carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Leite & Mercado > Giro Lácteo

"Será que o Bolt ganharia nas Olimpíadas sem saúde? Não! Mas, é isso que exigimos das vacas todo dia"

postado em 31/08/2016

2 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Rudiger Daniel Ollhof, médico veterinário, doutor e professor titular da PUCPR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná), enviou um comentário para o MilkPoint sobre a importância da saúde das vacas no desempenho da atividade leiteira como um todo. Abaixo, confira o comentário na íntegra:

“Para fechar um balanço, ou aumentam-se as receitas ou cortam-se os gastos, isto é óbvio para qualquer negócio. Quero chamar atenção para a área cujo produtor brasileiro compete de maneira desigual – e que é um "ralo" de dinheiro: a saúde da vaca. Uma vaca com a saúde ruim irá produzir menos – e isso também parece uma obviedade, mas às vezes passa despercebido. A média de vida de uma vaca no rebanho leiteiro de 2,1 lactações - como é comum em muitas propriedades - é inaceitável. Devemos nos perguntar porque este animal está sendo descartado (morre, é vendido etc) tão cedo.

E a resposta passa via de regra pelo tema saúde (baixa fertilidade também é saúde). Na maioria dos encontros de produtores são discutidos apenas dois grandes temas, nos quais os produtores são bombardeados tanto por técnicos quanto por empresas: nutrição e genética.

Muitos dos nossos competidores internacionais encontram-se livres de várias doenças infecciosas – que não são somente as óbvias, como a tuberculose, febre aftosa e brucelose - mas outras com impacto sobre a saúde animal como leucose, herpes vírus bovino, raiva, doença da língua azul, entre outras.

Como vamos querer que uma vaca de leite forneça tudo o que seu potencial genético permite e a alimentação balanceada oferece se ela está cronicamente infectada por uma doença viral (leucose), uma doença bacteriana (anaplasmose) ou uma doença por protozoário (babesiose)? Será que o atleta Usain Bolt ganharia a medalha olímpica nesta condição? Não! Mas, é isto que exigimos das vacas todo dia!

Existe um dever compartilhado para avançarmos na questão da saúde de nossos bovinos em especial. Conseguindo isso, propriedade por propriedade, fecharemos um dos ralos de dinheiro da propriedade e aumentaremos o lucro do produtor”.

saúde da vaca


Produtor, quais são os principais problemas sanitários que acometem o seu rebanho hoje? Qual é a porcentagem dos gastos com a saúde do rebanho nos seus custos de produção? Participe enviando um comentário no box abaixo:
 

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

Márcia Heidmann Woecichosci

Ijuí - Rio Grande do Sul - Produção de leite (de vaca)
postado em 01/09/2016

       A principal  questão é o ítem fertilidade  aqui em nossa propriedade que deve ser avaliada como um conjunto que é de suma importância na atividade.

Adão Bruno Silva Pereira Nunis

Rondonópolis - Mato Grosso - Produção de leite
postado em 02/09/2016

Olá,
Concordo em gênero, número e grau,  mas acho que o problema é muito mais profundo,  pois acreditem existe muitos pequenos  produtores  que não sabe nem o que significa a palavra sanitário e pior não conseguem assistência técnica local  pra descobrir e fazer o trabalho necessário e isso é um problema grave.
Conhecendo essa realidade peço a vocês técnicos, veterinários......, como você RUDIGER
que se puder ajude, pense em uma maneira de ajudar esses produtores solitários, talvez criando uma tabela de vacinação, a maneira e a época correta de se fazer, independente se vai ter custo ou não, ajudaria muito. Dessa forma eles teriam um norte e começaria a caminhar e depois de implantado o programa sanitário fosse passado passo a passo os próximos degraus   pra que eles subissem um a um até alcançar o sucesso. VALEU
OBRIGADO

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade