FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Vale a pena ler de novo! Quais animais trarão maiores benefícios ao seu rebanho?

POR BRUNO FERNANDES SALES SANTOS

PRODUÇÃO

EM 01/07/2013

3
1
O presente artigo irá abordar o tema Valores Genéticos (VG) e Diferença Esperada na Progênie (DEP), que são as principais ferramentas utilizadas no processo de seleção e melhoramento genético. É importante para os envolvidos na cadeia de produção de ovinos no Brasil que estas ferramentas sejam mais bem utilizadas e que se tornem populares entre criadores e técnicos, a fim de realmente podermos vivenciar uma grande evolução em nossa atividade.

Conforme discutido nos artigos anteriores o processo de seleção envolve diversos passos e rotinas que devem ser seguidas a fim de obtermos os resultados esperados, ou seja, identificar os indivíduos que apresentam o melhor desempenho produtivo na propriedade rural e multiplicá-los. De maneira geral, os passos principais seriam:

* Expor o rebanho às condições ambientais (clima, manejo, pastagens, nutrição, desafios sanitários e etc.) que possibilitam ao rebanho expressar o potencial produtivo desejado.

* Armazenar informações de desempenho (pesagens, medidas de ultra-som, OPG e outros) e parentesco (fichas de nascimento) do rebanho de maneira a possibilitar a obtenção dos índices de produtividade do plantel e permitir acessar informações individuais de todos os animais. Vale ressaltar a importância da identificação dos animais do rebanho (brincos, colares, numeração na lã, tatuagem, EID e etc).

* Ajustar as informações armazenadas em relação aos fatores ambientais, organizar os dados obtidos, predizer o valor genético para todos os indivíduos do rebanho e, finalmente, selecionar os animais que têm condição de elevar o potencial produtivo do plantel e incorporá-los ao mesmo.

Ao longo deste artigo discutiremos os aspectos fundamentais na predição ou no processo de determinação do valor genético e DEPs (diferença esperada na progênie) dos indivíduos e os fatores que influenciam a capacidade de animais mantidos em condições semelhantes apresentarem resultados distintos.

A introdução de animais com potencial produtivo elevado pode resultar em excelentes resultados econômicos para o produtor, porém, a introdução de genes desfavoráveis ou que reduzam o potencial produtivo do plantel, pode acarretar em prejuízos severos que muitas vezes serão percebidos tarde demais. Tais ferramentas são importantes, pois nos permitem identificar os animais com maior mérito genético e não aqueles que simplesmente apresentam bom desempenho devido ao fato de receberem um bom manejo ou uma alimentação privilegiada.

Valores Genéticos (VG) e Diferença Esperada na Progênie (DEP)

Valor Genético é a mais eficiente e efetiva forma de selecionar os melhores pais das gerações futuras. Estes valores não são os resultados únicos do desempenho observado nos animais, mas sim uma combinação das influências genéticas, ambientais e do desempenho. VGs são uma estimativa do componente genético (G) do desempenho observado, expresso da seguinte maneira:


a) - Performance do animal (Fenótipo);
b) - Genes do animal (Genótipo) = VG;
c) - Environment ou Ambiente ou ainda o Manejo o qual o animal é submetido.

O valor genético é a estimativa do mérito real (G) dos pais e do potencial produtivo da próxima geração ou o valor de um animal como matriz, reprodutor ou pais das gerações futuras, dentro de um rebanho, grupo de rebanhos ou raça. Em geral VG é uma predição do potencial produtivo da próxima geração. Os mesmos são expressos em forma de desvios + ou - no desempenho em relação à média do rebanho para cada característica. Para algumas características é desejável que se obtenham VGs negativos, como resistência parasitária (OPG), cobertura de gordura em algumas situações (GOR) e idade para atingir 35 kg de peso vivo (I35). O exemplo seguinte ajuda a exemplificar como VG funciona.



A variação devida à ação dos genes no desempenho entre os animais para cada característica, excluindo-se os efeitos ambientais (manejo nutricional, clima e etc.), é chamada de herdabilidade. O valor da herdabilidade varia entre 0 e 1, por exemplo, o valor h2 = 0,5 para uma determinada característica significa que 50% da variação pode ser explicada pela ação dos genes e 50% pela influência dos fatores ambientais. Altamente relacionado ao conceito de herdabilidade está o conceito de Valor Genético (VG) dos indivíduos.

A DEP é a predição do mérito genético aditivo de um animal. Na prática seria a diferença esperada no desempenho da progênie de determinado animal em relação à média do rebanho (DEP = VG ÷ 2).

Outro importante conceito é o de acurácia de seleção, que é a correlação entre o "valor genético real" dos pais e os VG estimados. Para a determinação da acurácia são consideradas a herdabilidade da característica, as relações de parentesco entre os animais avaliados e o número de informações (dados) analisadas. Quando a herdabilidade é baixa (abaixo de 0,15) o desempenho do animal por si só pode ser insuficiente para uma alta precisão, assim as informações dos parentes, meio-irmãos, e principalmente da progênie, podem ser utilizados para aumentarem a acurácia de seleção. Isto só é possível por que animais com relação de parentesco possuem cópias dos mesmos genes originados de seus progenitores.

