Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Leite & Mercado > Giro Lácteo

MilkPoint Radar traz os dados de agosto: confira

postado em 07/10/2016

2 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Os dados do aplicativo MilkPoint Radar, referentes ao mês de agosto, já estão disponíveis para consulta pelos produtores e técnicos participantes. O sistema, gratuito, permite a comparação de parâmetros entre fazendas de leite. Inicialmente, o aplicativo avalia qualidade, preços e volume produzido.

Neste mês, o sistema contou com 444 produtores de leite, um acréscimo de 11% sobre o mês passado. Esse número deverá crescer substancialmente neste mês, já que, agora, técnicos poderão inserir as informações, desde que autorizados por produtores. “Com isso, empresas de consultoria poderão acompanhar os dados de seus clientes, não só sobre qualidade, volume e preços, mas de outros parâmetros no futuro”, diz Marcelo Carvalho. Em 4 dias, mais de 100 técnicos se cadastraram.


Outra novidade é que os relatórios poderão ser vistos em tempo real, embora com o aviso de que as informações não estariam checadas ainda. “Há uma demanda dos produtores em ter acesso aos dados em tempo real. De início, achávamos que não seria interessante porque fazemos uma checagem minuciosa dos dados. Optamos por liberar as informações, porém, com o aviso de que não são definitivas – os dados consolidados serão liberados até o dia 05 do mês seguinte”, explica.


O volume diário monitorado passou de 1 milhão de litros/dia, com média de 2.291 litros por produtor, bastante acima da média nacional. “É natural que, de início, o sistema seja acessado principalmente por produtores de maior porte, mas com o tempo (e com os técnicos ajudando), alcançaremos uma base mais ampla e representativa”, prevê.

Esses produtores receberam, em média R$ 1,71 de preço líquido, acima da média apontada pelo Cepea para agosto (R$ 1,5257), reflexo certamente do volume maior por produtor na amostra em questão.

O gráfico 1 mostra os preços por média de volume de leite. Nota-se que os produtores de 0 a 250 litros/dia, com média de 131 litros diários, recebem 20% a menos dos produtores de mais de 3.000 litros diários.

Gráfico 1. Preços líquidos por faixa de volume. 

MilkPoint Radar - preços líquidos

Os dados de agosto mostram ainda um leve aumento de preços, mas cerca de 38% dos produtores reportaram quedas. O gráfico a seguir mostra as quedas por estado. Os produtores goianos verificaram as maiores reduções, provavelmente fruto do alto volume de leite UHT, produto que mais sentiu a queda de preços. Já os paulistas tiveram aumento médio de preço em agosto. “Notamos, também, que as empresas que têm um portfólio muito centrado em UHT diminuíram os preços antes das demais”, explica Marcelo.

Os dados parciais de setembro indicam queda significativa dos valores, como seria esperado. Outro dado interessante é que, considerando os mesmos produtores que colocaram dados em julho e agosto, o aumento de oferta foi de 7,6%. Marcelo ressalta que esse dado não deve ser utilizado por enquanto como parâmetro, já que a base é ainda pequena. O Cepea indicou 6,2% de aumento em julho e agosto.

No aplicativo, é possível ver ainda os gráficos de células somáticas, CBT, gordura, proteína, preços por sólidos, relação de preços com qualidade do leite e variação temporal dos preços.

“Apesar de estarmos na fase beta do serviço”, já é possível perceber o potencial de informações de qualidade que podem ser geradas”, avalia Marcelo.

Veja mais em http://www.milkpointradar.com.br/site/.

Participe, é gratuito!

Gráfico 2.
Variação de preços entre julho e agosto.
variação de preços - MilkPoint Radar
O aplicativo está disponível para os sistemas Android e IOS e também pode ser acessado via web, no site www.milkpointradar.com.br.

Em caso de dúvidas, entre em contato pelo telefone (19) 3432-2199 ou WhatsApp (19) 99721-4296 ou e-mail contato.radar@milkpoint.com.br ou Skype milkpoint.radar


 

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

Rodger Douglas

whangarei - northland - Nova Zelândia - Produção de leite
postado em 07/10/2016

Parabens pelo trabalho Marcelo, muito bom!

Nelson Jesus Saboia Ribas

Guaraci - Paraná - Produção de leite
postado em 11/10/2016

Ótimo inicio! Parabéns, muito boa a iniciativa de incentivar pequenos e médios produtores a se cadastrarem no sistema, afinal eles serão os maiores beneficiados se as informações abrangerem uma base maior.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade