FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Qual o avanço diário de seu silo?

POR RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

E THIAGO FERNANDES BERNARDES

PRODUÇÃO

EM 30/09/2013

15
0
O tema produção de silagem de qualidade não é apenas o saber conduzir bem a lavoura no campo, realizar a colheita no momento adequado, ser eficiente em compactação, prezar por fermentação de qualidade e esperar o momento para abertura do silo e posterior fornecimento aos animais. Além desses fatores, a abertura do silo é considerada como “um grande estresse” para a silagem, pois a mesma que estava em ambiente anaeróbio e muito estável, agora na abertura é exposta ao ar, onde está presente o oxigênio. Essa é a molécula que permite que ocorra oxidação de nutrientes que, por definição, é a transformação de um nutriente em água, gás carbônico e calor, processo também conhecido por deterioração aeróbia.

Sabendo que a exposição da silagem ao oxigênio é um problema a ser enfrentado, cabe ao produtor lançar mão de técnicas que possam reduzir essa deterioração aeróbia para que seu rebanho receba diariamente silagem com grau de oxidação reduzido, ou em outras palavras, de maior qualidade.

Um manejo simples que pode auxiliar nesse processo é o avanço diário da fatia retirada do silo. Calcular qual é este avanço é de fundamental importância para interpretação da qualidade da silagem. Nas condições de clima tropical, recomenda-se que o avanço diário do silo não seja inferior a 25 cm, o que significa um avanço de 1,75 metros/semana. Como calcular? Como cálculo do avanço diário pode ser inexato, aconselha-se a colocar uma estaca no dia x, no local onde se encontra a silagem e após 7 dias (dia x + 7) medir a distância que foi percorrida com o fornecimento da silagem.

Exemplo que esse manejo pode afetar a qualidade da silagem pode ser visualizado na Tabela 1. Este trabalho realizado na Itália mostrou que tanto a temperatura da silagem como o valor de pH se mantiveram adequados quando o manejo semanal do painel teve maior avanço. A explicação para a melhor qualidade da silagem e, conseqüente, maior produção dos animais é devido ao fato de que quanto maior for o avanço, menor quantidade de oxigênio fica em contato com a silagem e menor quantidade se adentra para o silo. Assim, é possível reduzir o grau de oxidação dessa silagem.

A oxidação da silagem é causada por leveduras, bactérias aeróbias e fungos filamentosos. As leveduras têm maior ação sobre essa deterioração, por serem microrganismos unicelulares e, dessa maneira, possuidores de metabolismo rápido. São consumidoras de compostos solúveis (como os açúcares) e do ácido lático (produzido durante a fermentação), onde no consumo deste último permite que ocorra elevação do pH da silagem, gerando condições favoráveis ao crescimento de outros microrganismos. Com maior oxidação das leveduras, a geração de calor é maior o que explica a maior temperatura das silagens (Tabela 1), onde o avanço semanal do silo é menor.

Tabela 1. Diferentes avanços de painéis de silos.


Vale lembrar que manejo no pós abertura é assunto que deve ter maiores discussões e observações na propriedade, visto que as perdas nessa fase podem ser muito elevadas. Metaforizando, um silo pode ser considerado com um ser vivo, o qual, durante a exposição ao oxigênio, exige manejos diferentes e com respostas diferentes.
Qualidade da silagem oferecida ao animal é de responsabilidade da propriedade, pois este alimento é em muitos locais o único produzido porteira adentro, outros ingredientes e minerais que constituem a dieta dos animais, na maioria das vezes tem origem de fora da porteira.


 

ARTIGO EXCLUSIVO | Este artigo é de uso exclusivo do MilkPoint, não sendo permitida sua cópia e/ou réplica sem prévia autorização do portal e do(s) autor(es) do artigo.

RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

Zootecnista pela Unesp/Jaboticabal.
Mestre e Doutor em Ciência Animal e Pastagens pela ESALQ/USP.
Gerente de Nutrição na DeLaval.
www.facebook.com.br/doctorsilage

THIAGO FERNANDES BERNARDES

Professor do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (UFLA) - MG.
www.tfbernardes.com

15

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

PIRACICABA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 17/10/2013

Prezado Emílio,



Aconselho primeiramente a saber quantos dias no ano seus animais irão consumir a silagem e também ter uma estimativa da produtividade do Mombaça. A ensilagem de capins quando em elevada umidade pode ter fermentação indesejável. É interessante elevar o teor de matéria seca da forragem para ter mais segurança. Geralmente, a idade com boa qualidade é por volta de 60 dias após o corte.



Abraços



Rafael & Thiago
EMÍLIO CINTRA IOVINO

JAÍBA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 16/10/2013

Rafael,

Tenho um touro gir (filho do Radar),  e 12 novilhas girolando (de um ano à 2 anos), algumas já estão prenhes,   tenho plantado 2 ha de Mombaça,  com rodízio de piquetes,  e quero fazer o silo com ele,  vc aconselha ?  qual idade do capim para cortar,  qual a medida do silo ?

grato.  Aguardo.
AGILSON SANTOS DE OLIVEIRA

CAPIM GROSSO - BAHIA - PRODUÇÃO DE OVINOS

EM 11/10/2013

Olà Boa tarde é com muito prazer que estou fazendo parte como vizitante do FARMPOINT. E gotaria de saber qual a menor idade que podemos a dismama de cordeiro?

RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

PIRACICABA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 09/10/2013

Ivo,



Qual está o avanço diário do painel? Um dos motivos para este aquecimento pode estar sendo a quantidade retirada por dia ou também o método de descarregamente. Uso de pá carregadeira pode aumentar a penetração de oxigênio na massa que causa aquecimento.