Para a obtenção de tais resultados são utilizadas ferramentas estatísticas específicas e programas computacionais complexos que, após ajuste das informações obtidas na propriedade, passam a considerar os animais os mais semelhantes possíveis e utilizam informações das seguintes categorias para gerar a informação necessária:

* Informações do próprio animal;
* Informações de seus antepassados (pais, avós, bisavós e etc.);
* Informações de irmãos inteiros e meio-irmãos;
* Informações de seus filhos;
* Todos os parentes;
* Combinação entre todas as classes de parentesco descritas acima.

Podemos fazer a analogia entre a predição do valor genético estimado do animal com um quebra cabeça, onde cada peça deste poderia ser comparada a uma pesagem, ou OPG, ou informação do nascimento de um determinado indivíduo ou de seus parentes. Assim, quanto mais peças estão disponíveis, mais fácil é a visualização da imagem ou mais precisa é a informação a respeito do mérito genético de um indivíduo ou população.

BLUP (Best Linear Unbiased Prediction) é a ferramenta estatística que distingue o componente genético dos fatores ambientais (manejo, alimentação, clima e etc.) e gera informações acuradas do mérito genético de um animal. BLUP reconhece as relações de parentesco entre animais e o desempenho dos mesmos, através das gerações e desta maneira estabelece os valores genéticos para diferentes características.

A figura abaixo ilustra, de maneira simplificada, a expectativa de evolução ou involução genética de um rebanho à medida que as ferramentas de seleção são utilizadas. No exemplo abaixo PD = Peso ao Desmame (kg).



O exemplo a seguir ilustra os efeitos práticos da utilização de animais com base em informações técnicas. No exemplo abaixo PD = Peso ao Desmame (kg), NCN = Número de Cordeiros Nascidos (crias), GPD Pós = Ganho de Peso Diário Pós Desmame (g/dia).

Considerar inicialmente reprodutores A, B e C no momento da aquisição. Qual dos animais traria maiores benefícios ao rebanho?



Considerar então que o proprietário forneceu a seguinte tabela de informações. Neste caso qual animal seria melhor?



Neste caso a solução seria efetuar os seguintes cálculos com base nos preços de mercado e ao número de fêmeas a serem submetidas ao carneiro que será adquirido.



O resultado possibilita definir o melhor carneiro como o animal B, pois sendo utilizado em apenas 25 fêmeas ele poderia gerar um retorno econômico de R$ 603,46. O exercício pode ser feito para qualquer característica ou qualquer animal. Apenas é fundamental possuir a informação.

Tal prática vem sendo realizada há décadas nos países de ovinocultura estruturada e desenvolvida. Este trabalho é de longo prazo e os resultados obtidos são permanentes, assim, exige compreensão do processo e comprometimento. Programas de melhoramento genético geralmente resultam em pequenas e cumulativas transformações na eficiência de produção. Quando estas benéficas transformações são combinadas com melhoria nos aspectos de sanidade e nutrição dos animais, os resultados podem ser espetaculares.

Em ovinos o melhoramento genético pode ser rapidamente difundido através de toda a cadeia. As pequenas e cumulativas respostas à seleção adequada realizada nos rebanhos de animais puros ou "elite" podem ser difundidas para os rebanhos comerciais através dos reprodutores, atingindo assim, milhares de cordeiros de abate e consequentemente o consumidor final.

Programas de seleção e melhoramento genético são uma das formas mais poderosas e eficientes, sob os aspectos técnicos e sócio-econômicos, de elevar a produtividade de uma atividade de produção animal em pleno desenvolvimento, como a ovinocultura brasileira. Além disso, os custos deste tipo de tecnologia são relativamente baixos, considerando-se a longevidade das melhorias e o impacto econômico promovido na cadeia.

No próximo artigo iremos discutir a respeito dos índices econômicos de seleção.

BRUNO FERNANDES SALES SANTOS

3

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

JÉSSICA

PATROCÍNIO - MINAS GERAIS - ESTUDANTE

EM 09/09/2012

Matéria muito boa , contém ótimas informações. Muito bom . Estão de parabéns

PAULO ROBERTO HERBERT

SAUDADES - SANTA CATARINA - PRODUÇÃO DE OVINOS DE CORTE

EM 08/09/2010

artigos relacionados com ovinos de leite da raça lacaune
GUILHERME CAIRES BORGES DE SOUZA

GUARARAPES - SÃO PAULO - ESTUDANTE

EM 20/07/2010

PARABÉNS Bruno!

Ótima matéria, tanto pelo tema abordado, quanto pela qualidade do conteúdo. Obrigado por compartilhar parte de seu conhecimento conosco. Continue assim.