FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Planejamento e gerenciamento das atividades agropecuárias e o papel da pesquisa operacional

POR CARINA BARROS

PRODUÇÃO

EM 27/04/2012

1
0
O produtor rural é um tomador de decisões. Portanto precisa responder à diversas questões que surgem ao longo das atividades agropecuárias. Tudo tem início no planejamento, quando há necessidade de definir como será seu investimento.

São tomadas as primeiras decisões ao serem respondidas algumas questões como... Qual ou quais culturas implantar? Qual ou quais animais criar? Investir na diversificação da produção ou na especialização? Atuar na agroindústria? Quanto produzir? Para quem vender? Após realizar as escolhas, inicia-se a execução do processo produtivo. O próximo passo é monitorar e avaliar os processos e resultados obtidos, confrontá-los com o que foi planejado e traçar estratégias para corrigir eventuais falhas, ou seja, novamente realizar um planejamento, mas com o suporte do que já foi realizado. Esse ciclo é realizado constantemente pelos gestores de propriedades rurais.

Diante da capacidade de diversidade produtiva que uma propriedade rural apresenta, o processo decisório torna-se complexo. A quantidade de cenários possíveis, gerados por diferentes variedades vegetais ou espécies animais, é significativa. Além disso, tem-se a possibilidade de combinar atividades agropecuárias e até mesmo agroindustriais. Dessa forma, há a necessidade de escolha que deve ser fundamentada em planejamento prévio para a tomada de decisão que atinja um resultado satisfatório. Entretanto, na maior parte das propriedades, quando ocorre planejamento, esse é feito por processos subjetivos sem um método científico.

A necessidade de identificar e desenvolver métodos que auxiliem técnicos e produtores no processo de decisão, bem como despertar o interesse pelo seu uso justificam a necessidade de pesquisas e desenvolvimento de ferramentas para auxiliar no processo de gestão da empresa pecuária. Uma das possibilidades é o emprego da Pesquisa Operacional.

A Pesquisa Operacional é uma teoria útil para auxiliar na escolha de combinações de práticas que proporcionem melhor resultado econômico (SANTOS, 1990). A pesquisa operacional tem natureza multidisciplinar e envolve métodos e técnicas quantitativas para determinar decisões ótimas e estabelecer critérios para alocação de recursos (AZEVEDO FILHO & NEVES, 1988). Uma das técnicas que pode ser empregada é o uso da programação linear, um modelo matemático que permite a seleção de atividades viáveis, combinadas entre si, de modo a assegurar o máximo resultado possível compatível com determinada disponibilidade de recursos fixos (BARROCAS, 1968). Entretanto, há escassez de trabalhos que aplicam a programação linear para auxiliar no planejamento da produção pecuária.

O uso de ferramentas matemáticas permite que se teste a coerência da estrutura e do funcionamento de um sistema de produção agropecuária de forma metódica e rigorosa (SILVA NETO & OLIVEIRA, 2009).

No âmbito da pesquisa, o uso de técnicas de modelagem matemática tem grande potencial de exploração por auxiliar na determinação de variáveis de maior impacto a serem pesquisadas. Seu emprego auxilia os processos de planejamento experimental e coleta de dados, de modo a otimizar a experimentação minimizando custos e mantendo a precisão necessária, já que é possível a realização de experimentos no computador (SGRILLO & SGRILLO, 2006). Quando se tem um modelo desenvolvido e validado, por meio de seu uso é possível determinar resultados confiáveis que necessitariam de experimentos de campo, que são longos e onerosos, para sua obtenção. Dessa forma, o emprego da modelagem no planejamento experimental permite orientação de áreas prioritárias para pesquisa e desenvolvimento de tecnologia, que seriam potencialmente mais fáceis de serem incorporadas pelos produtores (RODRIGUES, 2002).

As ferramentas de modelagem matemática são importantes no direcionamento de políticas governamentais, já que permitem avaliações para verificar formas de intervenção a fim de se obter melhores resultados, como por exemplo, avaliar o impacto das políticas de crédito rural. Nesse contexto, Biagio et al. (2007) validaram um modelo para planejamento de produção de grãos em fazenda familiar com cenários socioeconômicos e financeiros considerando planos de créditos de longo e curto prazos, com políticas de financiamentos distintas para o setor agrícola. Souza et al. (2008) pela programação linear avaliaram o impacto do uso de financiamento concedidos pelo governo na produção agrícola.

Algumas publicações sobre aplicação da programação linear em sistemas de fazendas estão disponíveis, especialmente para agricultura e produção de leite. Herrero et al. (1997) propõem um modelo de programação linear multicritério para representar sistemas que combinam pastagens com produção de leite. Vicente et al. (1999) apresentam modelo para um conjunto de pequenas propriedades considerando-as sistema autossustentável com interação de atividades produtivas. Rodrigues (2002) desenvolveu e validou um modelo de programação linear e aplicou a programação linear que permite maximizar a margem de lucro e determinar o planejamento estratégico ótimo de produção para a propriedade segundo condições preestabelecidas.

No contexto dos sistemas de produção de ovinos e caprinos verificou-se que são escassos os trabalhos que aplicam a programação matemática no planejamento de sistemas de produção na pecuária. A maioria das pesquisas na área de modelagem e simulação de sistemas de produção de ovinos e caprinos foi desenvolvida fora do Brasil. Blackburn & Cartwright (1987) desenvolveram um modelo de simulação - Texas A&M Sheep Simulation Model - aplicado à rebanhos ovinos que permite investigação dos efeitos genéticos, níveis nutricionais, alternativas de manejo, estro, cobertura, parição, lactação, ingestão de nutrientes, crescimento, produção de lã e mortalidade. O referido modelo foi utilizado pelos pesquisadores Wang & Dickerson (1991) para avaliar os efeitos de melhorias genéticas no desempenho dos cordeiros e das alternativas de manejo. Finlayson et a. (1995) validaram um modelo para avaliação animal individual e na sequência, Cacho et al. (1995) complementaram o modelo incluindo crescimento da forragem, dados de reprodução animal e componentes de manejo.

Recentemente, Dimassi et al. (2006) avaliaram o potencial de produção de queijo de leite de cabra. Para ovinos leiteiros e de dupla aptidão, Wolfová et al. (2009a) desenvolveram e validaram um modelo para estimar os efeitos de mudanças na produção e nas características funcionais sobre o lucro da atividade; e Wolfová et al. (2009b), um modelo para calcular o valor econômico das principais características dos animais.

No Brasil, alguns modelos matemáticos foram desenvolvidos para sistemas de produção de ruminantes em pastagens (MEDEIROS, 2003) e de caprinos leiteiros (GUIMARÃES, 2007).

O fato da programação linear ter aplicabilidade em diversos campos, como ensino, pesquisa, avaliação de políticas governamentais e gestão das empresas pecuárias justifica o desenvolvimento de pesquisas nessa área. Ressalta-se ainda que o desenvolvimento de um modelo de sistema de produção de ovinos e caprinos tem potencial para facilitar o trabalho de pesquisadores, técnicos, produtores, professores e alunos.

No final do ano passado o FarmPoint lançou um enquete perguntando aos leitores quais seriam os principais desafios da ovinocaprinocultura em 2012. A enquete contou com a participação de produtores de 22 estados brasileiros, e 15,85% das respostas apontaram o planejamento da atividade como a maior preocupação em 2012.

E você? Como realiza o planejamento da sua atividade? Participe deixando o seu comentário!

Referências bibliográficas

AZEVEDO FILHO, A. J. B. V.; NEVES, E. M. Pesquisa operacional na agricultura brasileira. 1988.

BARROCAS, J. M. Programação linear. In: Curso internacional de elaboração, análise e avaliação de projetos agrícolas. Campinas, 1968, 47p.

BARROS, C. S. Análise econômica de sistemas de produção de ovinos para carne. 2008. 144p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias) Universidade Federal do Paraná, Curitiba.

BARROS, C. S.; MONTEIRO, A. L. G.; POLI, C. H. E. C. ; DITTRICH, J. R.; CANZIANI, J. R. F.; FERNANDES, M. A. M. Rentabilidade da produção de ovinos de corte em pastagem e em confinamento. Revista Brasileira de Zootecnia, v. 38, p. 2270-2279, 2009a.

BARROS, C. S.; MONTEIRO, A. L. G.; POLI, C. H. E. C.; FERNANDES, M. A. M.; ALMEIDA, R. ; FERNANDES, S. R. Resultado econômico da produção de ovinos para carne em pasto de azevém e confinamento. Acta Scientiarum. Animal Sciences, v. 31, p. 77-85, 2009b.

BIAGIO, M. A.; ABE, E. N.; TURNES, O. Modelo para planejamento de produção de grãos em fazenda familiar: cenários sócio-econômicos e financeiros. Pesquisa Operacional, v. 27, n. 3, p. 377-405, 2007.

BIAGIO, M. A.; ABE, E. N.; TURNES, O. Modelo para planejamento de produção de grãos em fazenda familiar: cenários sócio-econômicos e financeiros. Pesquisa Operacional, v. 27, n. 3, p. 377-405, 2007.

BIAGIO, M. A.; ABE, E. N.; TURNES, O. Modelo para planejamento de produção de grãos em fazenda familiar: cenários sócio-econômicos e financeiros. Pesquisa Operacional, v. 27, n. 3, p. 377-405, 2007.

BLACKBURN, H. D.; CARTWRIGHT, T. C. Description and validation of the Texas AdtM sheep simulation model. Journal of Animal Science, v. 65, p. 373-386, 1987.

CACHO, J. D.; FINLAYSON, J. D.; BYWATER, A.C. A Simulation Model of Grazing Sheep: II. Whole Farm Model. Agricultural Systems, v. 48, p 27-50, 1995.

CEZAR, I. M. Um modelo bioeconômico de produção de bovinos de corte. 1. Descrição do modelo. Pesquisa Agropecuária Brasileira, v.17, n.6, p.941-949, 1982.

DIMASSI, O.; HINRICHS, J.; VALLE Z´ARATE, A. Cheese production potential of milk from Dahlem Cashmere goats using a cheese simulation method. Small Ruminant Research, v. 65, p.38-43, 2006.

DOMINGUES, E. P.; LEMOS, M. B. Impactos Inter-Regionais de Estratégias de Política Comercial para o Brasil. Revista ANPEC, ANPEC, Brasília, v.5, n.3, p.183-217, 2004.

FINLAYSON, J. D.; CACHE, J.; BYWATER, A. C. A simulation model of grazing sheep. I: Animal growth and intake. Agricultural Systems, v. 48, p.1-25, 1995.

GAMEIRO, A. H.; RAINERI, C. Desenvolvimento de uma metodologia de cálculo de custos e de um indicador de custos de produção para a ovinocultura de corte paulista. Projeto de Pesquisa submetido ao Programa de Pós Graduação em Nutrição e Produção Animal. Universidade de São Paulo: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia. 2010.

GUILHOTO, J. J. M.; FONSECA, M. A. R. As principais correntes de modelagem econômica e o caso brasileiro. In: Encontro Brasileiro De Econometria, 12, Brasília, Anais... Brasília, 1990.

HERRERO, M.; FAWCETT, R.H.; PEREZ, E. & DENT, J.B. The role of systems research in grazing management: applications to sustainable cattle production in Latin America. In: Applications of systems approaches at the farm and regional levels [edited by P.S. Teng, M.J. Kropff, H.F. Ten Berge, J.B. Dent, F.P. Lansingan and H. Van Laa], Kluwer Academic, Dordrechet, The Netherlands, v. 1, p. 129-136, 1997.

HERRERO, M.; FAWCETT, R.H.; PEREZ, E. & DENT, J.B. The role of systems research in grazing management: applications to sustainable cattle production in Latin America. In: Applications of systems approaches at the farm and regional levels [edited by P.S. Teng, M.J. Kropff, H.F. Ten Berge, J.B. Dent, F.P. Lansingan and H. Van Laa], Kluwer Academic, Dordrechet, The Netherlands, v. 1, p. 129-136, 1997.

MARTINELLI, D. P. A Utilização de Jogos de Empresas no Ensino da Administração. São Paulo, 1987. Dissertação (Mestrado) - Faculdade de Economia e Administração, Universidade de São Paulo. 1987.

MEDEIROS, H. R. Avaliação de modelos matemáticos desenvolvidos para auxiliar a tomada de decisão em sistemas de produção de ruminantes em pastagem. Tese (Doutorado) ESALQ, Universidade de São Paulo, 2003, 97p.

MEDEIROS, H. R.; GUIMARÃES, V. P.; HOLANDA JÚNIOR, E. V. The use of linear programming to evaluate the impact of credit for investments in small goat farms. Tropical and Subtropical Agroecosystems, v.11, p.7-11, 2009.

MONTEIRO, A. L. G.; POLI, C. H. E. C.; MORAES, A.; BARROS, C. S.; PIAZETTA, H. v L. Produção de ovinos em pastagens. In: CARLOS GUILHERME SILVEIRA PEDREIRA; JOSE CARLOS DE MOURA; SILA CARNEIRO DA SILVA. (Org.). Anais do 24º Simpósio sobre Manejo da Pastagem. Piracicaba: FEALQ, 2007, v. 24, p. 347-458.

MURRAY, K. J.; SHEPPARD, S. V. Knowledge-based simulation model specification. Simulation, v.50, n.3, p.112-119, 1988.

RODRIGUES, L. H. A. . Planejamento Estratégico de Propriedades Leiteiras por Meio de Modelos de Programação Linear. In: EMBRAPA Pecuária Sudeste. (Org.). Modelagem e Simulação de Sistemas de Produção Animal. 1 ed. São Carlos, SP: , 2002, v. , p. 1-18.

RODRIGUES, L. H. A. . Planejamento Estratégico de Propriedades Leiteiras por Meio de Modelos de Programação Linear. In: EMBRAPA Pecuária Sudeste. (Org.). Modelagem e Simulação de Sistemas de Produção Animal. 1 ed. São Carlos, SP: , 2002, v. , p. 1-18.

RODRIGUES, L. H. A. . Planejamento Estratégico de Propriedades Leiteiras por Meio de Modelos de Programação Linear. In: EMBRAPA Pecuária Sudeste. (Org.). Modelagem e Simulação de Sistemas de Produção Animal. 1 ed. São Carlos, SP: , 2002, v. , p. 1-18.

SANTOS, A. C. Utilização da programação linear na determinação da combinação que maximize a renda da empresa rural. Caderno de Administração Rural, Lavras, v. 2, n.2, p. 109-125, 1990.

SANTOS, V. F.; VIEIRA, W. C.; REIS, B. S. Efeitos redistributivos de transferência de renda e redução tributária nos setores Agropecuário e Agroindustrial. Revista de Economia e Agronegócio, v.5, p.455-486, 2007.

SCHRIBER, T.J. An introduction to simulation. New York: John Wiley & Son, 1991.
SGRILLO, R. B.; SGRILLO, K. R. P. A. Modelagem de Sistemas Agroflorestais: conceitos e aplicações. VI Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais, Campos dos Goitacazes, 2006.

SGRILLO, R. B.; SGRILLO, K. R. P. A. Modelagem de Sistemas Agroflorestais: conceitos e aplicações. VI Congresso Brasileiro de Sistemas Agroflorestais, Campos dos Goitacazes, 2006.

SILVA NETO, B; OLIVEIRA, A. Modelagem e planejamento de sistemas de produção agropecuária: manual de aplicação da programação matemática. Ijuí: Editora Unijuí. 2009, 288 p.

SILVA NETO, B; OLIVEIRA, A. Modelagem e planejamento de sistemas de produção agropecuária: manual de aplicação da programação matemática. Ijuí: Editora Unijuí. 2009, 288 p.

SOUZA, P. M.; FERREIRA, V. R.; PONCIANO, N. J.;NASCIMENTO BRITO, M. Otimização econômica, sob condições de risco, para Agricultores familiares das regiões norte e noroeste do Estado do Rio de Janeiro. Pesquisa Operacional, v.28, n.1, p.123-139, 2008.

STERMAN, J. Business dynamics: systems thinking and modeling for a complex world. Irvin McGraw-Hill. Boston. 2000.

TATIZANA, S. A. Um modelo conceitual de simulação da produção de gado de corte. Piracicaba: ESALQ, 1995. 95 p. Dissertação (Mestrado) na ESALQ, Universidade de São Paulo.

VICENTE, A. & GONÇALVES, M.B. Modelagem matemática para integração das atividades de um sistema de produção agrícola. Anais do XXXI Simpósio Brasileiro de Pesquisa Operacional, Rio de Janeiro, 1999. CD-ROM.

VIEIRA, G. E. Uma revisão sobre a aplicação de simulação computacional em processos industriais. In: XIII SIMPEP, 2006, Bauru, Anais... Bauru, 2006.

WANG, C. T.; DICKERSON, G.E. Simulation of life-cycle efficiency of lamb and wool production for genetic levels of component traits and alternative management options. Journal of Animal Science, v.69, p.4324-4337, 1991.

WOLFOVÁ, M.; WOLF, J.; KRUPOVÁ, Z.; KICA, J. Estimation of economic values for traits of dairy sheep: I. Model development Journal of Dairy Science, v.92, p.2183-2194, 2009a.

WOLFOVÁ, M.; WOLF, J.; KRUPOVÁ, Z.; MARGETÍN, M. Estimation of economic values for traits of dairy sheep: II. Model application to a production system with one lambing per year. Journal of Dairy Science, v. 92, p.2195-2203, 2009b.

CARINA BARROS

Médica veterinária
Mestre em Ciências Veterinárias UFPR
Doutora em Nutrição e Produção Animal FMVZ-USP
Pós-doutorado FMVZ-USP
Atuação na avaliação econômica e modelagem

1

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.

JOÃO FLÁVIO DE FREITAS ALMEIDA

BELO HORIZONTE - MINAS GERAIS - CONSULTORIA/EXTENSÃO RURAL

EM 02/05/2012

Parabéns pelo artigo Carina! Muito bom o conteúdo! O uso de técnicas de pesquisa operacional deve ser disseminado a todas as áreas de sua aplicação!

Um abraço,

João Flávio F. Almeida