Atenciosamente



Rafael Amaral
RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

PIRACICABA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 09/10/2013

Emílio,



Qual tipo de animal você está trabalhando? Nível de produção?



Fico no aguardo.



Abraços



Rafael Amaral
RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

PIRACICABA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 09/10/2013

Sebastião,



Muito obrigado!



Abraços



Rafael & Thiago
IVO

MATO GROSSO DO SUL - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 08/10/2013

Fiquei com dúvidas sobre a matéria. Devo abrir apenas a parcela que uso por dia, correto?  Estou cobrindo com a lona novamente e percebo que tem aumentado a temperatura, o que posso fazer?

Grato
EMÍLIO CINTRA IOVINO

JAÍBA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 07/10/2013

Rafael e Thiago,

por exemplo, se eu tiver pouco animal e for obrigado a fazer silagem para os poucos, qual seria por exemplo uma medida de silo razoável para uns 10 animais comerem o dia todo ?
SEBASTIÃO DA SILVA GONÇALVES

EM 07/10/2013

Boa noite Tiago e Rafael, parabéns pelo artigo.
EWERTON MAX DE OLIVEIRA

CARANGOLA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 04/10/2013

Caro Emílio posso lhe enviar sim as fotos sem nenhum problema, no entanto estou no Rio de Janeiro e não tenho fotos, tenho que tira-lá e as maquinas estão na fazenda.

No entanto a ensiladeira trata-se de uma ensiladeira comum da Nogueira de uma unica linha.

Já a prensa que iremos usar que ainda esta sendo fabricada trata-se de um modelo muito usado na Colômbia, Bolívia no qual você pode visualizar o modelo que estamos fazendo no youtube, a unica coisa que modificamos foi substituir á alavanca manual por um cilindro hidráulico, assim que a prensa ficar pronta envio fotos sim para você.

Segue o link para que possa visualizar a prensa que estamos fazendo http://www.youtube.com/watch?v=BJaeBS8v93o.
THIAGO FERNANDES BERNARDES

LAVRAS - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 02/10/2013

Caro Jordânio, se o teu manejo de retirada for bom (avanço correto na extensão de todo o painel) você pode fechar o silo com a lona, pois o risco de chuva é alto principalmente em fazendas que fornecem silagem o ano todo.

Não existe razão científica ou prática que leve o produtor a deixar o painel exposto. Em silos que a temperatura se eleva é porque o mesmo está sendo mal manejado. Consumindo mais de 30 cm de silagem por dia não há tempo suficiente para que os microrganismos cresçam.



Att,



Thiago
EMÍLIO CINTRA IOVINO

JAÍBA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 01/10/2013

Ewerton,

pode me enviar fotos de suas máquinas para eu ver ?
EWERTON MAX DE OLIVEIRA

CARANGOLA - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 01/10/2013

Boa tarde quero primeiramente  parabenizar os autores do artigo técnico e ressaltar que na maioria das vezes o produtor não a o devido valor ao manejo de abertura do silo, comprometendo todos trabalho e cuidados envolvidos em etapas anteriores.



Gostaria vocês compartilha-se a experiência de vocês no que diz respeito a comercialização de silagem ensacada.



Estou me preparando para o plantio de milho para produção de silagem, com intuito de fornecer aos nossos animais e iremos comercializar todo excedente da propriedade.



Estamos agindo com muita cautela devido a inexperiência que temos no comercio de silagem.



Realizamos calagem nas áreas de plantio com base nos resultados de amostragem de solo realizada e escolhemos sementes de alta qualidade com embasamento nas condições edafoclimaticas da propriedade.



A principio iremos fazer uma área menor e teremos o volume de silagem para comercio não muito grande, mas pretendemos expandir nossas lavouras para as próximas safras afim de atender toda demanda que hoje existe no setor.



Para esta safra estamos pensando em modos de ensacar a silagem de uma forma mais barata, uma vez que ainda não temos implementos especializados para tal função. Desta forma iremos produzir nosso próprio equipamento que consiste em uma prensa hidráulica que ira compactar a massa forrageira verde em sacos com capacidade de 50 Kg  e depois iremos retirar todo oxigênio com uma bomba de vácuo e lacrar este saco tornando em um ambiente hermeticamente fechado propiciando uma boa fermentação.



Fico aguardando qualquer dica, ou esclarecimento da parte de vocês que possa nos ajudar a melhorar nosso sistema de produção.



Desde de já meus agradecimento e meus parabéns mais uma vez pelo artigo.







RAFAEL CAMARGO DO AMARAL

PIRACICABA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 01/10/2013

Jordanio,



Acredito que esse tema é bastante divergente. Se o fato de abaixar a lona for para garantir anaerobiose, isso não irá ocorrer pelo fato de existir espaço entre a silagem e a lona. Outro ponto que também poderá prejudicar é que com a lona fechada a temperatura se eleva e muita vezes dá melhores condições para o crescimento de microrganismos deterioradores.



Alguns realizam essa técnica para proteção do painel, por exemplo em casos de chuva, mais mesmo assim acredito não ser necessário.



Assim, com o que tenho visto hoje, o painel exposto quando com um avanço adequado (acima de 30 cm), pode ficar aberto sem problema nenhum!



Atenciosamente,

Rafael & Thiago
JORDANIO RIBEIRO DOS SANTOS

MADRE DE DEUS DE MINAS - MINAS GERAIS - PRODUÇÃO DE LEITE

EM 30/09/2013

Boa noite Tiago e Rafael,



Parabéns pelos artigos e por favor me tirem uma duvida.

Eventualmente acompanho palestras e leio sobre silagem. Alguns dizem que o melhor após a retirada do volumoso é deixar a lona suspensa, outros dizem que devemos veda-la novamente. Qual a explicação e alternativa correta?

Desde já, muito obrigado.