FAZER LOGIN COM O FACEBOOK ESQUECI MINHA SENHA SOU UM NOVO USUÁRIO

Importância do teste de progênie de reprodutores caprinos leiteiros

POR OLIVARDO FACÓ

PRODUÇÃO

EM 19/12/2006

0
0
Melhorar geneticamente um rebanho significa elevar, neste rebanho, as freqüências de genes e/ou interações gênicas de efeitos desejáveis. Para tal, dois passos são fundamentais: (1) identificar no rebanho os indivíduos de maior valor genético e (2) dar a estes indivíduos uma taxa reprodutiva mais elevada.

Ou seja, é preciso identificar os animais geneticamente superiores e trabalhar para que estes deixem um maior número de progênies, transmitindo com maior intensidade sua superioridade. Logo, é possível perceber a importância de uma elevada taxa reprodutiva para o melhoramento genético de um rebanho.

Uma vez que é possível produzir anualmente apenas algumas dezenas de progênies de uma fêmea caprina através da superovulação e transferência de embriões, enquanto centenas de progênies de um macho caprino podem ser produzidas através do uso da inseminação artificial no mesmo espaço de tempo, fica claro que é mais fácil disseminar o patrimônio genético de um bode do que o de uma cabra.

No entanto, como já frisado anteriormente, para que se produza o melhoramento genético desejado, não basta utilizar a inseminação artificial para multiplicar os genes de um reprodutor. Para isto, é preciso conhecer o valor genético de cada reprodutor e, só então, decidir quais destes serão utilizados intensamente como pais da geração seguinte.

Mas, como conhecer o valor genético de um reprodutor para produção de leite?

Como todos sabem, bodes não produzem leite! Assim, a única forma de se obter uma estimativa do valor genético de um bode para a produção de leite é a partir do conhecimento dos registros de produção de leite das suas ascendentes (mãe, avós materna e paterna), descendentes (filhas, netas) e/ou colaterais (meia-irmãs, irmãs completas).

Para que esta predição seja acurada, ou seja, com uma menor margem de erro, é preciso o conhecimento de algumas dezenas de informações de produção de leite de parentes do reprodutor. Além disso, a acurácia da estimativa será tanto maior quanto maior for o parentesco entre o bode e as suas parentes que têm informação de produção de leite registrada.

O teste de progênie de caprinos leiteiros consiste na avaliação do valor genético dos reprodutores pelo desempenho de suas filhas (progênies). Este compreende a coleta do sêmen dos reprodutores que se deseja testar e a distribuição deste sêmen para ser utilizado na inseminação artificial das cabras disponibilizadas pelos rebanhos colaboradores.

A partir das inseminações são produzidas as progênies que terão os desempenhos registrados. Logo, a partir do teste de progênie, são obtidas informações de dezenas de progênies de cada bode, permitindo uma estimativa acurada do valor genético dos reprodutores. Portanto, o teste de progênie é a maneira mais segura e eficiente de se prever o valor genético de um macho para a produção de leite.

A Embrapa Caprinos (Sobral/CE), unidade descentralizada da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), em parceria com a Associação Brasileira dos Criadores de Caprinos e suas subdelegadas, iniciou, no final do ano passado, o 1° Teste de Progênie de Reprodutores Caprinos Leiteiros do Brasil.

Mas, qual a importância desta iniciativa? A produção de leite caprino no Brasil é, principalmente, obtida a partir de animais de raças especializadas e seus mestiços. Porém, este material genético especializado tem origem em países de clima temperado, principalmente da Europa, configurando uma forma de "dependência" do material genético externo.

Uma das desvantagens que esta dependência representa, além do elevado custo e dos riscos sanitários, é o conflito entre os objetivos de seleção para os mercados europeu e brasileiro. Enquanto na Europa o leite caprino é basicamente explorado para a produção de queijos e outros derivados, tendo como um dos critérios de seleção o teor de proteína no leite, no Brasil, o mercado mais explorado é o de leite fluido, no qual o volume produzido tem maior importância econômica. Portanto, os objetivos de seleção são diferentes.

Outro aspecto importante é a possibilidade de interação genótipo-ambiente, em que os melhores animais para produção de leite caprino na Europa não seriam exatamente os melhores para as condições de produção brasileiras. Em função destes pontos destacados, fica clara a importância estratégica do teste de progênie de reprodutores caprinos leiteiros no Brasil.

O sucesso de tal iniciativa é dependente da participação integrada e cooperativa de técnicos e criadores, havendo três atores principais: os técnicos da Embrapa e das Associações, os criadores fornecedores dos reprodutores a serem testados e os criadores dos rebanhos colaboradores. As vantagens para cada um dos três atores são evidentes. De um lado a Embrapa e as Associações cumprem com sua missão institucional, fomentando o melhoramento genético e gerando informação, pesquisa e tecnologias para o aumento da produtividade da caprinocultura leiteira nacional.

Os criadores fornecedores de reprodutores têm a valorização do material genético de seus rebanhos, possibilitando a ampliação da renda com venda de sêmen, embriões e animais, e, mais importante, obtêm uma avaliação acurada do valor genético de seus animais, permitindo um melhor direcionamento de seu programa de acasalamentos para melhoramento genético.

Por fim, os criadores dos rebanhos colaboradores recebem gratuitamente sêmen de reprodutores de boa linhagem, têm todos os seus animais avaliados geneticamente e, a exemplo dos produtores fornecedores de reprodutores, recebem informações e orientações para o melhoramento genético de seus rebanhos.

0

DEIXE SUA OPINIÃO SOBRE ESSE ARTIGO! SEGUIR COMENTÁRIOS

5000 caracteres restantes
ANEXAR IMAGEM
ANEXAR IMAGEM

Selecione a imagem

INSERIR VÍDEO
INSERIR VÍDEO

Copie o endereço (URL) do vídeo, direto da barra de endereços de seu navegador, e cole-a abaixo:

Todos os comentários são moderados pela equipe MilkPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

SEU COMENTÁRIO FOI ENVIADO COM SUCESSO!

Você pode fazer mais comentários se desejar. Eles serão publicados após a analise da nossa equipe.