carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Leite & Mercado > Giro Lácteo

IBGE: 1º semestre tem queda de 6,4% na captação de leite

postado em 15/09/2016

3 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Foram divulgados nesta quinta-feira (15/09), pelo IBGE, os dados de captação brasileira de leite para o segundo trimestre deste ano, referente aos meses de abril, maio e junho. 

Para estes três meses, o volume de leite captado foi de 5,17 bilhões de litros, número 8,4% inferior quando comparado a este mesmo trimestre do ano de 2015. 

Gráfico 1 – Captação formal de leite pela indústria.


No acumulado do 1º semestre, a captação de leite apresentou queda de 6,4% em relação ao mesmo período de 2015, com um total de 11 bilhões de litros de leite captados, uma queda de cerca de 750 milhões de litros em relação ao ano passado. 

Ao analisar o desempenho de captação das regiões brasileiras, em uma comparação a este mesmo trimestre do ano passado, apenas a região Norte apresentou alta, de 1,8%. Já as demais regiões apresentaram quedas significativas: Nordeste (-10,7%), Centro-oeste (-14,6%), Sul (-7,5%) e Sudeste (-7,9%).


Gráfico 2
– Variação da captação de leite por região (2º Tri 2016 x 2º Tri 2015).

Como observa-se no gráfico 3, todos os maiores estados em captação de leite tiveram quedas no volume captado. 

Em relação a este mesmo trimestre de 2015, as quedas foram de -8,3% em Minas Gerais, -6,6% em São Paulo, -4,6% no Paraná, -2,5% em Santa Catarina, -13% no Rio Grande do Sul e -16,2% em Goiás.

Gráfico 3
– Variação da captação de leite nos principais estados (2º Tri 2016 x 2º Tri 2015).



As informações são do IBGE; elaboração Equipe MilkPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

Rommel Jacintho da Silva

Quirinópolis - Goiás - Produção de leite
postado em 16/09/2016

Mesmo assim estao pregando baixa se10a30 centavos por litro

Roberto Jank Jr.

Descalvado - São Paulo - Produção de leite
postado em 16/09/2016

750 milhões de litros de deficit é um numero idêntico ao importado em 6 meses.
Mas o grave é que o importado entrou principalmente a partir de abril e foi crescente até setembro, já atingindo 1 bi de litros. O desestimulo na produção e o efeito deletério na cadeia do leite em um futuro próximo estão visíveis no horizonte.

Segio Luiz Munari

Taquara - Rio Grande do Sul - Produção de leite
postado em 26/09/2016

Caro Roberto, até quando vamos aguentar esta situação em que o produtor de leite
sequer é consultado p informar custo de produção, o preço pago pelo produto
é determinado pela industria sem considerar se vai remunerar o produtor ou não.
Portanto o desistimulo está aí, temos em média 90 produtores p dia deixando a atividade,
porrque estamos trabalhando com prejuizo. Será que o nosso trabalho não é importante
p este país, a ponto de substituirmos p importação de leite. Quando vamos ser ouvidos e
entendidos?

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2017 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade