ENTRAR COM FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Principais cuidados com os cordeiros recém nascidos

POR CLEDSON AUGUSTO GARCIA

PRODUÇÃO

EM 20/04/2007

213
0
O período de gestação da ovelha é de aproximadamente 147 dias, sendo que nos primeiros 100 dias de prenhês, a exigência da mesma é menor. Entretanto, na fase que compreende as últimas 6 semanas (terço final de gestação) são formados aproximadamente 75-80% de peso final do cordeiro. Neste período, a alimentação deficiente traduz-se em nascimento de cordeiros débeis, além da baixa produção de leite da ovelha e menor instinto materno, com maior chance de rejeição dos cordeiros.

Desta maneira, o cuidado com o cordeiro se inicia quando o mesmo está na fase de feto, devendo dar continuidade nas boas práticas de manejo após o nascimento. O colostro é imprescindível nas primeiras horas, quanto mais rápido o cordeiro ingeri-lo melhor (no máximo até 8 horas), devido à maior absorção de imunoglobulinas nesse período, conferindo a imunidade pelo mesmo.

As reservas energéticas dos cordeiros os mantêm vivos por um período de aproximadamente oito horas, em condições de frio e umidade, esse tempo reduz drasticamente se a cria não mamar o colostro, em pouco tempo entra em estado de inanição e vem a óbito.

Em seguida, deve-se realizar o corte (2 a 3 cm) do umbigo, quando necessário, com tesoura desinfectada, posteriormente deve-se fazer a desinfecção do mesmo, com tintura de iodo a 5%, segurando o cordão umbilical imerso em um frasco de boca larga por 40 a 60 segundos.

Outra técnica importante é a identificação e pesagem dos cordeiros (PN= peso ao nascer), possibilitando selecionar as melhores ovelhas, pois aquelas que produzirem mais leite irão desmamar cordeiros mais pesados, inclusive devemos anotar se a mesma teve parto simples, gemelar ou múltiplo.


Figura 1. Registro do peso aos nascer do cordeiro.

Quanto menor o peso ao nascer maior será a probabilidade de mortalidade do cordeiro, aliado a demora da mamada do colostro, considerados fatores indesejados, que são responsáveis pela alta mortalidade dos cordeiros por inanição, podendo chegar em percentuais elevados, sendo que até 10% são considerados valores aceitáveis.

Em raças lanadas deve ser realizada a caudectomia, em cordeiros (as) que serão destinados à reprodução, em criações cujo objetivo é a produção cordeiros para abate, não há necessidade desta prática de manejo. A idade ideal para o corte da cauda é de aproximadamente 3-10 dias, quanto mais novo, mais rápida será a cicatrização. A caudectomia pode ser feita com alicate elastrador (borrachinha - figura 2), com ferro aquecido ao rubro (quente) ou até mesmo com equipamentos a gás ou elétrico, já existentes no mercado.


Figura 2. Caudectomia de cordeiro lanado com alicate elastrador

No desmame devemos realizar outra pesagem (PD), possibilitando o cálculo do ganho de peso médio diário (GMD), que é obtido pela seguinte fórmula: GMD = PD-PN/ID (Idade do desmame).

Em seguida, passarão para a fase de recria, sendo a categoria chamada de borregos (as), devendo dar continuidade no bom manejo, pois estes serão futuras matrizes e/ou reprodutores, no caso da criação ter como meta à produção de animais elite.

No próximo artigo abordaremos os principais cuidados no manejo dos animais em recria.

CLEDSON AUGUSTO GARCIA

Professor da Universidade de Marília

213

COMENTÁRIOS SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Seu comentário será exibido, assim que aprovado, para todos os usuários que acessarem este material.

Seu comentário não será publicado e apenas os moderadores do portal poderão visualizá-lo.

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

SOLENE

ACEGUÁ - RIO GRANDE DO SUL - ESTUDANTE

EM 01/10/2017

Boa noite... Gostaria de saber porque dou leite de vaca para cordeiro e ele incha?
JORGE MENESES RIBEIRO

EM 17/09/2017

Nao sou veterinario,aprendi e estou em fase de aprendizado com as informaçoes que tenho destes senhores, Dr. Cleidson, Dr Jaime, Dr Daniel e outros....,  fundamentalmente com a diversidade de problemas e perguntas, com o convivio diario com os animais e a pratica das orientaçoes e informaços trocadas. Então, tenho um pequeno rebanho de 35 ovelhas ( machos e femeas), como qualquer um, tive muitos problemas, especificamente com LIFADENITE, mas, com toda essas trocas de esperiencias  de orientaçoes, cheguei à conclusão de que o MANEJO E A LIMENTAÇÃO, AS CONDIÇOES BASICAS SANITARIAS DO APRISCO, são de extrema importacia para um rebanho saudavel, especificamente a alimentação,( é o ponto de partida), os animais mal alimentados estão mais suceptíveis às doenças.. Trabalhei nesse item e tive um excelente resultado.
CLEDSON AUGUSTO GARCIA

MARÍLIA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 10/07/2017

Prezada Sandra usar algum polivitamínico oral. Ex: Vitagold, Potenay, etc... além de uma boa nutrição. att
SANDRA DONCEV

COTIA - SÃO PAULO

EM 07/07/2017

Bom dia,gostaria de receber orientações sobre minhas perguntas.

Obrigado
SANDRA DONCEV

COTIA - SÃO PAULO

EM 05/07/2017

Poderia fornecer o nome de algum suplemento,vitamina ou algo para fortalecer meus cabritinhos ficaram órfãos e estou preocupada.

Desde já obrigado.
SANDRA DONCEV

COTIA - SÃO PAULO

EM 30/06/2017

Q tipo de leite posso usar para alimentar 2 cabritinhos órfãos com 46 dias?
SANDRA DONCEV

COTIA - SÃO PAULO

EM 29/06/2017

Boa tarde,minha cabra morreu e deixou 2 cabritinhos com 45 dias q leite posso dar e q quantidade?

Posso oferecer leite em pó? Já comem feno,farelo e quirera.

Obrig
CLEDSON AUGUSTO GARCIA

MARÍLIA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 27/06/2017

Prezado Anibal  quanto quantidade a redução do número de mamadas sem problemas, desde que tenha pasto bom e/ou suplementação.



att
ANÍBAL SOUZA FELIPE DA SILVA

BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 24/06/2017

Prezado Cledson, parabéns pelo site.

Uma das minhas ovelhas Santa Inês (primípara) pariu gêmeos e rejeitou um deles. Também perdeu um peito, que está empedrado e sem produção. Os filhotes estão completando 3 dias e estou dando leite de vaca. Comecei com 8 mamadeiras por dia totalizando 800ml. Agora estou reduzindo o número de mamadas e aumentando a quantidade por vez. Posso dar cerca de 1,3L/dia dividido em 4 mamadas sem muito risco de diarréia?

Obrigado!
CLEDSON AUGUSTO GARCIA

MARÍLIA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 16/05/2017

Prezado Sebastião obrigado pelas palavras e carinho. att
CLEDSON AUGUSTO GARCIA

MARÍLIA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 16/05/2017

Prezado Ronaldo pelos sintomas citados provavelmente seja verminose. Mas  a melhor opção é consultar um veterinário de sua região. att
RONALDO ALBUQUERQUE COUTO

EM 17/04/2017

OLA BOA TARDE

ALGUEM AI PODE AJUDAR POR FAVOR

SOU DO CEARA

É Q ESTOU COM UMA CRIAÇAO DE OVELHAS DESDE DE NOVEMBRO DE 2014, EU COMECEI COM 20 MATRIZES E UM CARNEIRO REPRODUTOR, MAS ESSAS OVELHAS A DAREM CRIA OS CORDEIROS COM POUCOS DIAS DE NASCIDO MORREM, E AGORA NESSE PERIODO Q ESTAMOS DAS CHIVAS EU TINHA 49 ANIMAIS E NUM PERIODO DE POUCO MAIS DE UM MES JA MORRERAM 17 ANIMAIS ENTRE CORDEIROS E OVELHAS MATRIZES, ALGUNS COM AS PAPADAS ENCHADAS E OUTROS COMERAM A EMAGRECER COM DIARREIA E MORREM SEM QUERER COMER RAÇAO.

