reduz o tempo dos animais na ordenha e melhora o bem-estar da vaca.

Conforme aumenta o fluxo de leite, diminui a pulsação

O mesmo acontece no início de um turno de ordenha, em que a pulsação é acionada automaticamente com base em uma fórmula precisa, conforme o rendimento e tempo de estímulo necessário para cada animal. Por exemplo, na maioria dos casos, o fluxo de leite abaixo de 1 kg por minuto aciona a pulsação automática inteligente no início da ordenha. Isso torna cada sessão de ordenha mais produtiva e confortável para a vaca.

Semelhante ao que acontece no início da ordenha, no final de uma sessão, o sistema automatizado detecta se o fluxo está abaixo do mínimo estabelecido. O sistema automatizado aciona um alerta para avisar que a ordenha terminou e aguardará um período para que se possa ter certeza de que a vaca esgotou todo o leite nesta ordenha e que isto não é um intervalo temporário do fluxo de leite. Após isso, as teteiras são removidas automaticamente no final.

A precisão do momento de retirada das teteiras é muito importante, pois, se considerarmos que os tetos dianteiros esgotam o leite primeiro, a remoção das teteiras deve ser feita da frente para trás e isso significa mais leite ordenhado. Um sistema de medidor de fluxo livre precisa de 20 a 40 segundos para saber quando remover as teteiras, enquanto que o sistema da Allflex precisa de apenas cinco segundos. Não é uma corrida, é claro, mas a remoção precisa e temporizada da teteira é outra maneira importante de acelerar o processo, ao mesmo tempo em que evita a irritação dos tetos e os danos no úbere por excesso de ordenha.

As melhores soluções de ordenha

Resumindo, a estimulação e a pulsação evoluíram ao longo do tempo para uma ciência quase exata que pode ajudar a tornar a ordenha mais produtiva para cada vaca. Embora seja possível escolher apenas um ou outro, a realidade é que a estimulação e a pulsação controlada inteligente funcionam melhor em conjunto. Além disso, as melhores soluções de ordenha são aquelas nas quais todas as peças funcionam em sintonia.

No entanto, a tecnologia não funciona sozinha. Uma fazenda produtiva precisa de monitoramento humano constante e uma forte equipe de gerenciamento. Por isso, uma solução completa que inclui estimulação e pulsação automatizadas, direcionadas para cada vaca e um sistema automático de medição de leite podem ajudar a manter as vacas mais saudáveis e a fazenda mais lucrativa.

*Conteúdo adaptado de “Stimulation and Controlled Pulsation: How Milking Solutions Have Developed Over Time”, de autoria de  Shlomi Dagan, Milking Intelligence Product Manager da Allflex, disponível em: https://www.allflex.global/milking-solutions-development-over-time/

 

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

MilkPoint AgriPoint