NAO SEI MAIS P Q FAZER JA DEI TODO TIPO DE REMEDIOS PASSADOS PELO IM VETERINARIO MESMO ASSIM CONTINUAM MORENDO.

GRATO PELA A AJUDA
CLEDSON AUGUSTO GARCIA

MARÍLIA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 15/03/2017

Prezado Sebastião obrigado pelas palavras e fico feliz em poder colaborar. abç
SEBASTIÃO ROCHA FILHO

OUTRO - RIO GRANDE DO NORTE - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 23/02/2017

Caro Professor Cledson, parabéns pelo conhecimento, didática e paciência em responder tanta pergunta e tirar tanta dúvida.Sou caprinocultor no semiárido Rio Grande do Norte e mamei nas tetas do seu conhecimento que, de tão vasto pode se transformar num livro, dos mais profundos e populares. Continue com essa boa vontade que o Brasil precisa muito de pessoas bem dotadas como o nobre ensinador. Parabéns ao AgriPoint.

Sebastião Rocha

Santa Cruz - R N
CLEDSON AUGUSTO GARCIA

MARÍLIA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 03/02/2017

Prezada Dayane somente tirar a mamadeira e deixar a água a disposição. Com certeza quando aumentar a sede irá procurá-la por instinto. att
CLEDSON AUGUSTO GARCIA

MARÍLIA - SÃO PAULO - PESQUISA/ENSINO

EM 03/02/2017

Prezado Marcelo Rocha pode ser um dois motivos citados. Pelo fato de não mamar o colostro ou estresse térmico. Mas acredito mais pela falta de colostro. Mas se ela tinha leite normal não era para acontecer. att
MARCELO ROCHA

ITARANTIM - BAHIA - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 03/02/2017

Uma ovelha dorper pariu a noite em regime de campo. No dia seguinte a temperatura elevada pouca sombra disponível. Pode fazer com que o borrego dá raça dorper não venha mamar e com isso levar a morte em horas por n fazer uso do colostro. Ou o cordeiro pode ter nascido com algo que não o estimulou  a mamar. Aparentemente nasceu normal bem formado tamanho e tudo. Mas começou a debilitar por não mamar a ovelha produzia bastante leite. Será que o conforto térmico que o levou a não mamar ? Isso é predominantemente ? Ou a ovelha pode ter algum problema era primeira cria.
MARCELO ROCHA

ITARANTIM - BAHIA - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 03/02/2017

Uma ovelha pari a noite em regime de campo. Se a temperatura estiver elavada e pouca sombra disponível. Esse valor excecivo pode fazer com que o borrego dá raça dorper não venha mamar o levando a morte ?
DAYANE

CONTAGEM - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 16/01/2017

Boa Tarde!



Tenho um filhote de carneiro de 5 meses. Ele já pasta, come ração, porem só bebe água na mamadeira. Como devo ensiná-lo a beber na vasilha, já tentei diversas vezes, e não deu certo.



Obrigada!
DAYANE

CONTAGEM - MINAS GERAIS - PESQUISA/ENSINO

EM 16/01/2017

Boa Tarde!

Tenho um carneiro que foi rejeitado pela mãe. Ele tem mais ou menos 5 meses, já pasta, come ração, porem só bebe água na mamadeira. Como devo ensina-lo a tomar na vasilha, ja tentei mas não deu certo.